Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta IRÃO. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta IRÃO. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

CLÉRIGO IRANIANO DIZ QUE VACINA CONTRA COVID-19 "TORNA AS PESSOAS GAYS"


Aiatolá Abbas Tabrizian deu a declaração na plataforma de mensagens Telegram, onde registra mais de 200 mil seguidores; homossexualidade é crime no Irã e é punível com execução.

Um clérigo do Irã afirmou que a vacina contra a Covid-19 "torna as pessoas gays". A mensagem do aiatolá Abbas Tabrizian foi dada nesta terça-feira (9) na plataforma de mensagens Telegram, onde o religioso tem mais 210 mil seguidores. As informações são do tablóide britânico Daily Mail e do The Jerusalem Post.

"Não chegue perto de quem tomou a vacina contra a Covid. Eles agora são homossexuais", escreveu Tabrizian na plataforma. Ele é conhecido por seus seguidores como o "pai da medicina Islã". 

A declaração foi criticada duramente por vários médicos, movimentos e personalidades. O jornalista britânico Peter Tatchell, conhecido pelo seu ativismo em prol dos direitos LGBT, disse que o aiatolá "demoniza" tanto a vacina quanto à comunidade gay. "Tabrizian combina ignorância científica com um apelo cruel à homofobia", declarou.

Ao Jerusalem Post, a ativista Sheina Vojoudi, que também é iraniana, apontou que "como outros clérigos do regime, Tabrizian também relaciona todas as carências (deficiências) à sexualidade".

“Os clérigos do Irã estão sofrendo de falta de conhecimento e humanidade. Na verdade, seu objetivo de espalhar bobagens é tentar assustar as pessoas para que não sejam vacinadas, enquanto o líder do regime e outros funcionários tomam a (vacina da) Pfizer, e eles não fornecem isso para as pessoas com a desculpa de que não confie no Ocidente", apontou.

Ser gay é crime no Irã

No Irã, é proibido qualquer tipo de atividade sexual fora de um casamento heterossexual. As atividades sexuais entre pessoas do mesmo sexo são puníveis com prisão, punição corporal ou execução. Vários homossexuais foram mortos no país desde a revolução islâmica, em 1979.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

PRESIDENTE IRANIANO SAÚDA "FIM" DA ERA DO "TIRANO"TRUMP


O presidente iraniano, Hassan Rohani, saudou o "fim" da era do "tirano" Donald Trump, presidente cessante dos Estados Unidos, que cumpre o último dia na Casa Branca.

"A era de outro tirano está a chegar ao fim e hoje é o último dia do seu terrível reinado", disse Rohani.

"Ao longo dos seus quatro anos só trouxe injustiça e corrupção e só trouxe problemas ao seu próprio povo e ao resto do mundo", disse o presidente iraniano, num discurso televisivo.

Teerão e Washington romperam as relações diplomáticas em 1980.

Em 2018, Trump retirou unilateralmente os Estados Unidos do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano alcançado em Viena em 2015, reinstalando as sanções norte-americanas que o pacto tinha levantado em troca de uma limitação drástica do controverso programa atómico da República Islâmica.

O regresso das sanções mergulhou o Irão numa violenta recessão e, em resposta à saída dos Estados Unidos do acordo de Viena, Teerão libertou-se, desde 2019, da maioria dos seus principais compromissos assumidos em Viena.

Numa audiência de confirmação do Senado, Antony Blinken, que foi escolhido por Biden para ser o responsável pelos negócios estrangeiros, disse, na terça-feira, que as políticas de Trump tinham tornado o Irão "mais perigoso".

Blinken confirmou a vontade do Presidente eleito, Joe Biden, de trazer rapidamente os Estados Unidos de volta ao âmbito do Acordo de Viena, mas condicionou este regresso do Irão ao estrito cumprimento dos seus compromissos.

O democrata Joe Biden toma posse hoje como Presidente dos EUA, numa Washington deserta, por causa da pandemia, e invadida por 25 mil soldados, por causa da segurança.

INTERVENÇÃO NA PONTE DO FREIXO DURANTE MÊS E MEIO PODE CONDICIONAR TRÂNSITO

A Infraestruturas de Portugal está a proceder à colocação de barreiras de proteção nas laterais da Ponte do Freixo, podendo os trabalhos, co...