tradutor com bandeiras. Google Translate

domingo, 11 de outubro de 2020

MULTIDÃO EM GUIMARÃES PARA ASSISTIR A NILTON E PIPOCA LEVA À SUSPENSÃO DE RESTANTES ESPETÁCULOS DO CONSELHO

 



Começou tudo com imagem da polémica, publicada pela 'Pipoca Mais Doce', nome na Internet da blogger, influenciadora digital e comentadora do Big Brother, da TVI, Ana Garcia Martins. A ex-jornalista esteve este sábado no Multiusos de Guimarães como humorista, num espetáculo que contou também com Nilton e Hugo Sousa e, ao agradecer a casa cheia que a recebeu, acabou duramente criticada, assim como o pavilhão de espetáculos, devido à quantidade de pessoas no público (cerca de mil), num espaço fechado, no mesmo dia em que Portugal registou um recorde de mais de 1600 novos casos de Covid-19 em 24 horas.

A polémica que depressa se gerou nas redes que levou já a Câmara de Guimarães a suspender, por tempo indeterminado, "os espetáculos em todos os equipamentos culturais do concelho".

A direção do Multiusos, em curto comunicado, explica que o espetáculo marcou a reabertura do espaço ao fim de seis meses de encerramento e que foi feito, "cumprindo todas as orientações e medidas de segurança impostas pela DGS e pela Resolução do Conselho de Ministros n. 70-A/2020. Num layout de sala com capacidade para 2466 lugares, só foram ocupados 964 lugares correspondendo a 40% da lotação". Para ilustrar, o Multiusos divulga também fotografias dos preparativos da noite de humor em Guimarães.

"O Multiusos de Guimarães passou este teste à sua capacidade de organização de eventos com toda a segurança para os participantes e para isto contribuiu o excelente comportamento do público", adianta ainda a organização.

Mas não foi suficiente para acalmar a polémica e a Câmara Municipal de Guimarães agiu. O autarca Domingos Bragança entende que "apesar de ter sido cumprido plano de contingência aprovado pelas autoridades de saúde, a situação epidemiológica que atualmente se verifica no concelho obriga a adoção de regras mais restritivas do que aquelas que atualmente estão previstas no quadro legal aplicável a estas situações".

E por isso, decidiu suspendeu todos os espetáculos programados para o concelho até que sejam decididas novas medidas com a proteção civil e as entidades gestoras das salas de espetáculo.


Sem comentários:

"OS CIDADÃOS MUÇULMANOS NÃO SÃO PERSEGUIDOS" EM FRANÇA

  O principal interlocutor dos poderes públicos franceses para o Islão, Mohamed Moussaoui, considerou hoje que os muçulmanos em França "...