Translate

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

TENTOU FUGIR À GNR E CAUSOU ACIDENTE QUE MATOU JOVEM


Um condutor que estava em fuga à GNR colidiu com outro veículo em Mindelo, freguesia de Vila do Conde, causando um morto. Vítima, de 28 anos, tinha ido buscar o jantar. Suspeito, de 47 anos, foi detido com droga.

Acabou em tragédia a tentativa de um condutor escapar à GNR, esta terça-feira à noite, em Vila do Conde. O carro guiado pelo fugitivo embateu violentamente noutro automóvel, junto à estação de metro de Mindelo, matando o respetivo condutor, de 28 anos.


A vítima, João Silva, morava com a namorada relativamente perto do local do acidente e tinha ido buscar o jantar ao McDonald"s. Fazia a viagem de regresso à habitação, quando foi surpreendido pelo veículo em fuga. Na sequência da colisão, sofreu ferimentos de extrema gravidade. As equipas de socorro ainda estiveram cerca de 20 minutos em manobras de reanimação, mas o óbito foi declarado no local.

O detido é um homem de 47 anos, que ainda agrediu os elementos da GNR ao pontapé quando estava a ser algemado. As autoridades verificaram, depois, que tinha consigo droga.

Ordem de paragem

O acidente aconteceu pelas 20.30 horas. Pouco tempo antes, o condutor de um Mercedes não tinha respeitado a ordem de paragem de GNR, que procedia a uma operação de fiscalização em Modivas. Encetou uma tentativa fuga, a alta velocidade, e terá circulado pouco mais de um quilómetro até embater no Fiat Punto conduzido por João Silva

A GNR, que fazia a perseguição ao suspeito, assistiu ao acidente que deixou os dois carros destruídos. A colisão deu-se no entroncamento da Rua da Estação e da Rua do Pinheiro, em Mindelo. A situação não passou despercebida a quem mora naquela zona.

"Ouvi um estrondo e, depois, muitas sirenes. Vim tentar perceber o que se passava e vi a GNR a algemar um homem", contou Carlos Martins, morador.

Também a namorada de João Silva, com quem o jovem vivia, esteve no local do acidente. Vendo que o companheiro tardava a chegar a casa com o jantar, saiu para tentar ver o que se passava e acabou por deparar-se com a situação. Quando se apercebeu do que se tinha passado, ficou em desespero. João tinha 28 anos, feitos no dia 24 de dezembro.

Nas operações de socorro estiveram os Bombeiros Voluntários de Vila do Conde, a Cruz Vermelha de Vilar e o INEM.





Sem comentários:

"REI DOS CATALISADORES" VOLTA A SER LIBERTADO

O Rei dos catalisadores, que protagonizou duas fugas as autoridades e é suspeito de mais de 70 furtos em veículos desde o início do ano, vol...