Translate

quarta-feira, 23 de junho de 2021

PORTUGAL ESTÁ NOS OITAVOS


Portugal e França empataram (2-2), esta quarta-feira, em Budapeste, na última jornada do Grupo F. A seleção nacional passou em terceiro lugar e vai defrontar a Bélgica na próxima fase.

Emoção, calculadora e contas até ao fim. O jogo entre os campeões europeus e os campeões mundiais prometia emoções fortes e não desiludiu. Se a França já estava apurada para a próxima fase, a equipa de Fernando Santos tinha ainda de lutar e até chegou a estar eliminada por momentos, quando esteve em desvantagem e a Hungria ia surpreendendo com uma vitória em Munique, diante da Alemanha.

Portugal foi quem começou melhor. Aos 30 minutos, Danilo foi abalroado pelas mãos de Lloris e o árbitro não hesitou e assinalou uma grande penalidade. O médio teve de ser assistido e já nem entrou na segunda parte deu lugar a Palhinha e Cristiano Ronaldo, chamado a marcar o castigo, não tremeu e inaugurou o marcador.

Pouco depois, talvez o lance polémico do jogo: Nelson Semedo comete falta sobre Mbappé e nova grande penalidade no jogo. Benzema também não falhou e fez o empate, resultado que se manteve inalterado até ao intervalo.

Na segunda metade, o avançado francês bisou e deixou Portugal em apuros, dado que em Munique a Hungria ia surpreendendo a Alemanha. Mas Cristiano Ronaldo voltou a devolver a esperança: nova grande penalidade para a equipa das quinas, depois de uma mão de Koundé e o craque português voltou a não falhar e chegou aos 109 golos pela seleção das quinas, igualando o recorde do iraniano Ali Daei como o melhor marcador de sempre por uma seleção.

Com este resultado e o empate (2-2) em Munique, no encontro entre Alemanha e Hungria, Portugal, França e Alemanha avançam para os oitavos de final. A equipa das quinas vai medir forças com a Bélgica, já no domingo, às 20 horas, em Sevilha (Espanha). Os germânicos defrontam a Inglaterra na terça-feira e a França vai ter pela frente a Suíça, na segunda-feira.

Sem comentários:

COSTA ACEITA PEDIDO DE DEMISSÃO DE CABRITA: "RESPEITOU O TEMPO DA JUSTIÇA"

António Costa aceitou a demissão de Eduardo Cabrita e aponta para os próximos dias a indicação de um substituto. O primeiro-ministro aceitou...