Translate

Mostrar mensagens com a etiqueta VIOLÊNCIA. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta VIOLÊNCIA. Mostrar todas as mensagens

domingo, 30 de maio de 2021

VENDAS DE ARMAS NOS EUA ESTÃO A SUBIR NUM RITMO ALARMANTE

 


As vendas de armas nos Estados Unidos subiram 6,5% no ano passado, acelerando face ao crescimento de 5,3% registado em 2019, o que significa que há mais 17 milhões de norte-americanos armados.

De acordo com a agência espanhola de notícias, a Efe, que cita um estudo publicado no New York Times, as vendas de armas aceleraram desde o início da pandemia de covid-19, no princípio de 2020, com cerca de 20% das armas a serem adquiridas por pessoas que se estreiam como proprietários.

De acordo com as conclusões dos dados do estudo da Universidade Northeastern em colaboração com um centro de investigação de Harvard, isto significa que não só há mais armas, como há mais pessoas armadas.

Metade dos novos proprietários são mulheres, uma quinta parte são afro-americanos e outra quinta parte hispânicos, o que aponta para uma diversificação do perfil habitual do comprador de armas, que é homem e branco.

No total, estima-se que 39% das famílias nos Estados Unidos tenham pelo menos uma arma, acima dos 32% de 2016, aponta-se no estudo, que lembra que as vendas dispararam no início da pandemia de covid-19, com a verificação de antecedentes criminais um barómetro da compra de novas armas a chegar ao milhão por semana, o maior valor desde que se começaram a compilar os dados, em 1998.

Esta primavera, os números aumentaram para 1,2 milhões verificações de antecedentes criminais, de acordo com o FBI.

As vendas de armas estão a subir há anos nos Estados Unidos, havendo geralmente picos em anos de eleições ou depois de crimes mediáticos, mas os últimos dados apontam para um ritmo sem precedentes neste tipo de compras.

domingo, 28 de fevereiro de 2021

GALO INDIANO MATA DONO COM LÂMINA USADA EM LUTAS ILEGAIS


Um galo utilizado em lutas ilegais de animais matou o seu dono com uma lâmina que tinha atada à pata, desencadeando uma caça ao homem para encontrar os organizadores do evento, numa região rural da Índia. A ave tinha uma faca presa à sua perna pronta a enfrentar um adversário quando infligiu ferimentos graves na virilha do homem, enquanto tentava fugir, revelou a polícia.

A vítima morreu por perda de sangue antes de chegar a um hospital no distrito de Karimnagar, no estado de Telangana, no início desta semana, disse o agente da polícia local B. Jeevan à AFP. O homem estava entre 16 pessoas a organizar a luta de galos na aldeia de Lothunur quando ocorreu o estranho acidente, disse Jeevan.

O galo foi brevemente retido na esquadra da polícia local antes de ser enviado para uma exploração avícola.

"Estamos à procura das outras 15 pessoas envolvidas na organização da luta ilegal", disse agente, que podem ser acusadas de homicídio involuntário, apostas ilegais e de terem organizado uma luta de galos.

As lutas de galos são proibidas mas ainda comuns nas zonas rurais dos estados de Telangana, Andhra Pradesh, Karnataka e Odisha - particularmente na altura do festival hindu de Sankranti. Os galos, de raça especial, têm facas de 7,5 centímetros ou lâminas amarradas às suas pernas e os apostadores apostam em quem irá ganhar a terrível luta.

Milhares de galos morrem todos os anos nas batalhas que, apesar dos esforços dos grupos de defesa dos direitos dos animais, atraem grandes multidões.

PILOTO ESPANHOL DE 14 ANOS MORRE APÓS SER ATROPELADO EM CORRIDA

Hugo Millán, de 14 anos, morreu este domingo após ter sido atropelado por um adversário na sequência de uma queda sofrida durante uma corrid...