Translate

sábado, 9 de outubro de 2021

GORDOFOBIA. CHEGOU A PRIMEIRA CONDENAÇÃO EM TRIBUNAL

 


Um tribunal brasileiro deu razão a queixa apresentada por uma bailarina plus size e condenou o humorista Leonardo Lins a uma indemnização por danos morais. Thaís Carla e associações que lutam contra este tipo de discriminação já vieram aplaudir a mudança.

O significado da palavra não deixa margem para dúvidas. Gordofobia é apresentada no dicionário como “repulsa ou preconceito contra pessoas gordas”. Muitas vezes satirizadas e postas de parte, a sociedade nem sempre aceita e convive bem com as pessoas que vivem esta condição, provocando danos em quem padece da situação.

Brasil toma agora a dianteira e consegue a primeira condenação contra a gordofobia. A conquista foi feita pela bailarina Thaís Carla que, aos 29 anos, venceu uma batalha em tribunal contra o humorista Leonardo Lins por danos morais e após ter sofrido gordofobia.

Não sendo considerado crime, o tribunal enquadrou, pela primeira vez, os comentários no âmbito da injúria e dos danos morais, da esfera do direito cível e penal. As explicações foram dadas ao site Globo pela advogada, cofundadora do projeto Gorda e membro da Comissão de Direitos Sociais da OAB/ES, Mariana Vieira de Oliveira.

Cada penalização será conforme o crime enquadrado. No caso de danos morais com expressão ao nível da indemnização as punições são multas ou detenção. O valor da multa é decidido conforme a agressão cometida.

Thaís Carla é influenciadora digital, é casada com o fotógrafo Israel Reis, tem duas filhas e tem feito das redes sociais o palco de uma luta a que tem chamado ‘militância gorda. Ela surge nas plataformas em biquíni, a fazer coreografias e a fazer apologia à beleza das pessoas gordas.

Sem comentários:

PARLAMENTO CHUMBA ORÇAMENTO DO ESTADO

Cabe agora a Marcelo Rebelo de Sousa decidir sobre a dissolução do Parlamento e a marcação de eleições. A Assembleia da República chumbou es...