Translate

segunda-feira, 6 de junho de 2022

PAÍSES PRÓXIMOS DA SÉRVIA RECUSAM PASSAGEM DE AVIÃO DO MNE DA RÚSSIA


Os países em redor da Sérvia fecharam o seu espaço aéreo ao avião do ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, que deveria voar hoje para Belgrado, disse a sua porta-voz, Maria Zakharova.

“Hoje, os países em redor da Sérvia fecharam o canal de comunicação, recusando-se a autorizar o sobrevoo do avião de Serguei Lavrov, que ia para a Sérvia”, disse Zakharova ao canal de televisão italiano La7 no domingo à noite, segundo as agências noticiosas russas.

“A delegação russa deveria chegar a Belgrado para conversações. Mas a União Europeia (UE) e os países membros da NATO fecharam o seu espaço aéreo”, acrescentou Zakharova, citada hoje pela agência francesa AFP.

O jornal sérvio Vecernje Novosti noticiou que Bulgária, Macedónia do Norte e Montenegro se recusaram a fornecer um corredor aéreo para o avião de Lavrov, segundo a agência russa TASS.

Uma fonte diplomática russa citada pela agência noticiosa Interfax disse que a visita de Lavrov à Sérvia foi cancelada, segundo a AFP.

LAVROV CONSIDERA INCONCEBÍVEL SER IMPEDIDO DE VOAR PARA BELGRADO

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, considerou inconcebível o encerramento do espaço aéreo de três países europeus ao avião que o iria transportar para uma visita à Sérvia.

“O inconcebível aconteceu”, disse Lavrov numa conferência de imprensa em Moscovo, citado pela agência francesa AFP. “Esta é uma decisão sem precedentes de alguns membros da NATO”, considerou o ministro russo, segundo a agência espanhola EFE.

Lavrov disse que “se a visita do ministro dos Negócios Estrangeiros russo for vista no Ocidente quase como uma ameaça global, então pode-se ver que as coisas no Ocidente são muito más”.

RÚSSIA CONDENA FECHO DO ESPAÇO AÉREO

O vice-presidente do Conselho da Federação, a câmara alta do parlamento russo, Konstantin Kossachev, denunciou o encerramento do espaço aéreo ao avião de Lavrov como um movimento dirigido “contra a Rússia como Estado e a Sérvia como Estado”.

“Espero que a reação seja conjunta e extremamente severa, não só sob a forma de protestos diplomáticos, mas também sob a forma de ações práticas e concretas”, escreveu Kossachev na rede social Telegram, citado pela AFP.

A primeira-ministra sérvia, Ana Brnabic, disse, no domingo, que a situação era “excecionalmente complicada” devido à impossibilidade de o avião de Lavrov sobrevoar certos países.

A chefe do Governo disse, na altura, que o próprio Presidente sérvio, Aleksandar Vucic, estava a trabalhar na organização da visita.

Serguei Lavrov está sob sanções da UE desde 25 de fevereiro, no dia seguinte à invasão da Ucrânia, tal como o Presidente russo, Vladimir Putin.

Lavrov deveria encontrar-se em Belgrado com o Presidente sérvio, com o seu homólogo sérvio, Nikola Selakovic, e com o patriarca da Igreja Ortodoxa Sérvia, Porfírio.

1 comentário:

- R y k @ r d o - disse...

Deviam fazer o mesmo sobre o espaço aéreo da Ucrânia aos aviões russos.
.
Cumprimentos … uma semana Feliz.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

"REI DOS CATALISADORES" VOLTA A SER LIBERTADO

O Rei dos catalisadores, que protagonizou duas fugas as autoridades e é suspeito de mais de 70 furtos em veículos desde o início do ano, vol...