Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta CONFERÊNCIA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta CONFERÊNCIA. Mostrar todas as mensagens

sábado, 6 de março de 2021

CAVACO SILVA: "A DEMOCRACIA EM PORTUGAL ESTÁ AMORDAÇADA"


O antigo presidente da República teceu, este sábado, duras críticas ao Governo, manifestando-se preocupado com a "deterioração da qualidade da nossa democracia".

Cavaco Silva foi o orador principal da sessão de abertura da quinta edição da Academia de Formação Política para mulheres sociais-democratas que decorre este fim de semana por videoconferência.

Cavaco Silva elencou "alguns exemplos" que revelam os "sinais de que a nossa democracia está amordaçada": Os "políticos que legitimamente criticam a ação do Governo e que são por ele acusados de criminosos e antipatriotas, que promovem campanhas internacionais contra Portugal". A escolha do Governo, para membro da Procuradoria Europeia, que não recaiu "em quem um júri internacional e independente selecionou", mas "num procurador da confiança da sua área política, tendo mesmo viciado o currículo vitae submetido às autoridades europeias". Ou a "não recondução do presidente do Tribunal de Contas", que "teve paralelo na decisão do Governo de não reconduzir a Procuradora-Geral da Republica".

A isto se juntam, afirmou, "tentativas de controlo ou desqualificações de respeito das entidades independentes da nossa democracia, como é o caso do Banco de Portugal, do Conselho de Finanças Públicas da Unidade Técnica de Apoio Orçamental e da Comissão de Recrutamento e da Seleção para a função pública, a CRESAP, e outras".

O antigo líder do PSD falou também das notícias de que membros do governo mentem e manifestam falta de bom senso, como foi o caso da "proibição dos jovens estudantes beneficiarem de aulas à distância no quadro das restrições à liberdade imposta pelo combate à pandemia." Das notícias sobre "a falta de transparência e verdade sobre o Orçamento Geral do Estado e a reação desrespeitadora do Governo em relação àqueles a quem cabe o escrutínio democrático das contas públicas".

"Estas e outras notícias'', acrescenta, "já ultrapassaram as nossas fronteiras, afetando negativamente a reputação internacional do país". "Foi com imenso desgosto que recebi a notícia que a [revista] "The Economist", tinha deslocado Portugal da lista dos países de democracia plena para o grupo de países de democracia com falhas. Numa altura em que nos aproximamos do cinquentenário da Revolução de Abril, devíamos ficar muito preocupados com estes sinais de democracia amordaçada", insistiu o antigo primeiro-ministro.

PSD tem de atrair eleitores que votaram PS

Cavaco Silva também deixou recados para o PSD. O "ponto central de uma estratégia que possa ter sucesso", é colocar o atual governo e o PS como o único adversário, "havendo que não dispensar esforços em relação a qualquer outro partido."

"O objetivo principal é atrair eleitores que nas últimas eleições votaram PS. Sem isso, o PSD não conseguirá liderar uma mudança de Governo", apontou.

O partido liderado por Rui Rio deve apostar na defesa de "políticas alternativas adequadas para resolver os problemas do país e melhorar o bem-estar, mas nunca recorrendo a insultos, respeitando sempre as regras da boa educação e não recusando o diálogo".

"Deve promover políticas que são sensíveis a eleitores que é importante trazer de volta ao PSD, como "uma economia de mercado assente na primazia da livre iniciativa privada e da concorrência como motor de crescimento económico e da prosperidade dos cidadãos". Ou "um sistema fiscal que favoreça a eficiência na afetação de recursos, a criação de emprego, a inovação e ao aumento da produtividade e da competitividade das empresas. E ainda que seja "inequívoca na defesa da autonomia da sociedade civil e da independência da comunicação social em relação ao poder politico".

TONY CARREIRA ESTÁ NOVAMENTE SOLTEIRO

Relação com a hospedeira Ângela Rocha terá terminado “há poucas semanas”. Tony Carreira  terminou a sua relação com  Ângela Rocha  recenteme...