Translate

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

FUTURO ESTÁDIO DE ESPINHO RECEBE "VISTO" DO TRIBUNAL DE CONTAS


O Tribunal de Contas emitiu o "visto" que irá, agora, permitir a construção do futuro Estádio Municipal de Espinho. O presidente da Câmara diz que obra será uma realidade depois dos vários "obstáculos" para impedir a sua construção.

De acordo com a autarquia, a comunicação oficial do Tribunal de Contas chegou à Câmara Municipal "no último dia do ano", culminando com "um longo processo burocrático para validar o concurso público para a construção do estádio".

O Executivo liderado por Pinto Moreira considera que, depois desde necessária anuência do Tribunal de Contas, "estão assim reunidas as condições para a obra avançar para o terreno".

O Presidente da Câmara Municipal afirma que esta é "uma excelente notícia para o início do novo ano porque se trata do cumprimento de um compromisso político assumido e que corresponde a um desígnio da cidade que passará a ter o seu estádio de futebol".

Respondendo às críticas do atraso significativo do início das obras, Pinto Moreira justifica que, "apesar de todos os contratempos, de todos os obstáculos colocados para impedir e prejudicar a construção do estádio municipal, a Câmara Municipal nunca desistiu de cumprir esta promessa eleitoral".

"O processo nunca esteve parado, ao contrário de muitas vozes que se levantaram ao longo deste tempo, apenas com o objetivo de descredibilizar o nosso trabalho e as expectativas de todos quantos acreditaram ser possível construir um estádio moderno, funcional e adaptado aos novos tempos para as competições oficiais de futebol", justificou.

Para além do atraso, as críticas fizeram-se também ouvir em relação à alegada alteração do projeto inicial e aos custos estimados para com o mesmo.

A obra chegou a ser anunciada com uma estimativa de 2,5 milhões de euros, mais IVA, tendo sido adjudicada por 4,47 milhões de euros.

Nas contas da concelhia do PS a obra ficará por um total de seis milhões, "mais do que duplicando o custo de um equipamento que passa a ter apenas uma bancada coberta e menos valências".

O Estádio permitirá combater uma das principais lacunas do Sporting Clube de Espinho, que está sem estádio próprio desde 2018.

Usou, a título de empréstimo, o campo do clube vizinho de Fiães, na Feira, jogando, atualmente, no campo da Associação Desportiva Ovarense.

Sem comentários:

TRÊS DOSES DA VACINA DA PFIZER SÃO EFICAZES CONTRA VARIANTE OMICRON

A vacina contra a covid-19 desenvolvida pelas empresas Pfizer e BioNTech "ainda é eficaz" contra a variante ómicron do vírus com &...