Translate

domingo, 28 de novembro de 2021

DUAS EM CADA TRÊS PESSOAS CORTOU RELAÇÕES COM QUEM NÃO SE VACINOU, DIZ ESTUDO


Estudo norte-americano conclui que quase metade dos inquiridos que revelaram estar por vacinar (49%) assumiu que parou de conversar com os familiares vacinados porque estes não entenderem a sua escolha.

Existem familiares que cortaram relações com os parentes porque estes não estão vacinados contra a covid-19.

Com o Natal e a Passagem de Ano prestes a chegar, todos os cuidados extra são poucos em tempo de reuniões familiares. E há quem, simplesmente, não convidam as pessoas que estão por vacinar. Nos Estados Unidos da América, um estudo de duas mil pessoas, da One Poll, demonstrou que dois em cada três inquiridos não se sentem confortáveis a ir a casa dos familiares não vacinados.

Dos que estão vacinados 65% admitiu que cortou relações com as pessoas que não estão. Cerca de 72% acredita que não seria capaz de convencer os familiares a levarem a vacina.

Quase metade dos inquiridos que revelaram estar por vacinar (49%) assumiu que parou de conversar com os familiares vacinados porque estes não entenderem a sua escolha.

Apenas 38% garante que continua a manter contacto com familiares por vacinar e 58% referem que são bem tratados e continuam a marcar presença nas reuniões de família.

Sem comentários:

RÚSSIA FAZ NOVA AMEAÇA NUCLEAR: KREMLIN ADMITE LANÇAR O MÍSSIL BALÍSTICO INTERCONTINENTAL "SATAN II"

leksey Zhuravlyov, deputado da Duma (câmara baixa do parlamento), fez uma nova ameaça nuclear contra o ocidente. Zhuravlyov foi entrevistado...