tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta COVID-19-ESTADOS -UNIDOS-CHINA-ONU. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta COVID-19-ESTADOS -UNIDOS-CHINA-ONU. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

A CHINA DIZ AOS EUA "JÁ CHEGA"

 


A indignação da China, desta vez na ONU, depois de os EUA em uma reuniĂŁo por videoconferĂȘncia, acusarem o paĂ­s de ser responsĂĄvel pela pandemia.

"JĂĄ chega! JĂĄ criaram problemas suficientes no mundo", disse o embaixador chinĂȘs na ONU, Zhang Jun, Ă  embaixadora norte-americana Kelly Craft, sobre o olhar de AntĂłnio Guterres.

"Antes de apontar o dedo aos outros, qual Ă© a causa dos sete milhĂ”es de casos de infeção e mais de 200.000 mortes nos Estados Unidos?", disse o embaixador chinĂȘs acusando Washington de espalhar "o vĂ­rus da desinformação", e de "mentir" e "enganar".

UMA GRANDE POTÊNCIA DEVE COMPORTAR-SE COMO UMA GRANDE POTÊNCIA"

Agir assim "nĂŁo resolverĂĄ nenhum problema, parem de politizar o vĂ­rus (...) uma grande potĂȘncia deve comportar-se como uma grande potĂȘncia", com esta frase recebeu o apoio de seu colega russo, Vasily Nebenzia.

"Deveria ter vergonha! Estou chocada e indignada com o conteĂșdo da discussĂŁo de hoje", disse Craft.

"Na verdade, estou bastante envergonhada deste Conselho, com membros que aproveitaram a oportunidade para se concentrar em ressentimentos polĂ­ticos em vez de (se concentrarem) na questĂŁo crĂ­tica da agenda".

"A decisĂŁo do Partido Comunista ChinĂȘs de ocultar a origem deste vĂ­rus, de minimizar o perigo e de suprimir a cooperação cientĂ­fica transformou uma epidemia local numa pandemia global", acusou a embaixadora.

"Mais importante ainda, essas decisÔes jå custaram centenas de milhares de vidas em todo o mundo. Centenas de milhares".

"OS CIDADÃOS MUÇULMANOS NÃO SÃO PERSEGUIDOS" EM FRANÇA

  O principal interlocutor dos poderes pĂșblicos franceses para o IslĂŁo, Mohamed Moussaoui, considerou hoje que os muçulmanos em França "...