Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta CHUVA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta CHUVA. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

TEMPESTADE TROPICAL ANA FAZ 36 MORTOS E CAUSA ESTRAGOS EM MADAGÁSCAR


A passagem da tempestade tropical Ana em Madagáscar fez aumentar para 36 o número de mortos causados pelas chuvas torrenciais que atingiram o centro e leste do país na última semana, causando ainda 55 mil deslocados, segundo as autoridades locais.

As fortes precipitações causadas com a passagem do temporal, que alcançou a costa oriental do país na noite de sábado para domingo afetaram sobretudo a capital, Antananarivo, onde deixaram mais de 32 mil pessoas desalojadas, segundo o Gabinete de Riscos e Desastres, citado pela agência noticiosa espanhola, Efe.

Segundo as autoridades malgaxes, citadas pela agência AP, no total, mais de 55 mil pessoas foram obrigadas a abrigarem-se em zonas mais seguras, tendo muitos sido retirados em embarcações motorizadas insufláveis.

Entre as vítimas, 28 pessos morreram na capital, sete morreram em Moramanga (leste) e uma na cidade de Fianarantsoa (centro-sul).

"Todas as pessoas que ainda não tenham saído das suas casas, apesar das inundações, são instadas a fazê-lo para evitar mais perdas de vidas", declarou, esta segunda-feira, o diretor do gabinete de riscos, o general Elack Olivier Andriakaja.

O departamento de meteorologia de Madagáscar alertou para a ocorrência de fortes chuvas contínuas. A depressão tropical atravessou o oceano Índico até ao continente africano, causando fortes ventos e chuvas no centro e norte de Moçambique. A autoestrada que liga Antananarivo ao maior porto do país, Tamatave, na costa leste, foi cortada em muitas zonas devido a deslizamentos de terra e ao parcial colapso de uma barragem.

Em Moçambique, as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) suspenderam diversos voos domésticos. Devido a "chuva intensa e ventos fortes, os voos de hoje para a região norte e para algumas cidades da zona centro estão cancelados", anunciou a companhia. O cancelamento dos voos abrange Nampula, Nacala e Pemba, no norte de Moçambique, e Quelimane, Tete e Chimoio, no centro.

A LAM condiciona atualizações sobre os horários à evolução da tempestade tropical.

Uma zona de baixas pressões intensificou-se ao passar pelo Canal de Moçambique durante o domingo, transformando-se na tempestade tropical Ana antes de atingir a costa no distrito de Angoche.

Na atual época de tempestades (de outubro a abril), pelo menos 14 pessoas morreram e outras 53.269 foram afetadas por desastres naturais, segundo o mais recente relatório do Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGD) de Moçambique.

RÚSSIA FAZ NOVA AMEAÇA NUCLEAR: KREMLIN ADMITE LANÇAR O MÍSSIL BALÍSTICO INTERCONTINENTAL "SATAN II"

leksey Zhuravlyov, deputado da Duma (câmara baixa do parlamento), fez uma nova ameaça nuclear contra o ocidente. Zhuravlyov foi entrevistado...