Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta ITÁLIA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta ITÁLIA. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 22 de abril de 2021

FALTOU AO TRABALHO DURANTE 15 ANOS MAS CONTINUOU A RECEBER O ORDENADO


Salvatore Scumace nunca compareceu no seu local de trabalho desde que, em 2005, foi designado para um cargo no Centro de Operações de Emergência de Incêndio no Hospital Pugliese Ciaccio, na cidade de Catanzaro, em Itália. No entanto, apesar de não trabalhar, terá recebido do hospital um total de 538 mil euros ao longo destes anos.

De acordo com a imprensa local, agora, o homem de 67 anos está a ser investigado por fraude, extorsão e abuso de poder. E seis gerentes do hospital também estão a ser investigados por serem cúmplices neste caso de absentismo e ainda por suspeita de fraude ao serviço de saúde italiano. 

A polícia também acusou este funcionário de ameaçar a diretora do centro de operações para impedi-la de preencher um relatório disciplinar contra ele. Entretanto, essa diretora reformou-se e a ausência do Scumace nunca foi notada pelo seu sucessor nem pelos recursos humanos do hospital.

A investigação da Unidade de Polícia Económico-Financeira de Catanzaro teve início em 2020 com o nome "Part Time". Mas, na verdade, nem sequer de um trabalho a meio tempo se tratava. A polícia verificou todos os registos de presenças e de pagamentos do hospital e recolheu os testemunhos de vários funcionários que confirmam que o homem não trabalhou um único dia nos últimos 15 anos.

Entretanto, em outubro passado, a administração do hospital despediu Salvatore Scumace, mas não impediu o processo por fraude e abuso de poder.

sábado, 27 de fevereiro de 2021

GRANDE CARRO ROMANO É DESCOBERTO PERTO DE POMPEIA NA ITÁLIA


O parque arqueológico de Pompeia anunciou neste sábado a descoberta de um grande carro para cerimônias, encontrado em excelente estado, poucas centenas de metros ao norte do famoso sítio cultural italiano.

"Um grande carro cerimonial de quatro rodas, com seus elementos de ferro, bonitas decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada, digitais de elementos orgânicos (até mesmo cordas e restos de decorações de plantas), foi encontrado quase intacto", afirma um comunicado divulgado pela direção do parque arqueológico.

O carro foi descoberto diante de um estábulo onde, em 2018, foram encontrados os restos de três equídeos, lembra o comunicado.

A descoberta aconteceu na Civita Giuliana, um bairro a a centenas de metros ao norte do parque arqueológico de Pompeia. A localização ocorreu em meio à luta contra ladrões de tumbas, especialmente concentrados nesta região da Itália, repleta de tesouros arqueológicos que ainda não foram descobertos.

"Pompeia segue nos assombrando com suas descobertas e assim será durante muitos anos, com outros 20 hectares que estão por serem escavados", disse o ministro da Cultura, Dario Franceschini, citado em um comunicado de sua pasta.

"Trata-se de uma descoberta extraordinária para o conhecimento do mundo antigo. No passado encontramos em Pompeia veículos de transporte, dois carros mas nada parecido com o carro de Civita Giuliana", celebrou o diretor do parque arqueológico, Massimo Osanna.

"É um carro de cerimônia, não se utilizava para a vida cotidiana nem para o transporte agrícola, e sim para acompanhar os momentos festivos da comunidade, dos desfiles e das procissões", garantiu o especialista.

Assim como a maioria dos sítios culturais italianos, Pompeia, sepultada por uma erupção do Vesúvio no ano 79 D.C., permaneceu fechada nos últimos meses por causa da pandemia de covid-19 e só abriu suas portas em 18 de janeiro.

Em 2019, o lugar recebeu mais de 3,9 milhões de visitantes, o que o torna o terceiro local mais visitado da Itália, depois do Coliseu de Roma e do museu dos Uffizi em Florença.

VÍDEO: EXPLOSÃO EM PARQUE INDUSTRIAL NA ALEMANHA CAUSA UM MORTO E 16 FERIDOS

Pelo menos uma pessoa morreu, 16 ficaram feridas e cinco estão desaparecidas depois de uma explosão que ocorreu esta terça-feira num parque ...