Translate

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

NOVA CHAMPIONS BENEFICIA OS MAIS RICOS E NÃO TEM FASE DE GRUPOS


Para tentar impedir o avanço da Superliga europeia, a UEFA está a estudar mudanças de fundo na Liga dos Campeões. Novo formato será votado em março.

Está em andamento uma revolução na Liga dos Campeões, a começar em 2024. A UEFA quer travar uma eventual Superliga europeia e por tem vindo a estudar formas de tornar a Champions mais atrativa... para os mais fortes e os mais ricos.

De acordo com a rádio "Cadena Cope", a proposta em cima da mesa, que será votada em março, contempla uma liga com 32 equipas, sendo que entre 20 a 25 serão oriundas dos quatro principais campeonatos europeus (Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália). As restantes estão reservadas para todos os outros países, Portugal incluído, não havendo ainda certezas quantos aos pormenores sobre como serão atribuídas.

Sobre a competição propriamente dita, a ida passa por acabar com a frase de grupos e adotar o "modelo suíço", com cada uma das 32 equipas a disputar dez jogos. Os oito primeiros classificados desta liga seguem diretamente para os oitavos de final, e os que ficam posicionados entre o nono e o 24.º lugar lutarão, num play-off, pelas oito vagas restantes. Os jogos serão disputados às terças, quartas e, possivelmente, quintas.

Sem comentários:

PORTUGAL PODERÁ TER QUARTA VAGA DE CONTÁGIOS QUANDO DESCONFINAR

Portugal pode enfrentar uma nova vaga de contágios pelo novo coronavírus quando entrar na fase de desconfinamento, alertou esta quinta-feira...