Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta DESACATOS. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta DESACATOS. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 26 de abril de 2021

VIDEO: DOIS PRESOS ENVOLVEM-SE EM PANCADARIA COM SEGURANÇA EM GUIMARÃES


Dois reclusos que gozavam o primeiro dia de saída precária envolveram-se em confrontos com o segurança da central de camionagem de Guimarães, na passada sexta-feira. As imagens da pancadaria circulam nas redes sociais.

Rui Costa, de 43 anos, e Marco Silva, de 40 anos, já tinham entrado na central de camionagem de Guimarães onde armaram confusão e foram expulsos, na passada sexta-feira à tarde. Poucos minutos depois, voltaram a entrar e envolveram-se em confrontos com o segurança da empresa 2045 que faz vigilância no espaço.

As imagens publicadas nas redes sociais por um popular mostram a segunda entrada dos homens. Nas imagens percebe-se que os dois homens dizem alguma coisa ao segurança e este responde: "Queres levar mais?". Nesse momento entram em confronto, com o segurança a desferir um murro num dos homens e a imobilizar o outro.

Pouco depois, os homens voltam a retaliar e surge novo confronto, desta vez envolvendo também o dono de um estabelecimento de restauração sediado na central de camionagem. Os rapazes são expulsos à pancada e, na saída, agridem o proprietário do estabelecimento de restauração, que riposta.

Rui Costa está a cumprir uma pena de cinco anos após ter sido condenado por burlas. Já Marco Silva está a cumprir uma pena de 11 anos na sequência de roubos. Ambos estão presos na cadeia de Guimarães e estavam no primeiro dia de saída precária.

Na origem das agressões, apurou o JN, está a recusa dos homens em usar corretamente a máscara de proteção facial, como é obrigatório. A Câmara Municipal de Guimarães, que é responsável pelo espaço, já informou que vai pedir esclarecimentos à empresa de segurança 2045.

Por sua vez, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) informou que "conhece o assunto" e que as situações de desordem na via pública são da competência dos órgãos de polícia criminal. Se forem reportadas, são sempre "tratadas em conformidade", acrescenta a informação da DGRSP.

PORTUGUESES TERIAM DE PAGAR MAIS 22% DE IMPOSTOS PARA MANTER PENSÕES INTACTAS

No longo prazo, para manter a sustentabilidade orçamental e os mesmos benefícios ao nível de pensões,  os portugueses teriam de pagar mais 2...