tradutor com bandeiras. Google Translate

domingo, 25 de outubro de 2020

A PASTORA QUE INCENTIVA A VIOLÊNCIA (VIDEO)

 


Para a religiosa, "jovem rebelde" que enfrenta a mãe em casa deve apanhar. "Mostra pra ele que quem manda é você", disse Adriele Silva Ota

Um vídeo que circula na internet e que viralizou nas redes sociais mostra uma pastora, durante um culto em São Paulo, orientando os pais a como lidar com os filhos e os ensinando a mostrar autoridade. Para Adriele Silva Ota, da igreja Assembleia de Deus, jovem que enfrenta a mãe em casa "deve apanhar".

"Jovem que enfrenta a mãe e diz que está endemoniado, mete a mão na cara, joga no chão e pisa no pescoço, mostra pra ele que quem manda é você, mostra quem é valente", disse a pastora.

De acordo com as imagens, o discurso foi aprovado pelo público no local. Enquanto Adriele pregava, é possível ouvir fiéis gritando e batendo palmas. “Filho rebelde, chega a hora que quer, ainda vai dormir até 15h. Aqui ó. Só faz isso na casa de pais e mãe frouxos. Se levantar a mão, eu quero o braço, se levantar a mão, eu dou nas suas pernas”, afirmo na pregação.

No entanto, alguns internautas desaprovaram a atitude nas redes sociais. "Que isso! Hoje pregam qualquer coisa e o povo da glória", escreveu um deles. "Queria saber onde tem isso na bíblia! O povo da mais crédito ao homem do que a bíblia", observou outro. "Misericórdia. Será que ela faria isso com o filho dela?", questionou uma terceira.

A pregação em questão da pastora Adriele foi realizada em um culto de mulheres no mês agosto. A missionária faz parte da “Família Ota”, em que até o filho mais novo, João Vítor Ota, atua como pregador mirim.

Em publicação recente nas redes sociais, a pastora reforça a defesa da violência contra crianças como forma de educar. “Mãe de verdade se for preciso #peganavarinha”, escreveu no Instagram.

Sem comentários:

MÉDICO DE DIEGO MARADONA INDICIADO POR HOMICÍDIO POR NEGLIGÊNCIA

  Depoimentos das três filhas do jogador foram fundamentais. O médico pessoal de Diego Armando Maradona foi indiciado por homicídio por negl...