google.com, pub-4886806822608283, DIRECT, f08c47fec0942fa0

tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta JIUZHANG. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta JIUZHANG. Mostrar todas as mensagens

sĂĄbado, 5 de dezembro de 2020

CHINA CRIA COMPUTADOR QUÂNTICO MIL MILHÕES DE VEZES MAIS RÁPIDO QUE O DA GOOGLE


Uma empresa chinesa desenvolveu um computador revolucionĂĄrio, com base em partĂ­culas de luz, que conseguiu fazer, em menos de trĂȘs minutos, cĂĄlculos considerados impossĂ­veis para um computador normal.

O novo computador, com base em tecnologia quĂąntica de fotĂ”es, que lida com partĂ­culas de luz, ou fotĂ”es, atingiu o que se convencionou como supremacia quĂąntica, algo que jĂĄ tinha sido conseguido uma vez, em 2019, com um computador quĂąntico da Google, mas que usava uma tecnologia diferente.

Batizado de Jiuzhang, em referĂȘncia a um antigo texto matemĂĄtico chinĂȘs, este novo computador gastou cerca de trĂȘs minutos para fazer um cĂĄlculo que levaria mais de meio milhĂŁo de anos no mais rĂĄpido supercomputador existente.

"Esta Ă© a primeira confirmação independente da alegação da Google de que Ă© possĂ­vel atingir a supremacia quĂąntica", comentou o cientista de computação teĂłrica Scott Aaronson, da Universidade do Texas, em Austin, nos EUA, em declaraçÔes Ă  revista "Science", que avançou com a notĂ­cia.

O computador quĂąntico da Google, o Sycamore, Ă© baseado em partĂ­culas quĂąnticas minĂșscula feitas de matĂ©rias supercondutoras, que levam a energia sem resistĂȘncia. O Jiuzhang, em contrapartida, Ă© formado por uma complexo conjunto de dispositivos Ăłticos, que disparam os fotĂ”es. Estes aparelhos incluem fontes de luz, centenas de separadores de raios, dezenas de espelhos e 100 detetores de fotĂ”es.

Esta tecnologia, conhecida como amostragem de bosĂŁo gaussiana (GBS, na sigla original), calcula a saĂ­da de um feixe de luz com inĂșmeras entradas e saĂ­das. No computador construĂ­do pelos chineses, os fotĂ”es sĂŁo enviados em simultĂąneo por um circuito, um processo conhecido como sobreposição quĂąntica. Os fotĂ”es sĂŁo divididos pelos separadores de raios e continuam pelo circuito encontrando espelhos e mais separadores de fotĂ”es.

Os percursos tambĂ©m se fundem e Ă© a repetida divisĂŁo e fusĂŁo que leva os fotĂ”es a interferir uns com os outros, de acordo com as leis quĂąnticas. Se dois fotĂ”es encontraram o mesmo separador ao mesmo tempo, vĂŁo seguir, indivisĂ­veis, um caminho afastado do separador. O processo Ă© repetido, resultando numa distribuição de nĂșmeros que representa a capacidade da rede.

De este modo, o Jiuzhang pode atingir um GBS 100 mil milhÔes de vezes mais råpido que o mais veloz supercomputador atualmente existente no mundo.

Este tipo de computador quĂąntico tem uma limitação, uma vez que sĂł consegue fazer este tipo de tarefas, a amostragem gaussiana de bosĂŁo, enquanto o computador da Google pode ser programado para executar uma grande variedade de algoritmos.

HĂĄ, no entanto, outros modelos de computadores quĂąnticos em desenvolvimento, que sĂŁo programĂĄveis. Alguns a serem desenvolvidos por uma empresa canadiana, a Xanadu, sediada em Toronto, e que agora vĂȘ um raio de luz no horizonte para esta tecnologia.

Demonstrar a supremacia quĂąntica com dois tipos de computadores diferentes o Jiuzhang e Sycamore, evidencia o avanço da computação quĂąntica. "Isto mostra que esta ĂĄrea estĂĄ a desenvolver-se de uma forma muito madura", observou Fabio Sciarrino, da Universidade da CiĂȘncia, em Roma, ItĂĄlia.

Atingir a supremacia quĂąntica nĂŁo significa necessariamente que este tipo de computador vai ser Ăștil para jĂĄ, uma vez que lida com cĂĄlculos esotĂ©ricos concebidos para serem difĂ­ceis para os computadores clĂĄssicos.

A capacidade e computação do Jiuzhang tem um potencial de utilização na teoria gråfica, na aprendizagem de måquinas e na química quùntica, segundo a equipa de investigação do projeto.

MULHER DENUNCIA QUE MARIDO INFETADO COM COVID-19 ESTAVA NUM AUTOCARRO EM BRAGA

As autoridades mandaram, esta terça-feira, parar um autocarro dos TUB, em AdaĂșfe, Braga, por transportar um homem de 80 anos infetado com o ...