Translate

sábado, 5 de março de 2022

QUEM TENTAR IMPOR ZONA DE EXCLUSÃO AÉREA ESTARÁ A ENTRAR NA GUERRA, DIZ PUTIN


Vladimir Putin disse, este sábado, que as sanções ocidentais contra a Rússia são equivalentes a uma declaração de guerra e que Moscovo precisa de defender os seus interesses na Ucrânia, bem como os "falantes de russo" na zona leste do país.

Durante uma reunião com funcionários da companhia aérea russa Aeroflot, o chefe de Estado russo disse que Moscovo quer que Kiev seja "desmilitarizado", "desnazificado" e neutro, repetindo que a Rússia irá considerar qualquer país que tente impor uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia como participante na guerra.

"Qualquer movimento nesse sentido será considerado por nós como participação no conflito armado", indicou, considerando que a imposição de uma zona de exclusão aérea teria "consequências colossais e catastróficas não apenas para a Europa, mas também para o mundo inteiro".

Citado pela agência de notícias Reuters, Putin descartou ainda rumores de que Moscovo estará a planear declarar a lei marcial. "A lei marcial só deve ser introduzida nos casos em que há agressão externa. Não estamos a viver isso neste momento e espero que não aconteça", justificou.

1 comentário:

" R y k @ r d o " disse...

Maldito sejas ASSASSINO.
.
Abraço … domingo feliz
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

"REI DOS CATALISADORES" VOLTA A SER LIBERTADO

O Rei dos catalisadores, que protagonizou duas fugas as autoridades e é suspeito de mais de 70 furtos em veículos desde o início do ano, vol...