Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta ALEMANHA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta ALEMANHA. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 8 de junho de 2022

BERLIM INVESTIGA INTENCIONALIDADE DE ATROPELAMENTO MÚLTIPLO QUE FEZ UM MORTO


A polícia alemã está a investigar a possível intencionalidade num atropelamento de várias pessoas, esta quarta-feira, em Berlim, que fez um morto e seis feridos muito graves, causado por um residente germano-arménio de 29 anos.

Vários meios de comunicação, desde o jornal Bild à televisão pública ARD, consideram cada vez mais possível que não se trate de um acidente, como inicialmente se considerou, mas sim de um ato deliberado ou mesmo com motivação política.

O jornal cita fontes da investigação referindo que dentro do carro que atropelou um grupo de estudantes, que visitavam a capital alemã, foram encontrados vários escritos e cartazes relacionados com a Turquia.

Até agora, a polícia insistiu que está a investigar todas as possibilidades para o que aconteceu, tanto de um acidente, talvez causado por um problema de saúde, como um ato intencional.

Vários meios de comunicação alemães que citaram fontes policiais aludiram a possíveis problemas psíquicos do condutor do veículo e apontaram para a aparente confusão do homem quando foi detido pela polícia.

A vítima mortal é uma professora de 51 anos, que estava com um grupo de estudantes.

O homem, de 29 anos, condutor de um Renault Clio propriedade da sua irmã, tentou fugir depois de atropelar o grupo e bater com o seu carro numa montra, mas foi detido por transeuntes, até à chegada de agentes da polícia.

No total, dez pessoas ficaram feridas, seis das quais internadas num hospital em estado muito grave e outras três com ferimentos também graves.

O local do atropelamento situa-se próximo de Breitscheidplatz, a praça central onde em dezembro de 2016 o 'jihadista' tunisino Anis Amri abalroou deliberadamente, conduzindo um camião roubado, um popular mercado de Natal e matou 13 pessoas de várias nacionalidades.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

DOIS POLÍCIAS ALEMÃES MORTOS A TIRO, VASTA OPERAÇÃO DE BUSCA EM CURSO

 


Dois polícias foram mortos, esta segunda-feira, durante uma operação de controlo de trânsito no estado alemão ocidental da Renânia Palatinado. Está em curso uma vasta operação de busca.

Os dois agentes, um homem e uma mulher, foram mortos a tiro às 4.20 horas (3.20 horas em Portugal continental) em Kusel, perto da cidade de Kaiserlautern, Estado da Renânia Palatinado.

Segundo o portal do jornal "Bild", os polícias, de 24 e 29 anos, enviaram uma mensagem via rádio pouco antes de serem mortos, informando que tinham ordenado a paragem de um veículo suspeito, que transportava caça.

São desconhecidas as razões destes homicídios, os seus possíveis autores ou do veículo em que fugiram.

As autoridades lançaram uma vasta operação de busca e captura no sudoeste do país e apelaram à ajuda de qualquer pessoa que visse algo suspeito nas proximidades.

As operações de busca estendem-se ao Estado regional do Sarre, perto da fronteira francesa, disse a polícia alemã através da rede social Twitter.

"Não existe qualquer descrição dos autores ou do veículo usado na fuga", disse a polícia de Kaiserslautern.

sábado, 20 de fevereiro de 2021

POLÍCIA ALEMÃ DETÉM SUSPEITO DE ENVIO DE CARTAS-BOMBA A EMPRESAS


Um homem de 66 anos foi detido na Alemanha por suspeita de ter enviado, na semana passada, para várias empresas, pacotes e cartas armadilhadas, que explodiram e fizeram quatro feridos.

A procuradoria de Heidelberg e o departamento regional de investigação criminal de Baden-Württemberg divulgaram um comunicado em que afirmam que o homem, que não tem antecedentes criminais e está em prisão preventiva, foi detido em sua casa, na localidade de Ulm, sem resistir.

Os investigadores consideram pouco provável que o homem tenha enviado mais encomendas armadilhadas e continuam a analisar as provas recolhidas.

A primeira bomba que alegadamente terá enviado foi endereçada à sede da empresa Wild, em Eppelheim, e feriu uma pessoa ao explodir, no dia 16.

A segunda, que chegou à sede da rede de supermercados Lidl, em Heilbronn-Neckarsulm, fez três feridos.

Um outro pacote armadilhado foi intercetado no dia 17 num centro de distribuição de correio do aeroporto de Munique e o seu destino era a empresa Hipp, da Baviera, que faz comida para bebés.

Segundo o jornal "Bild", os remetentes serão nomes falsos com moradas que correspondem a residências de estudantes.

domingo, 6 de dezembro de 2020

BOMBA DA II GUERRA MUNDIAL FOI ENCONTRADA EM UMA CONSTRUÇÃO EM FRANKFURT E OBRIGA A EVACUAR CERCA DE 13 MIL PESSOAS

 


Cerca de 12.800 pessoas foram retiradas este domingo de Frankfurt, capital financeira da Alemanha, para permitir desativar uma bomba britânica de 500 quilos datada da Segunda Guerra Mundial, anunciaram as autoridades.

A bomba foi encontrada numa zona de construção no distrito de Gallus e o local teve de ser isolado num raio de 700 metros devido aos danos que o dispositivo poderia causar se explodisse, de acordo com as mesmas fontes.

Devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, a operação poderá demorar algum tempo e estender-se até à noite, de acordo com as autoridades.

Setenta e cinco anos após o fim da II Guerra Mundial, a Alemanha continua a ter muitas bombas por explodir, frequentemente encontradas em estaleiros de construção.

Sete dessas bombas foram desativadas este ano após terem sido descobertas no terreno escolhido para instalar a primeira fábrica europeia de carros elétricos Tesla, perto de Berlim em 2021.

Outras bombas foram desativadas este ano em Colónia (oeste) e Dortmund (oeste).

Em 2017, a descoberta de uma bomba de 1,4 toneladas em Frankfurt resultou na retirada de 65.000 pessoas, a maior operação de evacuação na Europa desde 1945.

"REI DOS CATALISADORES" VOLTA A SER LIBERTADO

O Rei dos catalisadores, que protagonizou duas fugas as autoridades e é suspeito de mais de 70 furtos em veículos desde o início do ano, vol...