google.com, pub-4886806822608283, DIRECT, f08c47fec0942fa0

tradutor com bandeiras. Google Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta TAP. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta TAP. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 24 de novembro de 2020

TAP PRECISA DE INJEÇÃO DE CAPITAL DE 4 MIL MILHÕES DE EUROS

 


O plano de reestruturação da TAP tem de ser submetido a Bruxelas até dia 10 de dezembro. Sindicato que representa tripulantes, em entrevista à RTP, admite que a companhia aérea precisa de uma injeção de capital forte para que possa ser sustentåvel a médio prazo.

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo e da Aviação Civil (SNPVAC) admite que a TAP precisa de uma nova injeção de capital que pode ascender a quatro mil milhĂ”es de euros. Em entrevista Ă  RTP3, nesta segunda-feira, 23 de novembro, Henrique Louro Martins, salientou que o processo de reestruturação "jĂĄ começou" para os tripulantes de cabine da TAP "tanto em termos salariais como em termos de saĂ­das dos trabalhadores", uma vez que vĂĄrias de dezenas dos contratos a prazo que nĂŁo foram renovados eram de tripulantes.

"Quando se fala com esta ligeireza de despedimentos numa empresa que contribui com 2% para o PIB nacional, enquanto se fala na diminuição salarial, hĂĄ que encarar o problema de frente e perceber que nĂŁo Ă© com redução de salĂĄrios que a TAP vinga no mercado do transporte aĂ©reo. A TAP necessita de uma injeção de capital forte e profunda para que daqui a um ano, dois, daqui a mais 75 anos que esperemos que dure, consiga ser uma empresa fortemente consolidada em termos financeiros. É preciso apostar numa injeção de capital para a empresa", afirmou.

Esta injeção de capital seria para somar aos 1.200 milhÔes de euros que o grupo TAP estå a receber desde o verão, no ùmbito de uma Ajuda de Estado negociada entre o governo e Bruxelas. "Tenho medo de os dizer para não ser mal interpretado. Conseguimos falar aqui de quatro mil milhÔes de euros e não andaria longe do que estou a dizer", admitiu.

Questionado sobre para que seria canalizado esse dinheiro, Henrique Louro Martins sustentou que seria para que a transportadora possa ficar numa situação "em que possa ter um futuro, em que possa sustentar-se sozinha e seja uma empresa independente e que tenha um caminho na rota do sucesso".

Ao longo da entrevista, o responsĂĄvel deixou claro que nĂŁo conhece os planos que estĂŁo em cima da mesa para a empresa, no Ăąmbito da reestruturação, mas assume que possa negociar uma redução salarial para os tripulantes "desde que esta seja uma posição transversal a toda a companhia. Toda a companhia tem de se unir. Os esforços tĂȘm de ser feitos por igual. NĂŁo pode uns filhos e outros enteados".

Henrique Louro Martins esclareceu que ia ter um encontro com o ministro Pedro Nuno Santos na próxima semana, dia 2 de dezembro. Notou ainda que a relação com o atual conselho de administração da TAP é melhor que com o anterior.

MULHER DENUNCIA QUE MARIDO INFETADO COM COVID-19 ESTAVA NUM AUTOCARRO EM BRAGA

As autoridades mandaram, esta terça-feira, parar um autocarro dos TUB, em AdaĂșfe, Braga, por transportar um homem de 80 anos infetado com o ...