Translate

sábado, 10 de julho de 2021

FRANÇA PODE ANUNCIAR NOVAS MEDIDAS FACE À PANDEMIA NA SEGUNDA-FEIRA


Anúncios de Macron deverão debruçar-se sobre a obrigatoriedade da vacinação aos profissionais de saúde, mas também sobre a evolução da expansão no país da variante Delta

O Presidente francês, Emmanuel Macron, prepara-se para anunciar novas medidas para combater a covid-19, nomeadamente a variante Delta, com uma declaração ao país na segunda-feira, sem indícios que as regras de viagem de e para Portugal possam endurecer.

Os anúncios do Presidente deverão debruçar-se sobre a obrigatoriedade da vacinação aos profissionais de saúde, mas também sobre a evolução da expansão no país da variante Delta, inicialmente detetada na Índia e considerada mais contagiosa e já maioritária entre os infetados de terras gaulesas.

Membros do seu Governo têm avançado, nos últimos dias, com a possibilidade de ser alargada a utilização do certificado sanitário a mais atividades, sendo que, até agora, só são indispensáveis para eventos que reúnam mais de 1.000 pessoas ou para acesso a discotecas, que estão autorizadas a abrir a partir de hoje.

É ainda esperado que as medidas a anunciar pelo chefe de Estado passem pelo tema das viagens de férias para fora do território, nomeadamente para locais onde a quarta vaga de covid-19 está ativa, como é o caso de Portugal. O Conselho de Defesa avaliará o risco da pandemia no exterior e, caso considere necessário, recomendará a adoção de novas regras para quem viaja de e para França.

Por enquanto, não se espera que as regras de quem viaja de ou para Portugal ou Espanha sejam endurecidas, apesar do secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Clément Beaune, ter desaconselhado na quinta-feira os franceses de partirem de férias para esses dois países, alegando que o número de infeções disparou nos dois Estados.

O ministro da Saúde, Olivier Véran, enviou hoje uma mensagem de tranquilidade aos franceses que fazem turismo em Portugal e em Espanha, sublinhando que, a partir do momento em que tiverem o certificado de saúde, não terão quaisquer restrições de movimento. 

Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian, disse também hoje que os franceses que passem férias em Portugal e Espanha se devem vacinar antes de partirem.

"Para partir de férias, é preciso fazer-se vacinar", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros francês durante uma conferência de imprensa em Madrid.

O encontro bilateral entre França e Espanha parece desvalorizar novamente as afirmações de Beaune.

"Não há razão para anular as férias em Espanha. É preciso ser prudente, sobretudo que as pessoas se vacinem, mas não tomar decisões guiadas pelo pânico", disse González Laya, ministra do Negócios Estrangeiros espanhola.

Antes, em entrevista à rádio RNE, a ministra do Turismo espanhola, María Reyes Maroto, já tinha assegurado que a Espanha é um destino seguro para os turistas franceses.

"Os Governos não devem acionar o alarme sobre a situação", defendeu a ministra espanhola.

1 comentário:

" R y k @ r d o " disse...

A Pandemia continua a condicionar e a destruir o mundo.
.
Feliz fim-de-semana.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

ISABEL DOS SANTOS AFASTADA DA GALP POR UM TRIBUNAL ARBITRAL DA HOLANDA

Ações que saem da mão de Isabel dos Santos têm um valor que ronda os 700 milhões de dólares. De acordo com um comunicado da Sonangol, o trib...