Translate

segunda-feira, 5 de abril de 2021

PETROBRAS ANUNCIA AUMENTO DE 39% NO GÁS NATURAL PARA DISTRIBUIDORAS


A partir do dia 1º de maio, os preços de venda de gás natural para as distribuidoras estarão 39% mais caros em reais por metros cúbicos (R$/m³), na comparação com o último trimestre. Medido em dólar por milhão de BTU, unidade de energia usada nos Estados Unidos e no Reino Unido, (US$/MMBtu), o reajuste será de 32%.

De acordo com o anúncio da Petrobras, a variação é resultado “da aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento, que vinculam o preço à cotação do petróleo e à taxa de câmbio”. Conforme a companhia, as atualizações dos preços dos contratos são trimestrais e com relação aos meses de maio, junho e julho, a referência adotada são os preços dos meses de janeiro, fevereiro e março.

“Durante esse período, o petróleo teve alta de 38%, seguindo a tendência de alta das commodities globais. Além disso, os preços domésticos das commodities tiveram alta devido à desvalorização do real”, informou a petroleira em nota.

O repasse dos custos incorridos pela companhia para o transporte do produto até o ponto de entrega às distribuidoras também influencia os preços do gás natural da Petrobras. Esses custos são definidos por tarifas reguladas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). “Esta parcela do preço é atualizada anualmente no mês de maio pelo IGP-M, que, para o período de aferição (março de 2020 a março de 2021), registrou alta de 31%”.

Por causa do efeito da queda dos preços do petróleo no início do ano, durante 2020, os preços do gás natural às distribuidoras alcançaram redução acumulada de até 35% em reais e de 48% em dólares.

A Petrobras informou ainda que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelas margens das distribuidoras e, no caso do GNV, dos postos de revenda, e pelos tributos federais e estaduais.

“Além disso, o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas. Os contratos de venda para as distribuidoras são públicos e estão disponíveis para consulta no site da ANP”, concluiu a empresa.

POLÍCIA LIBERTA JOVEM QUE ESTAVA PRESA EM CASA HÁ DOIS ANOS PELO MARIDO


A Polícia Nacional espanhola libertou, este domingo, uma jovem de 23 anos que estava a ser mantida presa em casa, há dois anos, pelo próprio marido, em Madrid.

O caso foi denunciado por um amigo da vítima, que deu o alerta aos Serviços de Emergência, relatando que a mulher, natural do Bangladesh, foi vítima de violência de género.

Vários agentes da Polícia Nacional deslocaram-se ao local onde encontraram a jovem, que revelou que estava há dois anos sem sair de casa e que quando o marido, de 27 anos, saía para trabalhar, a deixava fechada à chave.

Os vizinhos confirmaram as alegações da mulher, dado que não a viam há muito tempo.

A vítima alegou, ainda, que o marido a agredia fisicamente, por vezes com facas de cozinha, e ameaçou matá-la. Esta apresentava ferimentos e nódoas negras no corpo.

O homem foi detido e é acusado de detenção ilegal e maus-tratos, conta o El Mundo. A mulher está a receber ajuda dos serviços sociais do espanhóis.

FISCO ALERTA PARA MENSAGENS FALSAS DE REEMBOLSO DO IRS


Mensagens identificadas pela Autoridade Tributária estão a ser enviadas através de correio eletrónico, pedindo dados dos cartões bancários. Contribuintes já entregaram quase um milhão de declarações.

A Autoridade Tributária alertou esta segunda-feira para a existência de mensagens fraudulentas para reembolso de IRS, pedindo informação sobre cartões bancários.

"Se recebeu um email supostamente em nome da AT a solicitar dados dos seus cartões bancários para posterior reembolso, ignore", refere o fisco, acrescentando que se trata de uma mensagem fraudulenta e apelando a que os contribuintes a "eliminem de imediato".

O prazo para entrega do IRS começou no passado dia 1 de abril e prolonga-se até ao dia 30 de junho para todas as categorias de rendimento e é feito sempre através da internet.


Até agora, os contribuintes já entregaram quase um milhão de declarações. De acordo com os dados do portal das finanças, foram submetidas 905 119 declarações. Destas, 759 903 dizem respeito à primeira fase, ou seja, pessoas que em 2020 apenas obtiveram rendimentos de trabalho dependente e/ou de pensões. Enquadradas na segunda fase - contribuintes que auferiram outras tipologias de rendimento - foram entregues 145 216 declarações.

No ano passado foram entregues um total de quase seis milhões de declarações (5.925.100), 3.731.948 na primeira fase e 2.193.162 na segunda.

Nos últimos anos, o prazo médio do processamento do reembolso registou diminuições sucessivas, chegando aos 11 dias em 2019. No ano passado, com o início do processo de entrega do IRS a coincidir com o primeiro confinamento geral, os primeiros reembolsos apenas começaram a ser pagos em 21 de abril.

Para este ano, as Finanças apontam para uma diminuição do prazo, não se comprometendo com uma data.

SE VIAJAR PARA ESTES 11 PAÍSES EUROPEUS TERÁ DE FAZER ISOLAMENTO DE 14 DIAS NO REGRESSO


Não bastará um teste negativo para regressar a Portugal após estar num destes 11 países europeus onde a incidência de Covid-19 é superior a 500 casos por 100 mil habitantes. De acordo com o despacho do Governo que determina os pontos de passagem autorizados na fronteira terrestre publicado em Diário da Repúblicaquem regressar da Bulgária, República Checa, Chipre, Eslovénia, Estónia, França, Hungria, Itália, Malta, Polónia e Suécia terá de fazer isolamento profilático de 14 dias.

“Os cidadãos provenientes do Reino Unido, Brasil, África do Sul ou dos países incluídos no anexo i, que entrem em território nacional por via terrestre, têm de cumprir um período de isolamento profilático de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde“, lê-se no despacho, onde se explica que “considera-se proveniente da África do Sul o cidadão que saiu daquele país há menos de 14 dias” e que os dados de identificação dos cidadãos serão cedidos pelo SEF às autoridades de saúde.

Os voos devem só ser utilizados para “viagens essenciais”, de acordo com o Executivo, e no caso do Brasil, Reino Unido e África do Sul continuam suspensos, à exceção dos voos de repatriamento ou através de escalas. Também nestes três destinos é preciso mostrar o comprovativo de teste negativo e, posteriormente, cumprir um período de isolamento profilático de 14 dias.

O despacho assinado pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, entra em vigor a 6 de abril, terça-feira, e termina no dia 15 de abril.

Pontos de passagem entre Portugal e Espanha

O despacho define também os pontos de passagem entre Portugal e Espanha, cuja fronteira terrestre deverá manter-se fechada, com exceções, até 16 de abril.

1 – Todos os dias da semana, de forma ininterrupta:

a) Valença-Viana do Castelo, saída da Ponte Tuy-Valença-ligação IP 1-A 3, em Valença;

b) Vila Verde da Raia-Chaves, saída da A52, ligação com a A24, km 0, junto à rotunda;

c) Quintanilha-Bragança, saída da Ponte Internacional IP 4/E 82, nó de saída para Quintanilha ou junto das instalações do CCPA na N 218-1 Quintanilha;

d) Vilar Formoso-Guarda junto da linha de fronteira, Largo da Fronteira, junto ao CCPA, N 16/E 80, ligação 620 Fuentes de Oñoro, Espanha, incluindo o acesso pelo Parque TIR, via camiões, N 16, Vilar Formoso;

e) Caia-Elvas, saída da A 6, km 158, ligação Caia-Elvas, junto ao Posto de Turismo, Elvas;

f) Vila Verde de Ficalho-Beja, junto da linha de fronteira, ligação A 495 Rosal de la Frontera ao IP 8, Serpa;

g) Castro Marim-Praça da Fronteira, km 131 da A 22, Ponte Internacional do Guadiana-Castro Marim.

2 – Nos dias úteis das 06:00 h às 20:00 h: Marvão-Portalegre, linha de fronteira, Marvão, N 521 ligação de Valência de Alcântara à IC 13 Marvão;

3 – Nos dias úteis das 06:00 h às 09:00 h e das 17:00 h às 20:00 h:

a) Monção, Avenida da Galiza, km 15,300, EN 101;

b) Melgaço, Lugar do Peso, km 19,800, EN 202;

c) Ponte da Barca, Fronteira da Madalena, EN 304-1, km 9, Lindoso;

d) Montalegre, Sendim-Montalegre, linha de fronteira km 0, EN 103-9;

e) Vinhais, Moimenta-Manzalvos, ligação da localidade de Moimenta à estrada OU-311-Manzalvos (Espanha), que liga à A-52.

4 – Nos dias úteis das 07:00 h às 09:00 h e das 17:00 h às 19:00 h:

a) Miranda do Douro, km 86,990, EN 218;

b) Termas de Monfortinho-Castelo Branco, entroncamento da N 239 com a N 240 em Termas de Monfortinho;

c) Mourão, Ponto de Fronteira de S. Leonardo, km 7, EN 256-1;

d) Barrancos, EN 258, km 105,5, que efetua a ligação à HU-9101.

5 – Apenas às quartas-feiras e aos sábados, das 10:00 h às 12:00 h, Rio de Onor, Ponto de Fronteira na EN 308.

SAIBA QUAL É O CALENDÁRIO DE REABERTURA DO PAÍS: 5 DE ABRIL, 19 DE ABRIL E 3 DE MAIO


AS DATAS E AS MEDIDAS
DO PLANO
DE DESCONFINAMENTO

REGRAS GERAIS

 Teletrabalho, sempre que possível;

 Horários de funcionamento:

21 horas durante a semana;

13 horas ao fim-de-semana e feriados ou 19h para retalho alimentar;

 Proibição de circulação entre concelhos em 20-21/03 e de 26/03 a 5/04 (Páscoa);

15 DE MARÇO

 Creches, pré-escolar e 1.º ciclo (e ATLs para as mesmas idades);

 Comércio ao postigo;

 Cabeleireiros, manicures e similares;

 Livrarias, comércio automóvel e mediação imobiliária;

 Bibliotecas e arquivos.

5 DE ABRIL

 Circulação entre concelhos volta a ser permitida (a partir das 00.00 horas de dia 6);

 2.º e 3.º ciclos (e ATLs para as mesmas idades);

 Centros de dia;

 Equipamentos sociais na área da deficiência;

 Esplanadas (máx. 4 pessoas, a não ser se forem do mesmo agregado). Esplanadas com uma estrutura ou cobertura também podem funcionar, desde que haja circulação de ar

Fecho às 22.30 horas, nos dias úteis, e às 13 horas, aos fins de semana e feriados;

 Museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares

Fecho às 22.30 horas, nos dias úteis, e às 13 horas, aos fins de semana e feriados;

 Lojas até 200 m2 com porta para a rua podem abrir;

 Supers e hipers já podem vender produtos cuja comercialização estava vedada por encerramento das lojas;

 Feiras e mercados não alimentares (por decisão municipal);

 Modalidades desportivas de baixo risco;

 Atividade física ao ar livre até 4 pessoas e ginásios sem aulas de grupo.

19 DE ABRIL

 Ensino secundário;

 Ensino superior;

 Cinemas, teatros, auditórios, salas de espetáculos;

 Lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação;

 Todas as lojas e centros comerciais;

 Restaurantes, cafés e pastelarias (máx. 4 pessoas ou 6 em esplanadas) até às 22h ou 13h ao fim de semana e feriados;

 Modalidades desportivas de médio risco;

 Atividade física ao ar livre até 6 pessoas e ginásios sem aulas de grupo;

 Eventos exteriores com diminuição de lotação;

 Casamentos e batizados com 25% de lotação.

3 DE MAIO

 Restaurantes, cafés e pastelarias (máx. 6 pessoas ou 10 em esplanadas) sem limite de horário;

 Todas as modalidades desportivas;

Atividade física ao ar livre e ginásios;

 Grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação;

 Casamentos e batizados com 50% de lotação.

NOVO BANCO VENDE SUCURSAL DE ESPANHA AO ABANCA


O Novo Banco anunciou, esta segunda-feira, que assinou um acordo com a Abanca Corporación Bancaria, S.A. para vender as operações de retalho, banca privada e PME em Espanha, incluindo 10 balcões e respetivos colaboradores.

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Novo Banco precisa que "a concretização da operação está sujeita às respetivas autorizações regulatórias s e a sua conclusão é esperada no segundo semestre de 2021".

A entidade bancária refere que este acordo com o Abanca "representa a opção mais adequada de desinvestimento do negócio, garantindo a manutenção de serviço aos clientes e oferecendo atrativas perspetivas de longo prazo para clientes e colaboradores em Espanha".

A venda é consistente com o plano estratégico do Banco, executado de forma a cumprir com os compromissos definidos para 2021, assumidos pelo Estado Português perante a Comissão Europeia em 2017 no contexto da venda de uma participação do capital social do Novo Banco, refere o banco português, adiantando que espera que resulte da transação "um impacto marginal no resultado líquido de 2021, um incremento da posição de capital em cerca de 55 bps no Common Equity Tier 1 ratio (esperado) e um impacto positivo nos rácios de liquidez (LCR e NSFR)".

"Esta transação representa mais um marco relevante no processo de desinvestimento de ativos e operações 'não-core', nomeadamente contribuindo para uma redução da complexidade da estrutura e dos custos e permitindo ao Novo Banco prosseguir a sua estratégia de reafectação de recursos à atividade bancária em Portugal", afirma a instituição.

A concretização da operação está sujeita às respetivas autorizações regulatórias s e a sua conclusão é esperada no segundo semestre de 2021.

O Novo Banco analisou diversas opções estratégicas relacionadas com a operação em Espanha e deu início a um processo de venda em maio de 2020, e a 30 de setembro registou a operação como descontinuada no balanço do Banco.

"ESMAGADORA MAIORIA" DOS MUNICÍPIOS DO NORTE AUTORIZOU REABERTURA DAS FEIRAS


O presidente da Associação Feiras e Mercados da Região Norte (AFMRN), Fernando Sá, disse, esta segunda-feira, que a "esmagadora maioria" das autarquias já autorizou a reinício da venda de produtos não alimentares nas feiras e mercados municipais.

"Algumas autarquias (da região) ainda não deram essa indicação, mas é compreensível, na medida em que o Governo anunciou na quinta-feira, vésperas de feriado e Páscoa, o plano que dá continuidade ao desconfinamento. É natural que ao longo da semana essa informação vá sendo disponibilizada", disse Fernando Sá.

Segundo o responsável, "depois de três meses em casa e de em 2020 terem trabalhado apenas meio ano, os feirantes vivem na esperança de que o retomar da atividade lhes permita fazer face aos prejuízos, que são elevados".

Contudo, salientou, "é preciso ter em conta que o país atravessa grandes dificuldades económicas".

A data para a reabertura das feiras e os mercados de venda de produtos não-alimentares, cuja realização se encontra suspensa desde 15 de janeiro devido à pandemia de covid-19, foi anunciada a 11 de março e reafirmada na quinta-feira, pelo Governo, mas a medida fica sujeita a autorização municipal, à semelhança do que já aconteceu no primeiro confinamento, em 2020.

De acordo com o presidente da AFMRN, "os feirantes já não aguentavam mais esta paragem, que foi mais longa do que a do no primeiro confinamento, durou quase dois meses e meio, o que originou situações bastante dolorosas para as famílias que vivem desta atividade".

Também a Federação das Associações de Feirantes estima que a partir de hoje cerca de 2.500 mercados e feiras voltem a realizar-se todos os meses e apela aos municípios que isentem os feirantes do pagamento de taxas.

"Na grande maioria dos municípios está tudo preparado, por parte dos presidentes de câmara, para a partir do dia 05 de abril se dar a reabertura dos mercados de produtos não alimentares, não se esperando que haja intransigência das autarquias", disse à Lusa o presidente da Federação Nacional das Associações de Feirantes (FNAF), Joaquim Santos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.847.182 mortos no mundo, resultantes de mais de 130,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.879 pessoas dos 823.335 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

domingo, 4 de abril de 2021

FRONTEIRA TERRESTRE ENTRE PORTUGAL E ESPANHA FECHADA ATÉ 16 DE ABRIL


A fronteira terrestre entre Portugal e Espanha vai continuar fechada até 16 de abril. Anunciou o Ministério do Interior de Espanha em comunicado.

O Ministério do Interior espanhol explica que está em causa a situação epidemiológica dos dois países.

A circulação é permitida apenas ao transporte internacional de mercadorias, trabalhadores transfronteiriços e sazonais que tenham documentação, e veículos de emergência e socorro.

Na quinta-feira, António Costa já tinha anunciado que as fronteiras iam continuar fechadas.

"Vão manter-se fechadas as fronteiras terrestres com Espanha com aquelas exceções que são conhecidas e têm vindo a ser praticadas", disse António Costa, na conferência de imprensa realizada após o conselho de ministros.

A fronteira terrestre entre Portugal e Espanha está fechada desde 31 de janeiro.

MORREU O PRESIDENTE DA CÂMARA DE VISEU ALMEIDA HENRIQUES VÍTIMA DE COVID-19

 


Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, morreu este domingo. Estava internado desde dia 10 com covid-19.

"O Município de Viseu informa, com enorme pesar, que o Presidente da Câmara, António Almeida Henriques, faleceu esta manhã no Hospital de São Teotónio, vítima de complicações respiratórias decorrentes da COVID-19", informou a autarquia, em comunicado, este domingo de manhã. Almeida Henriques faleceu às 7.30 horas.

A autarquia declara, a partir deste domingo, três dias de luto municipal.

O autarca estava internado na Unidade de Cuidados Intensivos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu desde dia 10 de março, cinco dias depois de ter testado positivo ao coronavírus SARS CoV-2 que causa a doença covid-19.

Almeida Henriques, que completava 60 anos no próximo dia 5 de maio, foi eleito presidente da Câmara de Viseu em 2013. Preparava-se para se recandidatar a um último mandato.

O autarca, filiado no PSD, foi secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, entre 2011 e 2013, e antes, (2002 a 2011) deputado da Assembleia da República.

Foi também presidente da Associação Empresarial da Região de Viseu, vice-presidente da Confederação da Indústria Portuguesa e presidente da Assembleia Municipal de Viseu.

Há dois anos foi constituído arguido por suspeitas de dois crimes de prevaricação em negócios com José Simões Agostinho, um dos visados da Operação Éter.

POLÍCIA FRANCESA INVESTIGA ALEGADA PRESENÇA DE MINISTROS EM FESTAS ILEGAIS


A polícia francesa anunciou, este domingo, que abriu uma investigação à alegada participação de ministros em festas e jantares ilegais realizadas em locais exclusivos de Paris sem respeitar as normas de segurança devido à covid-19.

O Governo francês também já prometeu que não haverá impunidade caso se confirme a presença de ministros em festas e jantares clandestinos, tal como foi noticiado num programa de televisão.

O canal M6 transmitiu uma investigação em que, através de uma câmara escondida, mostra um organizador daqueles jantares e festas a admitir que membros do Executivo francês tinham participado, embora não os tivesse identificado.

O hashtag #OnVeutLesNoms (#Queremososnomes) tornou-se hoje a tendência na rede social Twitter, com mais de 16 mil mensagens de internautas a perguntar quem são os ministros e a pedir a sua demissão.

"Pedi ao responsável da Polícia de Paris para comprovar a veracidade dos fatos para que, se forem verdadeiros, persiga os organizadores e participantes desses jantares clandestinos", disse o ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, no Twitter.

A Polícia respondeu com uma outra mensagem em que informava que uma investigação tinha sido aberta.

A ministra delegada da Cidadania, Marlène Schiappa, já afirmou que se for constatado que algum membro do Executivo participou nestas festas ilegais, não existirá qualquer privilégio.

"Se ministros ou deputados infringiram as regras, é necessário que haja multas e que sejam sancionados como qualquer outro cidadão", frisou na rádio Europe 1, acrescentando também no Twitter que a renúncia é dada como certa caso se confirmem as acusações.

As palavras de Marlène Schiappa foram semelhantes às do ministro da Economia e Finanças, Bruno Le Maire, que, embora afirmasse estar convicto de que os seus colegas de Governo não compareceram naquelas festas, apelou ao organizador para revelar os nomes.

As imagens divulgadas pelo canal M6 mostram como nestes jantares, com menus entre 160 e 490 euros, as restrições sanitárias em vigor não são respeitadas.

"Depois de passar pela porta não há cobiça. Queremos que as pessoas se sintam à vontade. Este é um clube privado. Queremos que as pessoas se sintam em casa", afirmou um dos entrevistados, que enfatiza que a máscara não é obrigatória.

Esta polémica surge numa altura em que a França inicia o terceiro confinamento devido ao aumento do número de casos de covid-19 e às pessoas internadas nos hospitais.

sábado, 3 de abril de 2021

DIVULGADOS ONLINE DADOS PESSOAIS DE MAIS DE 500 MILHÕES DE UTILIZADORES DO FACEBOOK


Os dados pessoais de mais de 500 milhões de utilizadores da rede social Facebook, incluindo números de telefone e endereços de correio eletrónico, foram divulgados "online" este sábado num fórum de 'hacking', noticiou a revista Business Insider.

De acordo com a revista, um utilizador do fórum publicou os números de telefone e os dados pessoais de 533 milhões de utilizadores do Facebook.

Os dados expostos incluem informações pessoais de utilizadores do Facebook de 106 países, incluindo mais de 32 milhões de registos nos EUA, 11 milhões no Reino Unido, e 6 milhões na Índia. Incluem os seus números de telefone, identidade do Facebook, nomes completos, localizações, datas de nascimento, biografias e - em alguns casos - endereços de correio eletrónico.

Os dados divulgados são antigos e um porta-voz do Facebook disse à revista que foram roubados devido a uma vulnerabilidade, que a empresa corrigiu em 2019.

Apesar disso, Alon Gal, da empresa especializada em informações de cibercrime Hudson Rock, a primeira a descobrir a dimensão dos dados roubados, alertou que estes ainda podem fornecer informações valiosas para os criminosos informáticos.

"Uma base de dados deste tamanho, contendo a informação privada, tal como números de telefone de muitos utilizadores do Facebook, levaria certamente maus elementos a tirar partido dos dados para realizar ataques ou tentativas de hacking", disse, citado pela Insider.

Segundo Gal, a sua empresa descobriu os dados divulgados pela primeira vez em janeiro, quando um utilizador no fórum de 'hacking' anunciou que um "bot" (programa pirata) poderia fornecer números de telefone de centenas de milhões de utilizadores do Facebook em troca de um valor em dinheiro, tendo verificado que os dados eram legítimos.

Agora, todo o conjunto de dados foi publicado gratuitamente no mesmo fórum de 'hacking', tornando-os amplamente disponíveis a qualquer pessoa com conhecimentos rudimentares de dados.

ESTA NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE ALGO DO GÉNERO ACONTECE

Esta não foi a primeira vez que uma quantidade tão grande de informação de utilizadores do Facebook foi exposta online.

A vulnerabilidade da rede social, que foi descoberta em 2019 permitiu que milhões de números de telefone de pessoas fossem retirados dos servidores do Facebook.

A empresa prometeu anteriormente reforçar a segurança depois do escândalo com a empresa Cambridge Analytica, que divulgou dados de 80 milhões de utilizadores, violando os termos de serviço do Facebook, para visar os eleitores com anúncios políticos nas eleições de 2016 nos Estados Unidos.

De acordo com Alon Gal, de um ponto de vista de segurança, não há muito que o Facebook possa fazer para ajudar os utilizadores afetados pela violação, uma vez que os seus dados já estão expostos, mas acrescentou que o Facebook poderia notificar os utilizadores para que estes pudessem permanecer vigilantes para possíveis esquemas de "phishing" (roubo de dados).

"Os indivíduos que se inscrevem numa empresa respeitável como o Facebook estão a confiar-lhes os seus dados e o Facebook é suposto tratar os dados com o máximo respeito", disse Gal. "A fuga de informação pessoal dos utilizadores é uma enorme quebra de confiança e deve ser tratada em conformidade", sublinhou.

ESCALOU SEM PROTEÇÃO 116 METROS DA FACHADA DE UM HOTEL EM BARCELONA


George King, conhecido como Daredevil, conseguiu escalar sem qualquer sistema de segurança e proteção um dos edifícios mais altos da Europa.

O britânico George King, de 21 anos, voltou a surpreender quando, na sexta-feira, subiu a fachada do hotel Meliá Barcelona Sky. Uma escalada de 116 metros sem qualquer sistema de segurança.

Quem passou na rua e deu conta da façanha assistiu com a respiração em suspenso a cada passo deste jovem escalador livre conhecido como Daredevil. Em apenas 20 minutos chegou ao topo do edifício, considerado um dos mais altos da Europa, segundo o jornal espanhol "La Vanguardia".

Entre os espectadores também estavam agentes da polícia catalã Mossos d'Esquadra que, após a conclusão da escalada, detiveram o jovem britânico por se tratar de uma atividade ilegal punida com multa.

"Quando estava lá em cima senti que estava numa outra dimensão de felicidade", confessou George King à agência Reuters. "Quando me cruzei com a polícia no percurso de descida, a minha cabeça continuava lá em cima nas nuvens", acrescentou.

Nascido em Oxford e atualmente com um estilo de vida nómada a viajar pela Europa numa carrinha, esteve sob custódia cerca de 20 minutos e foi depois libertado sem ser sancionado, segundo informou o seu representante à agência France Presse.

Esta não foi a primeira vez que deu nas vistas em Barcelona: em dezembro passado, George King escalou a Torre Agbar, com 114 metros de altura.

O seu nome começou a ser falado quando escalou o arranha-céus The Shard, em Londres, com 310 metros de altura e o edifício mais alto do Reino Unido. A aventura valeu-se seis meses de detenção num centro para jovens.

IDOSA FALTA A VACINAÇÃO E POLÍCIA DESCOBRE QUE MARIDO GUARDAVA O SEU CORPO HÁ MAIS DE 10 ANOS


Perante a vacinação contra a Covid-19 em marcha em todo o mundo, os idosos são os primeiros a serem chamados. Na Escócia, alguns enfermeiros de Aberdeen estranharam a ausência de uma idosa de 80 anos e soaram os alarmes. A história escondia um caso insólito.

Christina Malley não compareceu à primeira dose da vacina e perante isto, alguns enfermeiros deslocaram-se à sua casa. O marido, Daniel Malley, de 78 anos, explicou que a mulher viajava fora do país, mas os profissionais de saúde não ficaram convencidos e bateram à porta de vizinhos. Nas casas à volta, a maior parte das pessoas desconhecia que Daniel era casado, a outra parte não a via há vários anos, pelo menos desde 2009.

"Eu moro aqui há anos e nunca o vi com a mulher", disse um dos vizinhos, citado pelo Daily Report. A chamada para a polícia tornou-se necessária. As autoridades descobriram o corpo de Christina Malley escondido em casa. A idosa pode estar morta há 12 anos.

Uma fonte ao The Evening Express adiantou que o marido se sentia muito solitário, "não aceitando que a mulher tinha partido". "Manteve o corpo dentro da casa porque não queria ficar separado da mulher, nem em vida, nem tragicamente, na morte", revelou a fonte.

A polícia abriu uma investigação ao caso.

PROIBIÇÃO DE CIRCULAÇÃO DURANTE TODA A SEGUNDA-FEIRA DE PÁSCOA


A proibição de circulação entre concelhos vai estender-se até às 23.59 horas da próxima segunda-feira, dia 5 de abril. Depois, pelo menos durante os próximos 15 dias, encerrar uma proibição.

A confusão instalou-se com a divulgação de algumas notícias a indicarem que a proibição de circulação para fora do concelho de residência, em vigor desde sexta-feira passada, durava até às 5 horas do dia 5 de abril. Mas, de acordo com informação veiculada hoje por António Costa durante a comunicação ao país, e mais tarde confirmada ao JN pelo gabinete do primeiro-ministro, uma proibição vigora até às 23.59 horas de segunda-feira.

A mesma informação já tinha sido confirmada esta semana pela ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e consta do  decreto-lei da renovação do estado de emergência datado de 28 de março.

Ou seja, durante o dia em que se inicia uma segunda fase do plano de desconfinamento, com a reabertura das escolas do 2.º e 3.º ciclos, esplanadas, feiras, mercados e lojas até 200 m2 com porta para a rua , é proibido sair do concelho de residência.

A 6 de abril, cessa a proibição de circulação entre concelhos, pelo menos durante os próximos 15 dias. "Na próxima quinzena não está prevista uma proibição de circulação entre concelhos, seja à semana, seja ao fim de semana", adiantou António Costa esta quinta-feira.

EXTRADITADO PARA CABO VERDE HOMEM QUE MATOU AGENTE DA PSP EM 2005 NA AMADORA

O cidadão cabo-verdiano cumpriu em Portugal 17 dos 23 anos de prisão a que tinha sido condenado pelo homicídio de Irineu Diniz. O homem que ...