google.com, pub-4886806822608283, DIRECT, f08c47fec0942fa0

tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta BRASIL - COVID-19. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta BRASIL - COVID-19. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

VIDEO: BOLSONARO FINALMENTE SE MANIFESTA SOBRE VACINA E DÁ ALFINETADA EM DÓRIA


Vacinação contra a covid-19 começa nesta segunda em todos os estados

JoĂŁo Doria (PSDB) deu inĂ­cio Ă  vacinação neste domingo, 17, sem esperar a distribuição do MinistĂ©rio da SaĂșde — ato classificado pelo ministro Eduardo Pazuello como ilegal. Bolsonaro, que colocou a eficĂĄcia dos imunizantes em dĂșvida diversas vezes, tambĂ©m afirmou que apĂłs a aprovação da Anvisa “nĂŁo tem o que discutir mais”.

“Apesar da vacina…Apesar, nĂŁo. A Anvisa aprovou, nĂŁo tem o que discutir mais. Agora, havendo disponibilidade no mercado, a gente vai comprar e vai atrĂĄs de contratos que fizemos tambĂ©m, que era para ter chegado aqui. EntĂŁo, estĂĄ liberada a aplicação no Brasil. E a vacina Ă© do Brasil, nĂŁo Ă© de nenhum governador, nĂŁo”, disse Bolsonaro a apoiadores, no PalĂĄcio da Alvorada.


Em outro momento, Bolsonaro disse que “ninguĂ©m tomaria a vacina do Doria na marra”. “E eu, que sou o governo, e o dinheiro nĂŁo Ă© meu, Ă© do povo, nĂŁo vai comprar tua vacina tambĂ©m nĂŁo, tĂĄ ok? Procura outro pra pagar tua vacina”.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

ESTOQUE DE OXIGÊNIO ACABA EM HOSPITAIS DE MANAUS E PACIENTES MORREM ASFIXIADOS


SÃO PAULO - Com a nova explosĂŁo de casos de covid no Amazonas, o estoque de oxigĂȘnio acabou em vĂĄrios hospitais de Manaus nesta quinta-feira, 14, levando pacientes internados Ă  morte por asfixia, segundo relatos de mĂ©dicos que trabalham na capital amazonense. O governo federal anunciou que vai transferir pacientes para outros Estados.

O Hospital UniversitĂĄrio GetĂșlio Vargas, ligado Ă  Universidade Federal do Amazonas (UFAM), ficou cerca de quatro horas sem o insumo na manhĂŁ desta quinta, o que gerou desespero entre os profissionais, segundo relatou ao EstadĂŁo uma mĂ©dica da unidade, que nĂŁo quis de identificar.

"Colegas perderam pacientes na UTI por causa da falta de oxigĂȘnio. Eles ainda tentaram ambuzar (ventilar manualmente), mas foi sĂł para tentar atĂ© o Ășltimo recurso mesmo, porque Ă© inviĂĄvel manter isso por muito tempo. Cansa muito, tem que revezar os profissionais. Chamaram residentes para ajudar na ventilação manual. A vontade que dĂĄ Ă© de chorar o tempo inteiro. VocĂȘ vĂȘ o paciente morrendo na sua frente e nĂŁo pode fazer nada. É como se ver numa guerra e nĂŁo ter armas para lutar", disse.

Diversos relatos que circulam nas redes sociais dĂŁo conta de que a situação Ă© crĂ­tica e centenas de pessoas internadas correm risco de morrer. “O GetĂșlio Vargas estĂĄ sem oxigĂȘnio e todos os pacientes estĂŁo sendo ambuzados (ventilação manual). Se alguĂ©m puder ajudar para fazer o revezamento para ambuzar no CTI no quinto andar, por favor, estamos necessitando”, afirma um mĂ©dico, em um alerta que circulou pelas redes sociais e confirmado ao EstadĂŁo por profissionais que trabalham no hospital.

Ambuzar Ă© uma expressĂŁo usada para a oxigenação mecĂąnica em que um profissional precisa ficar bombeando um balĂŁo de oxigĂȘnio com as mĂŁos, o que Ă© exaustivo e precisa de revezamento constante.

Segundo a mĂ©dica ouvida pela reportagem, o GetĂșlio Vargas recebeu, por volta das 12 horas, alguns cilindros de oxigĂȘnio, mas a estimativa era a de que eles seriam suficientes para apenas duas horas.

De acordo com relatos de outros profissionais de saĂșde da cidade postados nas redes sociais, a maioria dos hospitais sofre o mesmo problema. HĂĄ registro de falta do insumo nos hospitais Fundação de Medicina Tropical e nos serviços de pronto-atendimento (SPAs) da capital amazonense.

O procurador de Justiça PĂșblio Caio Dessa Cyrino, que tinha um filho internado no Hospital Fundação de Medicina Tropical, disse ao EstadĂŁo que pela manhĂŁ nĂŁo havia oxigĂȘnio para nenhum dos pacientes. “Minha nora me ligou Ă s 5h, quando ela foi lĂĄ visitĂĄ-lo, avisando que tinha acabado. Ele estava no terceiro dia de UTI e evoluindo bem. Por sorte eu tinha uma ‘bala’ de oxigĂȘnio em casa e corri para o hospital para levar para ele. Quando cheguei com a bala na mĂŁo, vi o olhar de desespero dos mĂ©dicos, servidores. Eles estavam em choque, sem poder fazer nada.”

Cyrino conta que o filho, de 36 anos, começou a se sentir mal hĂĄ quase duas semanas, mas logo no inĂ­cio nĂŁo achou vaga em hospital e ficou em home care, por isso ele tinha oxigĂȘnio. “Isso aqui Ă© uma praça de guerra. E esse governo irresponsĂĄvel nĂŁo se planejou para a guerra, apesar de saber que ela iria ocorrer”, disse.

Ele conseguiu contratar uma UTI aĂ©rea e ia transferir o filho para SĂŁo Paulo agora Ă  tarde. “Eu consegui, mas quantas centenas nĂŁo tĂȘm como fazer isso e podem morrer hoje?”

Mesmo as unidades que ainda nĂŁo chegaram ao fim do estoque tĂȘm insumo escasso, como Ă© o caso do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. MĂ©dico de urgĂȘncia e emergĂȘncia na unidade, Diemerson Silva diz que a demanda por oxigĂȘnio se intensificou com o aumento de internaçÔes pela covid-19 nos Ășltimos sete dias.

“O hospital Ă© abastecido de forma diĂĄria, de acordo com a necessidade, mas na Ășltima semana houve uma maior necessidade e, com essa dimensĂŁo, tivemos que fazer o uso racional do oxigĂȘnio”, explica. “O que tem acontecido Ă© que hĂĄ aumento da demanda de consumo e, infelizmente, uma diminuição da oferta.”

Silva conta que o hospital tem, nesta quinta-feira, ao menos cem pacientes, entre enfermaria e unidade de tratamento intensivo, com necessidade de oxigenação. “No momento, nĂŁo temos pacientes sem oxigĂȘnio, mas temos uma oferta que nĂŁo vai dar para suprir todos. Chegam muitos pacientes a cada hora e nĂŁo sabemos atĂ© quando vamos conseguir ofertar para essa quantidade de pessoas.”

De acordo com ele, houve uma reuniĂŁo nesta manhĂŁ entre os membros do gabinete de crise e agora o hospital aguarda o suprimento vindo de outros Estados.

Segundo Marcellus CampĂȘllo, secretĂĄrio Estadual da SaĂșde do Amazonas, as empresas fornecedoras de oxigĂȘnio entraram em colapso por nĂŁo conseguir atender a demanda pelo insumo, que dobrou em relação ao primeiro pico da pandemia, em abril e maio.

"No 1Âș pico, o consumo mĂĄximo foi de 30 mil metros cĂșbicos de oxigĂȘnio e, nesse momento, nĂłs estamos com consumo acima de 70 mil cĂșbicos de oxigĂȘnio. O nĂșmero mais que dobrou em relação ao pico do ano passado. Ontem Ă  noite fomos informados do colapso do plano logĂ­stico em relação a algumas entregas que estariam abastecendo a cidade de Manaus, o que causarĂĄ uma interrupção da programação por algumas horas", declarou.

Pacientes devem ser transferidos para outros Estados

Com o colapso da rede de atendimento, o Amazonas deve transferir os seus pacientes a outros Estados. A ideia Ă© que ao menos 750 pessoas recebam tratamento em diversas outras cidades.

Mais cedo, em entrevista Ă  imprensa, o governador Wilson Lima (PSC) afirmou que o Amazonas vive "o momento mais crĂ­tico da pandemia, algo sem precedente". No ano passado, as redes de saĂșde e funerĂĄria do Estado jĂĄ colapsaram.

O governo federal irĂĄ apoiar a transferĂȘncia dos pacientes, em aviĂ”es militares. O secretĂĄrio nacional de Atenção Especializada em SaĂșde, Franco Duarte, disse que serĂŁo transferidos pacientes com quadros "moderados", que exigem uso de oxigĂȘnio, mas tĂȘm ainda condiçÔes de serem transportados.

O vice-presidente Hamilton MourĂŁo informou na tarde desta quinta que aviĂ”es da Força AĂ©rea Brasileira (FAB) transportarĂŁo a Manaus mais de oito toneladas de material hospitalar, entre camas, cilindros de oxigĂȘnio, macas e barracas.

Com novo pico de covid-19, enterros em Manaus quintuplicam em um mĂȘs

O nĂșmero de sepultamentos em Manaus quintuplicou em um mĂȘs, segundo dados divulgados pela Prefeitura. Na quarta-feira, 13, 198 enterros ocorreram na capital, dos quais 87 tinham confirmação para covid-19 e sete eram de casos suspeitos. Em 13 de dezembro foram 36 Ăłbitos, seis com resultado positivo para o vĂ­rus. Isto representa um aumento de 450%.

O crescimento tambĂ©m se repete entre as mortes em domicĂ­lio, que quadruplicaram. Em 13 de dezembro, foram registradas 6 pela gestĂŁo municipal, nĂșmero que subiu para 26 em 13 de janeiro.

Com o aumento de sepultamentos, duas cĂąmaras frigorĂ­ficas foram instaladas pela gestĂŁo municipal e começaram a funcionar nesta quinta-feira no cemitĂ©rio pĂșblico Nossa Senhora Aparecida. Elas sĂŁo destinadas ao armazenamento provisĂłrio de atĂ© 60 caixĂ”es.

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

INTOXICAÇÃO DE MEDICAMENTOS E ALCOOL MOTIVO DA MORTE DO VOLUNTÁRIO DA CORONAVAC

 


Brasileiro de 33 anos participava na terceira fase do ensaio da vacina.

As autoridades do estado brasileiro de SĂŁo Paulo confirmaram esta quinta-feira que o voluntĂĄrio da Coronavac, potencial vacina chinesa contra a covid-19, morreu devido a intoxicação aguda por sedativos, analgĂ©sicos e ĂĄlcool.

A informação foi confirmada Ă  imprensa brasileira pela Secretaria de Segurança PĂșblica de SĂŁo Paulo (SSP-SP), que acrescentou que os relatĂłrios "dos institutos de CriminalĂ­stica (IC) e MĂ©dico Legal (IML) do referido caso foram concluĂ­dos e encaminhados Ă  autoridade policial do bairro de JaguarĂ©".

"Os resultados apontam que a morte se deu em consequĂȘncia de uma intoxicação exĂłgena por agentes quĂ­micos. Foram constatadas as presenças de opioides, sedativos e ĂĄlcool no sangue na vĂ­tima", indicou a SSP-SP, citada pela rede televisiva CNN Brasil.

Na sequĂȘncia da morte desse voluntĂĄrio, um homem de 33 anos que participava na terceira fase do ensaio da Coronavac, a AgĂȘncia Nacional de VigilĂąncia SanitĂĄria (Anvisa) decidiu suspender os testes na segunda-feira, enquanto aguardava recomendaçÔes por parte de um comitĂ© internacional independente, que analisa o desenvolvimento do imunizante.

Contudo, na manhĂŁ de quarta-feira, o ĂłrgĂŁo regulador do Brasil autorizou a retoma dos testes da Coronavac.

"A Anvisa informa que acaba de autorizar a retomada do estudo clĂ­nico relacionado Ă  vacina Coronavac, que tem como patrocinador o Instituto Butantan", de SĂŁo Paulo, indicou o ĂłrgĂŁo brasileiro em comunicado.

"Após avaliar os novos dados apresentados pelo patrocinador depois da suspensão do estudo, a Anvisa entende que tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação e segue acompanhando a investigação do desfecho do caso, para que seja definida a possível relação de causalidade entre o evento adverso grave inesperado e a vacina", acrescentou.

A agĂȘncia informou ainda que nĂŁo iria divulgar a natureza do evento adverso ocorrido "em respeito Ă  privacidade e integridade dos voluntĂĄrios da pesquisa".

Apesar de a Anvisa nĂŁo ter confirmado oficialmente as causas da morte do voluntĂĄrio de 33 anos, em 29 de outubro, a imprensa brasileira teve acesso ao boletim de ocorrĂȘncia da polĂ­cia brasileira sobre o caso, que indicou suicĂ­dio como causa do Ăłbito.

A coronavac tem sido alvo de uma forte politização no Brasil, principalmente entre o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o governador de São Paulo, João Doria, que se tornou um dos adversårios mais ferrenhos do chefe de Estado no campo conservador.

No mĂȘs passado, Bolsonaro posicionou-se contra a aquisição da vacina chinesa, tendo obrigado o seu MinistĂ©rio da SaĂșde a recuar na intenção de comprar o imunizante, argumentando que o imunizante ainda nem sequer havia superado a fase de testes clĂ­nicos.

A recusa de Bolsonaro contrasta com um outro acordo - firmado pelo seu Governo com a Universidade de Oxford e com o laboratório AstraZeneca - para a compra de 100 milhÔes de doses da vacina, que ambas as instituiçÔes desenvolvem e que se encontra na mesma fase de estudos que o imunizante da Sinovac.

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

GOSTAVO MONTEZANO, PRESIDENTE DO (BNDES) TESTA POSITIVO PARA COVID-19

 


Gostavo Montezano, presidente do Banco de Nacional de Desenvolvimento EconĂłmico e Social (BNDES),fez o exame semana passada e teve resultado positivo para Covid-19, segundo  informou esta segunda-feira o banco, o presidente encontra-se em isolamento social desde o inicio dos sintomas.

O (BNDES) anunciou que "o estado de saĂșde de Montezano Ă© bom e ele seguirĂĄ exercendo suas atividades, em regime de home office". 

domingo, 16 de agosto de 2020

PRIMEIRA DAMA BRASILEIRA MICHELLE BOLSONARO, ESTÁ CURADA DE COVID-19

 


No dia 30 de Julho, o palĂĄcio do Planalto confirmou que a primeira dama brasileira estava com a doença, mas hoje, domingo 16/08/2020, Michelle Bolsonaro, publicou em seu  Instagram o seu teste negativo para Covid-19.

"Exame negativo. Obrigada pelas oraçÔes por todas as manifestaçÔes de carinho",escreveu Michelle Bolsonaro.



                                              

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

JOÃO DORIA, GOVERNADOR DE SÃO PAULO TESTA POSITIVO PARA O NOVO CORONAVIRUS

 


Em sua conta do Twitter, o governador de SĂŁo Paulo disse que:"Seguindo o principio da total transparĂȘncia com que temos lidado com a pandemia, informo que fui diagnosticado com Covid-19. Estou bem, sem sintomas. Seguirei trabalhando de casa, cumprindo as recomendaçÔes mĂ©dicas de isolamento. Tenho fĂ© em Deus que vou superar a doença".

"Tudo isso vai passar, a vacina vai chegar e o Brasil terĂĄ um novo momento livre do coronavirus.  AtĂ© lĂĄ, temos de fazer este enfrentamento, seguir o protocolo e obedecer Ă  saĂșde".


Seguindo o princĂ­pio da total transparĂȘncia com que temos lidado com a pandemia, informo que fui diagnosticado com Covid-19. Estou bem, sem sintomas. Seguirei trabalhando de casa, cumprindo as recomendaçÔes mĂ©dicas de isolamento. Tenho fĂ© em Deus que vou superar a doença.
Folded hands

















quarta-feira, 12 de agosto de 2020

MORREU DE COVID-19 A AVÓ DA PRIMEIRA DAMA BRASILEIRA

 



Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 81 anos, morreu esta quarta-feira (12),  a avĂł da primeira-dama brasileira Michelle Bolsonaro foi mais uma vĂ­tima da COVID-19.

"DEUS resolveu levar minha mãezinha, não consigo acreditar. Ela lutou tanto, mostrou tanta força não resistiu. Estamos todos muito abalados", disse a filha da vitima, tia da primeira-dama.

Com um quadro clĂ­nico considerado estĂĄvel, a idosa tinha deixado a unidade de terapia intensiva na semana passada, do hospital onde esteve internada em BrasĂ­lia.


sĂĄbado, 25 de julho de 2020

PRESIDENTE DO BRASIL TESTA NEGATIVO PARA O COVID-19



Depois de ter feito 4 testes  e ter dado positivo para o COVID-19, esta sexta feira (24/07) no 5Âș teste o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, teve resultado negativo.
  
19 dias depois de ter ficado em isolamento no PalĂĄcio da Alvorada, o presidente brasileiro quando soube do teste negativo, saiu para andar de moto e agora sĂł pensa em viajar pelo Brasil, principalmente o Nordeste.

Jair Bolsonaro publicou hoje 25/07 na sua pĂĄgina do Twitter:



- RT-PCR para Sars-Cov 2: negativo. - BOM DIA A TODOS.
Image

PROTEÇÃO CIVIL ALERTA PARA CHUVA, NEVE E VENTO NAS PRÓXIMAS 48 HORAS

A Autoridade Nacional de EmergĂȘncia e Proteção Civil (ANEPC) alertou esta terça-feira para o agravamento do estado do tempo em Portugal Cont...