google.com, pub-4886806822608283, DIRECT, f08c47fec0942fa0

tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta MUNDO-NIGÉRIA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta MUNDO-NIGÉRIA. Mostrar todas as mensagens

domingo, 29 de novembro de 2020

110 CIVIS MORREM EM ATAQUE NO NORDESTE DA NIGÉRIA


Pelo menos 110 civis foram assassinados este sĂĄbado, 28 de Novembro, num ataque a campos de arroz em Koshobe, na regiĂŁo nordeste da NigĂ©ria, segundo um balanço divulgado pela Organização das NaçÔes Unidas (ONU).

"Homens armados chegaram em motocicletas e dispararam, num ataque brutal, contra homens e mulheres que trabalhavam nos campos de Koshobe. Pelo menos 110 civis morreram e muitos outros ficaram feridos", afirmou o coordenador humanitĂĄrio da ONU na NigĂ©ria, Edward Kallon.

O comunicado da ONU nĂŁo menciona o grupo jihadista Boko Haram, que tem sido autor de violentos atentados  nesta regiĂŁo da NigĂ©ria hĂĄ mais de uma dĂ©cada e controla uma parte do territĂłrio.

No såbado, agentes de uma milícia de auto-defesa pró-governo informaram à AFP de um primeiro balanço de 43 agricultores mortos.

"É, sem dĂșvida, obra do Boko Haram, que actua na regiĂŁo e ataca com frequĂȘncia os agricultores", afirmou ontem Babakura Kolo, lĂ­der da milĂ­cia.

Os membros do grupo terrorista Boko Haram amordaçaram e degolaram as vítimas, que trabalhavam nos campos de arroz, próximos de Maiduguri, capital do estado de Borno.

A investigação e procura de outras vĂ­timas prosseguiu este domingo na ĂĄrea pantanosa e de difĂ­cil acesso.

Entre as vĂ­timas estavam dezenas de agricultores do estado de Sokoto, 1.000 quilĂłmetros ao oeste, que viajaram ao nordeste do paĂ­s para encontrar trabalho nos campos de arroz.

O Presidente nigeriano "condenou o assassĂ­nio por terroristas de agricultores dedicados a seu trabalho. O paĂ­s inteiro estĂĄ ferido por estes assassĂ­nios sem sentido".

O ataque aconteceu no dia das eleiçÔes locais no estado de Borno, as primeiras organizadas no estado desde o início da insurreição do grupo terrorista Boko Haram em 2009.

Mais de 36.000 pessoas morreram em actos de violĂȘncia desde o inĂ­cio do conflito no nordeste da NigĂ©ria, onde mais de dois milhĂ”es de pessoas ainda nĂŁo conseguiram voltar para suas casas.

GOVERNO MEXEU COM HONRA DA CHINA E ISSO NÃO SAI DE GRAÇA, DIZ PROFESSOR SOBRE INSUMO DE VACINAS

ApĂłs dar o pontapĂ© na campanha de  vacinação  no domingo passado, o Brasil agora se vĂȘ envolvido em dificuldades para conseguir manter o rit...