Translate

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

PAÍSES BAIXOS VÃO REDUZIR IMPOSTOS PARA COMPENSAR FATURAS DA LUZ E GÁS


O Governo dos Países Baixos anunciou que vai reduzir os impostos em janeiro de 2022, defendendo que a medida irá permitir poupar uma média de 400 euros anual aos agregados familiares, compensando as faturas do gás e eletricidade.

Segundo a secretária de Estado da Economia em funções, Dilan Yesilgoz, a medida, segundo os cálculos do executivo, custará aos cofres públicos cerca de 3200 milhões de euros, 2700 milhões deles destinados a indemnizações a cada habitação e 500 milhões às pequenas e médias empresas (PME).

Yesilgoz salientou que as reduções serão aplicadas durante um ano.

A despesa envolverá uma "indemnização substancial" e o seu valor específico por domicílio vai depender do tipo de contrato que estiver definido e do tamanho da residência.

"Optamos por uma medida ampla, para que as pessoas que não precisam também sejam beneficiadas. Mas tinha de ser feito de maneira adequada e rápida, porque uma medida mais complicada teria levado muito tempo", afirmou Yesilgoz em declarações à imprensa local.

Por outro lado, o executivo de Haia vai atribuir 150 milhões de euros adicionais para um programa de isolamento térmico das habitações, a acrescentar aos 500 milhões já anunciados há um mês, rubrica que será gerida pelas Câmaras Municipais.

Nos Países Baixos estima-se que a subida dos preços do gás e da eletricidade nos mercados internacionais signifique um aumento da fatura energética de até 900 euros por ano por agregado familiar, o que tem levado o Parlamento a pressionar o executivo para tomar medidas urgentes.

Sem comentários:

TRÊS DOSES DA VACINA DA PFIZER SÃO EFICAZES CONTRA VARIANTE OMICRON

A vacina contra a covid-19 desenvolvida pelas empresas Pfizer e BioNTech "ainda é eficaz" contra a variante ómicron do vírus com &...