Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta MUNDO-REINO UNIDO. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta MUNDO-REINO UNIDO. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

FUNCIONÁRIO DE ISABEL II ADMITE ROUBO DE OBJETOS DO PALÁCIO DE BUCKINGHAM NO VALOR DE MAIS DE 100 MIL EUROS


Um funcionário da rainha Isabel II está em maus lençóis. Após ter sido acusado de roubo, Adamo Canto declarou-se culpado e admitiu ter roubado fotografias pessoais da família real britânica e medalhas de prestígio do Palácio de Buckingham.

De acordo com o Mirror, o homem vendeu cerca de 37 itens no eBay e ganhou com isso mais de 8 mil euros, mas os objetos valiam, na verdade, mais de 100 mil euros. Isto é, vendeu-os por um preço muito mais baixo.

O agora ex-assistente roubou fotografias autografadas do príncipe William e de Kate Middleton e um álbum de fotografias do banquete de Estado durante a visita de Donald Trump, tendo sido este o item mais caro da lista, no valor de 1.670 euros. O homem de 37 anos também confessou ter roubado duas medalhas.

Adamo foi apanhado depois da polícia ter descoberto uma "quantidade significativa" dos itens nos seus aposentos do Palácio, onde trabalhava desde 2015. O antigo funcionário teria aproveitado a quarentena, altura em que recebeu tarefa extra de limpeza que lhe deram acesso a outros espaços, para colocar o plano em ação.

O homem roubou 77 itens no total, mas nem todos foram recuperados.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

MORRE DE CANCRO POR CULPA DA PANDEMIA

                                    

                           

 
Dados do Gabinete de Estatísticas do Reino Unido indicam que mais de 27 mil pessoas morreram nas suas casas este ano, um número bastante mais elevado do que acontecia até agora. Os dados são preocupantes e serão o reflexo do caos causado pela pandemia nos Serviços Nacionais de Saúde.

Uma destas vítimas é Kelly Smith, de 31 anos, e natural de Cheshire, no Reino Unido. A mulher morreu vítima de cancro no intestino, em junho, depois de a pandemia ter cancelado os seus tratamentos, conta o seu pai.

O caso de Kelly levou à criação de uma petição a pedir o fim dos atrasos nos tratamentos de doenças como o cancro. Em apenas uma hora, a petição ja contava com 100 mil assinaturas. E terá sido a mesma a precipitar a divulgação dos dados relativos à mortalidade no país.

Os dados mostram que houve um aumento de 79% de mortes por demência, um aumento de 75% de mortes por cancro da mama e um aumento de 53% de mortes por cancro da próstata.

"O governo e os líderes do Serviço Nacional de Saúde têm de reagir perante esta tragédia nas unidades de combate ao cancro. Infelizmente, já é tarde para a Kelly, mas ainda há tempo para salvar outros", alerta a petição, criada pelos pais da jovem e que exige uma atitude a Boris Johnson, primeiro-ministro do país.

VÍDEO: EXPLOSÃO EM PARQUE INDUSTRIAL NA ALEMANHA CAUSA UM MORTO E 16 FERIDOS

Pelo menos uma pessoa morreu, 16 ficaram feridas e cinco estão desaparecidas depois de uma explosão que ocorreu esta terça-feira num parque ...