tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta FRANÇA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta FRANÇA. Mostrar todas as mensagens

domingo, 11 de outubro de 2020

ESQUADRA DA POLICIA EM FRANÇA ATACADA COM BARRAS DE FERRO E MORTEIROS

 


Uma esquadra de polĂ­cia em Champigny-sur-Marne, nos arredores de Paris, foi alvo de um ataque por parte de dezenas de pessoas, na noite deste sĂĄbado para domingo, de acordo com a imprensa francesa.

O ataque terĂĄ sido levado a cabo por cerca de quarenta indivĂ­duos, armados com morteiros e barras de ferro, segundo apurou a BFMTV, que acrescenta que nenhum agente de autoridade ficou ferido em resultado do ataque.

O incidente ficou gravada em vĂ­deo, filmado por um morador local, que acabou por partilhar as imagens no Twitter. O vĂ­deo comprova o uso dos explosivos.

A publicação apurou que o incidente ocorreu por volta das 23h55 (hora local), quando dois agentes se encontravam a fumar no exterior do departamento policial. Dezenas de pessoas aproximaram-se e começaram a bater na porta de entrada com barras de ferro, tendo os agentes conseguido refugiar-se a tempo.

No decorrer do ataque foram disparados vĂĄrios morteiros. Foram encontrados no local oito destes explosivos. VĂĄrios veĂ­culos policiais ficaram danificados e foram registados pelo menos dois focos de incĂȘndio, em caixotes do lixo. Os dois agentes de autoridade que estavam presentes ficaram "em estado de choque", de acordo com denĂșncia do sindicato. 

As autoridades estĂŁo a investigar aquilo que definem como "um ataque bem organizado".

segunda-feira, 27 de julho de 2020

AUTOR DO INCÊNDIO NA CATEDRAL DE NANTES CONFESSA O CRIME



Depois de uma semana de ter acontecido o incĂȘndio na catedral de Nantes, o voluntĂĄrio ruandĂȘs da diocese confessou a autoria e estĂĄ sob custĂłdia por "destruição e danos causados pelo fogo".

O advogado do ruandĂȘs Quentin Chabert disse : "O meu cliente cooperou", e "Lamente amargamente os factos e confessar foi para ele uma libertação. O meu cliente estĂĄ agora roĂ­do pelo remorso e sobrecarregado pela escala dos acontecimentos".

Quentin "admitiu, durante o interrogatĂłrio inicial perante o juiz de instrução, que tinha acendido os trĂȘs fogos na catedral: no grande ĂłrgĂŁo, no pequeno ĂłrgĂŁo e num painel elĂ©ctrico".

Quentin de 39 anos, estava responsĂĄvel por fechar a catedral na vĂ©spera do incĂȘndio foi acusado por "destruição e danos por fogo e colocado em prisĂŁo preventiva pelo juiz de instrução".

O homem enfrenta agora "uma pena de prisão de 10 anos e uma multa de 150.000 euros", disse o procurador de Nantes, Pierre Sennés.

"Entre o grande ĂłrgĂŁo, que se encontra na fachada do primeiro andar, e os outros focos de incĂȘndio, tem quase toda a distĂąncia da catedral. No entanto, estĂŁo a uma distĂąncia considerĂĄvel um do outro".

O reitor da catedral disse"O ruandĂȘs veio refugiar-se em França hĂĄ alguns anos, eu tinha plena confiança nele".

O primeiro ministro Jean Castex, prometeu que o Estado "participarå plenamente", na reconstrução da catedral.













sĂĄbado, 18 de julho de 2020

ÓRGÃO DA CATEDRAL DE NANTES ( FRANÇA) ARDEU HOJE



Primeiro foi a catedral de Notre-Dame, Paris, em Abril de 2019, agora foi mais uma catedral em Nantes.

O responsåvel dos bombeiros, Laurent Ferlay, disse: "Os estragos estão concentrados no órgão que esta completamente destruído. A plataforma sobre a qual se situa estå muito inståvel e ameaça ruir".

"Foi aberta uma investigação por incĂȘndio voluntĂĄrio", disse Pierre Sennes, promotor da RepĂșblica em Nantes. 

"Os danos estĂŁo concentrados no grande ĂłrgĂŁo, que parece totalmente destruĂ­do", disse Laurent, o incĂȘndio estava "sob controlo".

Cerca de cem bombeiros combateram as chamas na catedral.

A mesma catedral jĂĄ tinha sofrido um incĂȘndio em 1972, em que as chamas devastaram um teto, do sĂ©culo XV.





terça-feira, 14 de julho de 2020

NO DIA DA BASTILHA FRANÇA DIZ "MERCI" AOS HERÓIS DO VIRUS



Esta terça-feira foi o dia da Bastilha em França, este ano em vez de soldados fardados nas ruas, foram Médicos de jaleco branco que marcaram o dia.

No maior feriado nacional em França, foram homenageados enfermeiros, motoristas de ambulĂąncias, caixas de supermercado e outros.

Macron destacou os sucessos da França no combate à pior crise desde a segunda guerra mundial.

Foram convidados este ano, enfermeiros, mĂ©dicos, trabalhadores de supermercado e casas de repouso, agentes funerĂĄrios, tĂ©cnicos de laboratĂłrio, fabricantes de mascaras e muitos outros, que mantiveram a França a funcionar durante a pandemia.

Em uma marcha , os sindicatos denunciavam: "Estamos com escassez de pessoal" disse Sylvie Pecard, enfermeira e manifestante "É porque nĂŁo recrutamos enfermeiros. Eu vim para aqui hĂĄ 20 anos e nĂŁo havia posiçÔes vazias, agora todos os serviços estĂŁo com falta de pessoal, e estĂĄ cada vez pior".

Reconhecendo os "erros" que sua presidĂȘncia provocou no gerenciamento da pandemia, Macron falou em uma entrevista a uma televisĂŁo francesa,"Nosso pais estĂĄ com medo. HĂĄ uma crise de confiança".








"OS CIDADÃOS MUÇULMANOS NÃO SÃO PERSEGUIDOS" EM FRANÇA

  O principal interlocutor dos poderes pĂșblicos franceses para o IslĂŁo, Mohamed Moussaoui, considerou hoje que os muçulmanos em França "...