Translate

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

VÍDEO: OBSERVATÓRIO EXIGE MEDIDAS PARA EVITAR QUE POLÍCIAS PREFIRAM SER AGREDIDOS A USAR A ARMA


Associação com sede na Faculdade de Direito da Nova de Lisboa reagiu ao vídeo que mostra agente da Polícia Municipal a ser atacado. Observatório da Segurança Interna estranha que agente não tivesse gás pimenta.

O Observatório da Segurança Interna, uma entidade privada com sede na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, defende que "é preocupante verificar que a Polícia Municipal de Lisboa permite que um dos seus agentes de autoridade, esteja sozinho, durante um serviço noturno, independentemente de ser, ou não, um serviço remunerado". Esta tomada de posição surge na sequência do vídeo, publicado nas redes sociais, que mostra um agente a ser agredido por um homem sem contra-atacar.

"É também preocupante perceber que, aparentemente, não está atribuído qualquer equipamento de comunicação rádio que lhe permitisse, em urgência, pedir a assistência necessária. É muito preocupante que um agente de autoridade não disponha de meios menos letais para se defender, nomeadamente o tradicional gás pimenta", acrescenta a associação num comunicado conhecido nesta quinta-feira.

O Observatório da Segurança Interna considera, ainda que "é avassalador pensar que durante o tempo em que esteve a ser agredido, o agente tinha a clara perceção tendo-o afirmado que a sua capacidade de defesa está largamente diminuída e, como tal e conscientemente, não fez o uso da sua arma de fogo". "O agente prefere ser agredido, do que fazer uso das prerrogativas legais ao seu dispor para se defender. E é aqui que claramente nos devemos focar", frisa.

Após este episódio, a associação pede aos "partidos políticos que dediquem parte dos seus programas eleitorais à segurança interna e à justiça" e apresentem "propostas sérias que permitam aumentar a qualidade de vida e a segurança dos elementos das forças e serviços de segurança".

Sem comentários:

"REI DOS CATALISADORES" VOLTA A SER LIBERTADO

O Rei dos catalisadores, que protagonizou duas fugas as autoridades e é suspeito de mais de 70 furtos em veículos desde o início do ano, vol...