Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta TENSÃO. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta TENSÃO. Mostrar todas as mensagens

sábado, 27 de fevereiro de 2021

IRÃO PEDE A IRAQUE PARA IDENTIFICAR AUTORES DE ATAQUES CONTRA EUA EM BAGDADE


O Irão pediu este sábado ao Iraque para identificar os autores dos recentes ataques à embaixada dos Estados Unidos e aos interesses ocidentais no seu território, denunciando que a intenção deles era perturbar as relações Irão-Iraque.

Na segunda-feira, Bagdade foi atingida por mísseis que caíram perto da embaixada norte-americana, naquele que foi o terceiro ataque numa mesma semana contra interesses ocidentais no Iraque.

Em retaliação, na madrugada de sexta-feira, as Forças Armadas norte-americanas mataram 22 combatentes num ataque aéreo contra milícias pró-iranianas, acusando-as de estarem envolvidas no lançamento de mísseis contra Bagdade.

Agora, o Governo iraniano pede ao Iraque para identificar os autores do ataque a Bagdade.

"Realçamos a necessidade de o Governo iraquiano identificar os autores desses incidentes", disse o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, num comunicado.

"Os mais recentes ataques são suspeitos e podem ter sido planeados com o objetivo de minar as relações Irão-Iraque e a estabilidade do Iraque", disse Zarif.

O chefe da diplomacia iraniana reuniu-se hoje com o seu homólogo iraquiano, Fouad Hussein, numa visita a Teerão, na sequência dos ataques dos EUA contra milícias pró-iranianas no leste da Síria, perto da fronteira com o Iraque.

Zarif condenou o ataque dos Estados Unidos contra as forças iraquianas, lembrando que essa iniciativa foi "ilegal" e violou a soberania do Iraque.

Os Estados Unidos indicaram que o Irão será considerado "responsável pelas ações dos seus apoiantes que ataquem interesses norte-americanos" no Iraque.

Os ataques com mísseis em Bagdade não foram reivindicados, mas Washington atribuiu-os ao Kataeb Hezbollah, uma fação da coligação paramilitar liderada por Hashd al-Chaabi, com ligações ao regime iraniano.

Os ataques e retaliações ocorrem no meio de uma escalada de tensão entre os EUA e Teerão, que mantêm divergências sobre o programa nuclear iraniano.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

ENCONTRADA MINA EM PETROLEIRO NO GOLFO PÉRSICO. EUA SUSPEITAM DE IRÃO


Vários especialistas iraquianos em explosivos estão, esta sexta-feira, a trabalhar para desativar uma grande mina descoberta num petroleiro no Golfo Pérsico, no Médio oriente. A tripulação teve de ser retirada do navio.

De acordo com um comunicado emitido pelas autoridades iraquianas, a mina foi anexada a um navio-tanque da SOMO, uma companhia de Petróleo do Iraque, que estava naquelas águas a reabastecer outro navio.

O mesmo documento esclarece que uma equipa do Ministério do Interior do Iraque especializada em explosivos foi levada para o local depois que um "corpo estranho" ter sido detetado num dos navios na área de espera em águas internacionais do Iraque, a 28 milhas náuticas dos portos de petróleo iraquianos, esclareceu a agência Associated Press.

A polícia marítima do Iraque está a fazer "um grande esforço para cumprir a missão" com segurança, revelou o gabinete de imprensa da segurança do Iraque, afiliada às forças de segurança do país.

A informação foi divulgada um dia depois de duas empresas privadas de segurança afirmarem que os marinheiros temiam ter encontrado uma mina-lapa, no MT Pola, um navio-tanque da Libéria. Uma mina-lapa é um tipo de explosivo naval que depois de fixada na lateral de um navio, geralmente por um mergulhador, explode e pode danificar significativamente uma embarcação. Este tipo de minas foi amplamente utilizado durante a Primeira Guerra Mundial.

A descoberta ocorre num momento em que as tensões entre o Irão e os Estados Unidos têm vindo a aumentar.

Os Estados Unidos já sobrevoaram o local com bombardeiros B-52 e enviaram um submarino nuclear para o Golfo Pérsico sobre o que a administração de Trump descreve como a possibilidade de um ataque iraniano na data que marca um ano do ataque dos drones americanos em Bagdade.

Atraque esse que matou um importante general iraniano e um importante líder da milícia iraquiana.

O Iraque está a comemorar o aniversário com uma série de eventos a decorrer durante a semana.

Na passada quinta-feira, a organização de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido, instituição da marinha real britânica, escreveu na sua página oficia que um "objeto desconhecido" havia sido anexado ao casco de um navio nas proximidades do porto iraquiano de Khor Al-Zubair.

O MT Pola serve como local de armazenamento flutuante de óleo combustível da Organização Estatal de Marketing de Petróleo do Iraque.

JOVEM DE 21 ANOS É ATACADA A FACADAS PELO PRÓPRIO PAI

Um homem, de 42 anos, é suspeito de matar a facadas a própria filha nesta segunda-feira(12) em Rodeio, no Vale do Itajaí, em  Santa Catarina...