Translate

domingo, 18 de julho de 2021

FILHA DE EMBAIXADOR AFEGÃO FOI RAPTADA E TORTURADA NO PAQUISTÃO


A filha do embaixador afegão no Paquistão foi raptada e torturada, durante várias horas, por um grupo não identificado, sendo posteriormente libertada, divulgou, este sábado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão.

Segundo a agência AFP, na sequência deste incidente o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão instou o Governo do Paquistão, através do embaixador do país em Cabul, a "tomar medidas imediatas para identificar e punir" os responsáveis por este crime e garantir a "segurança total aos diplomatas afegãos e às suas famílias".

Este incidente ocorre numa altura em que as relações diplomáticas entre os vizinhos Afeganistão e Paquistão se têm tornado mais tensas.

O Governo afegão tem acusado o paquistanês de apoiar os grupos de talibãs que lideram uma insurreição islâmica desde que foram expulsos do poder no Afeganistão, no final de 2001, por uma coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos.

Nos últimos dois meses, os rebeldes lançaram uma ofensiva contra as forças afegãs, o que lhes permitiu reconquistar território nas zonas rurais.

A tensão entre os dois países tem aumentando nos últimos dias, com o vice-presidente afegão, Amrullah Saleh, a utilizar as redes sociais para acusar o Governo paquistanês de ter dado apoio aéreo aos talibãs, acusação negada pelo Paquistão.

Sem comentários:

JOVEM QUE MATOU OITO PESSOAS EM TRÊS SPAS ASIÁTICOS CONDENADO A PRISÃO PERPÉTUA

Um homem acusado de matar oito pessoas, a maioria mulheres de ascendência asiática, em salões de massagens na área de Atlanta, nos EUA, decl...