Translate

sábado, 19 de novembro de 2022

CERVEJA PROIBIDA NOS ESTÁDIOS DO MUNDIAL? BUDWEISER REVELA QUE VAI DAR TODO O STOCK AO PAÍS CAMPEÃO


A poucos dias do início do Mundial do Qatar, a FIFA anunciou que nenhuma cerveja alcoólica seria vendida aos adeptos nos estádios. O pedido foi feito pela família real do Qatar, o que levou de imediato à especulação de qual o impacto desta decisão junto de um dos principais patrocinadores da competição, a marca de cerveja Budweiser, que poderá vir a exigir uma indemnização milionária.

Este sábado, a marca norte-americana reagiu com algum sentido de humor, através de um tweet onde pode ser lido: “New Day, New Tweet. Winning Country gets the Buds. Who will get them?” / "Novo Dia, Novo Tweet. País vencedor recebe as Buds. Quem as vai receber?"

https://twitter.com/Budweiser/status/1593893410062143488?s=20&t=UgJBWjMysuzxa8eQ7w8ACw

No Qatar, o consumo de álcool é bastante restrito e a bebida pode ser consumida apenas em alguns hotéis da capital.
Durante o mundial, estes regulamentos foram relaxados, mas o álcool continua a não ser vendido em supermercados e os preços das bebidas podem alcançar valores muito elevados um litro de cerveja chega a custar mais de 13 euros.

Contudo, a escassos dois dias chegou a confirmação que muitos adeptos temiam.

"Na sequência de discussões entre as autoridades do país anfitrião e a FIFA, foi tomada a decisão de concentrar a venda de bebidas alcoólicas no festival de fãs da FIFA, noutras zonas de fãs e locais licenciados, retirando pontos de venda de cerveja dos perímetros dos estádios do Mundial Qatar 2022", lê-se numa declaração citada pela BBC.

"As autoridades do país anfitrião e a FIFA continuarão a assegurar que os estádios e áreas circundantes proporcionem uma experiência agradável, respeitosa e agradável para todos os adeptos", é ainda referido.

Sem comentários:

LÍDER DA COREIA DO NORTE PROMETE FORÇA ESTRATÉGICA NUCLEAR "MAIS PODEROSA DO MUNDO"

A Coreia do Norte, munida de armas nucleares, tem "a força estratégica mais poderosa do mundo", disse o líder Kim Jong-un numa cer...