Translate

domingo, 18 de julho de 2021

JÁ CONHECE O CARRO ELÉTRICO CHINÊS QUE CUSTA MENOS DE 4 MIL EUROS


O Wuling Hong Guang é um carro elétrico que na Europa é completamente desconhecido de qualquer cidadão comum, mas no seu país de origem tem bastante adesão, já que se tornou o carro elétrico mais vendido da China, o que se traduz num dos carros elétricos mais vendidos do mundo.

O Wuling Hong Guang é o resultado da colaboração de três das mais populares fabricantes chinesas (SAIC, GM e Wuling), e no final do primeiro trimestre assumiu a primeira posição no ranking de vendas de carros elétricos na China.

A fórmula pela qual conseguiu este sucesso não é outra senão o seu preço, já que ao câmbio atual custa o mesmo que qualquer scooter elétrico que se comercializa no nosso país.

No mercado chinês, o Mini Wuling Hong Guang tem um preço de 28.800 yuan, o que traduzido em euros resulta em cerca de 3.700 euros ao câmbio atual, um preço que é quase ridículo se o compararmos com o preço de qualquer carro elétrico na Europa Ocidental.

Para contextualizar, um dos carros elétricos mais baratos do mercado do Velho Contiente é o Dacia Spring, com um preço a rondar os 20 mil euros.

CICLO DA LUA E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS VÃO PROVOCAR INUNDAÇÕES SEM PRECEDENTES


O ciclo da Lua e as alterações climáticas vão provocar inundações sem precedentes a partir de 2030, revela o primeiro estudo da NASA sobre a matéria.

Em meados da próxima década, a Lua estará na fase do ciclo em que as marés são maiores. Desta forma, pode desencadear com mais frequência e intensidade fenómenos atípicos como as cheias.

Apesar do fenómeno acontecer sensivelmente a cada 18 anos, os cientistas dizem-se preocupados com as consequências que o ciclo lunar possa ter em conjunto com a subida do nível da água do mar provocada pelas alterações climáticas.

O estudo, divulgado este mês na publicação científica Nature Climate Change, foi conduzido por membros da equipa da NASA dedicados a estudar e registar as alterações do nível da água do mar. Ainda que se tenham focado na zona costeira dos EUA, explicam que as descobertas se aplicam a todas as zonas costeiras do planeta Terra.

FILHA DE EMBAIXADOR AFEGÃO FOI RAPTADA E TORTURADA NO PAQUISTÃO


A filha do embaixador afegão no Paquistão foi raptada e torturada, durante várias horas, por um grupo não identificado, sendo posteriormente libertada, divulgou, este sábado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão.

Segundo a agência AFP, na sequência deste incidente o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Afeganistão instou o Governo do Paquistão, através do embaixador do país em Cabul, a "tomar medidas imediatas para identificar e punir" os responsáveis por este crime e garantir a "segurança total aos diplomatas afegãos e às suas famílias".

Este incidente ocorre numa altura em que as relações diplomáticas entre os vizinhos Afeganistão e Paquistão se têm tornado mais tensas.

O Governo afegão tem acusado o paquistanês de apoiar os grupos de talibãs que lideram uma insurreição islâmica desde que foram expulsos do poder no Afeganistão, no final de 2001, por uma coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos.

Nos últimos dois meses, os rebeldes lançaram uma ofensiva contra as forças afegãs, o que lhes permitiu reconquistar território nas zonas rurais.

A tensão entre os dois países tem aumentando nos últimos dias, com o vice-presidente afegão, Amrullah Saleh, a utilizar as redes sociais para acusar o Governo paquistanês de ter dado apoio aéreo aos talibãs, acusação negada pelo Paquistão.

sábado, 17 de julho de 2021

SETE HOMENS DETIDOS POR IMPORTUNAÇÃO SEXUAL NA PRAIA DE CARCAVELOS


A Polícia Marítima deteve sete homens suspeitos da prática do crime de importunação sexual, este sábado, na praia de Carcavelos, concelho de Cascais, no distrito de Lisboa.

A Autoridade Marítima Nacional adianta, em comunicado, que atuou na sequência de um alerta recebido cerca das 16:00, através de populares que se encontravam na praia e que "afirmaram ter visto dois homens a importunar sexualmente uma jovem".

Depois da detenção dos dois suspeitos, outras testemunhas denunciaram mais cinco homens alegadamente com o mesmo comportamento, "tendo os elementos da Polícia Marítima procedido à identificação dos suspeitos e apreendido os seus telemóveis e máquinas fotográficas", que serão alvo de perícias.

"Foi contactado o Ministério Público, que ordenou a detenção dos sete suspeitos, com termo de identidade e residência", é referido no comunicado, onde é acrescentado que os sete homens são de nacionalidade estrangeira.

A Polícia Marítima de Cascais, que contou com o apoio da Unidade Especial de Polícia da PSP, tomou conta da ocorrência e contactou o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

PILOTOS DA TAP APROVAM PROPOSTA SINDICAL DE NÃO ACEITAR VOOS EM FOLGAS E FÉRIAS


Os pilotos da TAP decidiram este sábado em assembleia convocada pelo Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) não aceitar voos em folgas e em férias, votando esmagadoramente a proposta sindical nesse sentido.

Fonte do SPAC disse à Lusa que 96% votaram a favor da proposta, dois por cento contra e dois por cento abstiveram-se.

A assembleia de empresa convocada pelo SPAC destinou-se a debater o despedimento coletivo anunciado de 35 profissionais e decidir a aceitação ou não de realizar voos em férias e folgas.

Numa convocatória enviada esta semana aos associados, a que a Lusa teve acesso, o sindicato explicava que "a pedido expresso e urgente da direção do SPAC e tendo em conta a especial gravidade do momento laboral" que se atravessa, o presidente da mesa da assembleia-geral convocou a assembleia de empresa dos pilotos da TAP Air Portugal.

Esta segunda-feira, o SPAC apelou para que os associados não realizem voos em folga e férias e não "aceitem qualquer atividade que não esteja planeada", para combater o despedimento coletivo na TAP.

Numa carta, a que a Lusa teve acesso, os pilotos voltaram a contestar este processo, que envolve 35 profissionais, referindo que os "fundamentos são ilegais, incompreensíveis e sem justificação".

"Apelamos a todos os pilotos que, enquanto pairar esta ameaça de despedimento coletivo, não realizem voos em folga e férias e não aceitem qualquer atividade que não esteja planeada. Não contribuam para despedir os vossos colegas", salienta o SPAC.

"A TAP entende que não precisa desses 35 pilotos para realizar a operação. Porém, o que se verifica é que a TAP, apesar de ter um número de pilotos que considera excessivo, recorre ao trabalho em férias e folgas para resolver os problemas de planeamento", disse o sindicato.

O processo de despedimento coletivo de 124 colaboradores iniciado em 7 de julho pela TAP abrange 35 pilotos, 28 tripulantes de cabina, 38 trabalhadores da manutenção e engenharia e 23 funcionários da sede, segundo uma mensagem enviada pela administração aos trabalhadores.

SOBE PARA 168 NÚMERO DE MORTOS EM INUNDAÇÕES NA ALEMANHA E NA BÉLGICA


Pelo menos 168 pessoas morreram na sequência das chuvas torrenciais e das consequentes inundações e enxurradas que afetaram nos últimos dias, sobretudo, a Alemanha e a Bélgica, indicou hoje um novo balanço das autoridades destes dois países.

O anterior balanço de vítimas das chuvas intensas e das inundações que estão a fustigar parte da Europa Central dava conta de 153 mortes.

O número de vítimas mortais no estado da Renânia-Palatinado (oeste da Alemanha), onde fica o condado de Ahrweiler, um dos mais afetados pelas condições meteorológicas adversas, subiu para 98.

Segundo as autoridades locais, entre as vítimas mortais estão pelo menos 12 residentes de um centro de assistência para pessoas com deficiência.

As autoridades advertem que estes números podem vir a aumentar, uma vez que cerca de 1.300 pessoas no condado de Ahrweiler continuam incontactáveis e dadas como desaparecidas.

Os esforços para estabelecer contacto com estas pessoas estão a ser dificultados por causa dos danos provocados nas redes de comunicação.

A morte de outras 43 pessoas foi igualmente confirmada pelas autoridades do estado vizinho da Renânia do Norte-Vestfália.

Em termos totais, estão contabilizadas 141 vítimas mortais no território alemão.

Regressada de uma viagem a Washington, Estados Unidos, a chanceler alemã, Angela Merkel, vai visitar no domingo a região da Renânia-Palatinado, divulgaram hoje as autoridades locais.

Segundo a agência France-Presse (AFP), citando um porta-voz do Ministério do Interior do executivo regional, Merkel irá à aldeia de Schuld, local descrito como "mártir", uma vez que quase tudo na localidade foi destruído pela força das águas.

Merkel já considerou estes acontecimentos como uma "tragédia nacional" e comprometeu-se a aplicar todos os auxílios federais para ajudar na reconstrução.

Já hoje o Presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, visitou a cidade de Erftstadt, na região vizinha da Renânia do Norte-Vestfália, onde ocorreu um deslizamento de terra, na sequência das inundações.

Igualmente fustigada por níveis de precipitação e por inundações de contornos históricos, a Bélgica, através do centro nacional de crise, atualizou também o número de vítimas mortais no país, informando que pelo menos 27 pessoas morreram e outras 103 continuam dadas como desaparecidas.

Na Bélgica, o Governo decretou que na próxima terça-feira, dia 20, será dia de luto nacional.

Além da Bélgica e da Alemanha, as fortes chuvas e as consequentes cheias causaram graves danos materiais nos Países Baixos, no Luxemburgo e na Suíça.

VÍDEO: GRUPO DESTRÓI ESPLANADA E ATROPELA DUAS PESSOAS EM REGUENGOS DE MONSARAZ GNR ASSISTIU E NÃO INTERVEIO


Duas pessoas foram atropeladas e houve várias trocas de agressões entre populares esta madrugada num bar em Reguengos de Monsaraz. Os desacatos começaram porque grupo queria entrar mas o proprietário não os deixou.

Segundo uma testemunha, os desacatos ocorreram esta madrugada, num bar no centro de Reguengos de Monsaraz. Um grupo pretenderia ir para o interior do bar, mas o proprietário vedou-lhes o acesso.

O grupo protestou e começou a insultar e a agredir alguns dos clientes que se encontravam na esplanada. Nas imagens registadas por um vizinho é possível ver dois militares da GNR que entretanto já tinham sido chamados. Porém, os dois não conseguem impedir os desacatos que se prolongam por alguns minutos.

No vídeo, um dos agressores entra num carro que depois arranca velozmente atropelando duas pessoas que se encontravam na esplanada. Os dois militares ainda tentam abordar o condutor mas este põe-se em fuga. Os desacatos continuam com o arremesso de cadeiras e mesas e violentas agressões sem que os dois militares consigam por ordem na situação.

 Uma das pessoas atropeladas foi hospitalizada com algumas fraturas.

INUNDAÇÕES NA ALEMANHA DEIXAM MAIS DE 100 MORTOS E CERCA DE MIL DESAPARECIDOS


Cheias dos rios causadas por chuvas em volume recorde varreram cidades e vilas alemãs, deixando carros derrubados, casas destruídas e pessoas ilhadas

O número de pessoas que perderam suas vidas nas fortes enchentes na parte ocidental da Alemanha aumentou para mais de 100 nesta sexta-feira (16). Cerca de mil pessoas ainda estão desaparecidas na região de Neuenahr-Ahrweiler, segundo informações da polícia de Koblenz. Ao total, 117 pessoas morreram em toda a Europa Ocidental.

Cheias dos rios causadas por chuvas em volume recorde varreram cidades e vilas alemãs, deixando carros derrubados, casas destruídas e pessoas presas nos telhados.

Na cidade de Schuld, há imagens de casas que foram reduzidas a pilhas de entulho e vigas quebradas. As estradas foram bloqueadas por destroços e árvores caídas.

As enchentes causaram a pior perda em massa de vidas na Alemanha em anos. Antes disso, inundações em 2002 mataram 21 pessoas no leste do país e mais de 100 em toda a região central da Europa.

sexta-feira, 16 de julho de 2021

VIDEO: LUTO NACIONAL NA BÉLGICA POR INUNDAÇÕES "SEM PRECEDENTES"


O primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, disse temer que o balanço do número de vítimas se agrave ainda. "Em muitos locais, a situação continua extremamente crítica", disse. Pelo menos 103 pessoas morreram na Alemanha.

s inundações "sem precedentes" que devastaram uma parte da Bélgica desde quarta-feira fizeram pelo menos 20 mortos, e um dia de luto nacional será cumprido na terça-feira, 20 de julho, anunciou esta sexta-feira o governo belga.

Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 20 estão dadas como desaparecidas, segundo um balanço provisório fornecido pela ministra do Interior belga, Annelies Verlinden.

O primeiro-ministro belga, Alexander De Croo, disse temer que o balanço do número de vítimas se agrave ainda. "Em muitos locais, a situação continua extremamente crítica", declarou o dirigente liberal flamengo, em conferência de imprensa.

"Aguardamos ainda o balanço definitivo, mas pode dar-se o caso de estas inundações serem as mais catastróficas que o nosso país já viveu", declarou.

"Trata-se de circunstâncias excecionais, sem qualquer precedente no nosso país", acrescentou, saudando a mobilização de países vizinhos para ajudar as equipas de socorro belgas.

A província de Liège, no leste do país, é a mais afetada pelas cheias e concentra a maior parte das operações de socorro. Só os municípios de Verviers e Pepinster registaram pelo menos uma dezena de mortos.

Na próxima terça-feira, todo o país será convidado a respeitar um dia de luto nacional, acrescentou o primeiro-ministro à imprensa, em Bruxelas.

As bandeiras estarão a meia-haste em todo o reino e será cumprido um minuto de silêncio ao meio-dia, precisou.

126 mortos na Europa Central

Na Europa, o balanço do mau tempo atingiu pelo menos 126 mortos, a maioria dos quais na Alemanha, onde muitas pessoas continuam desaparecidas, fazendo temer uma tragédia ainda mais grave.

Até ao momento, pelo menos 103 pessoas morreram na Alemanha na sequência das fortes chuvadas e inundações que estão a assolar parte da Europa Central.

O balanço de vítimas, contudo, pode vir a aumentar depois de um número indeterminado de pessoas ter morrido ou desaparecido na Alemanha após um grande deslizamento de terras, que derrubou vários edifícios numa localidade próxima de Colónia, indicaram fontes locais.

Na localidade de Erfstadt-Blessem, "as casas cederam à força das águas e vários edifícios desmoronaram-se e acabaram por afundar-se nas águas", lê-se numa declaração publicada na rede social Twitter da organização das comunas de Colónia.

Um porta-voz da organização, citado pela agência noticiosa France-Presse (AFP) confirmou a existência de "vários mortos".

A imprensa local, que cita vários membros da comunidade de Erfstadt-Blessem, adianta, por outro lado, as chuvas diluvianas que estão a assolar o oeste da Alemanha originaram autênticos rios, provocando grandes inundações.

Naquela localidade, apesar de as autoridades locais terem dado o alerta para possíveis inundações, grande parte da população permaneceu nas recetivas casas.

Com mais este incidente, o número de vítimas mortais devido às fortes chuvas vai subir, depois de, hoje de manhã, as autoridades locais terem dado conta de que pelo menos 103 pessoas morreram na sequência da intempérie que assola há vários dias parte da Alemanha.

Por outro lado, falta contabilizar também o número total de pessoas desaparecidas.

"Receio que só veremos a extensão total da catástrofe nos próximos dias", avisara já a chanceler, Angela Merkel, na quinta-feira à noite, em Washington, onde cumpre uma visita oficial.

Mais de 21 000 pessoas sem eletricidade

A Valónia, região francófona no sul da Bélgica, tem sido particularmente afetada e continua, em parte, em estado de alerta de inundações.

O exército belga já disponibilizou helicópteros para socorrer as pessoas que se encontram em telhados na região de Pepinster (na província de Liège), estando a apoiar as equipas de busca e salvamento dos bombeiros e das forças da ordem.

Mais de 21 000 pessoas estão provadas de eletricidade na região, depois de, segundo a empresa que gere as redes de distribuição de eletricidade de gás na Valónia, a água ter inundado cerca de 300 postos de distribuição.

Na Suíça, as autoridades locais continuam em alerta máximo nas zonas que circundam os lagos de Biena, Thun e Quatro Cantões, que transbordaram várias vezes nos últimos dias, receando novas inundações face às persistentes chuvas registadas no último mês e meio.

O Presidente suíço, Guy Parmelin, visitou quinta-feira a cidade de Lucerna (nas margens do lago dos Quatro Cantões) e Biena para constatar, no terreno, a situação das inundações que deixaram submersas dezenas de residências, na maioria vivendas, sem que, porém, tenham sido registadas quaisquer vítimas mortais.

Segundo o centro hidrográfico suíço, os maiores lagos do país, como os de Constança (na fronteira com a Alemanha) e de Leman (junto a França), apresentam um "risco moderado" de cheias, havendo, porém, várias estradas de acesso cortadas ao trânsito.

Cerca de mil soldados alemães mobilizados

Em toda a parte da Europa central afetada, espera-se que continue a chover, com o nível do rio alemão Reno e de vários dos seus afluentes a subir perigosamente.

Cerca de mil soldados alemães foram mobilizados para ajudar nas operações de resgate e limpeza das cidades e aldeias, que oferecem todos o mesmo espetáculo desolador: ruas e casas debaixo de água, carros virados, árvores arrancadas.

Em Ahrweiler, várias casas desmoronaram-se literalmente. Debaixo dos escombros, a cidade parece ter sido atingida por um tsunami, descreve um jornalista da AFP.

Euskirchen, um pouco mais a norte, é provavelmente uma das cidades mais afetadas, com pelo menos 20 mortes registadas. O centro da cidade parece um campo de ruínas, com as fachadas das casas literalmente arrancadas pelas cheias.

Além disso, uma barragem próxima está em risco de uma rotura.

Bélgica pede ajuda devido a mau tempo e UE ativa Mecanismo de Proteção Civil

A Bélgica pediu ajuda aos seus parceiros da União Europeia (UE) através do Mecanismo Europeu de Proteção Civil, após fortes tempestades e inundações, disse hoje a Comissão Europeia, que aguarda um pedido da Alemanha.

Em resposta ao pedido das autoridades belgas, três países ofereceram já apoio, tendo a França enviado já barcos e helicópteros e estando já equipas a trabalhar no terreno.

"A UE está pronta a oferecer toda a ajuda necessária aos países afetados pelas intempéries", disse o porta-voz da Comissão Europeia, Stefan De Keersmaecker, acrescentando que, para isso, basta apenas que Berlim ative o mecanismo, a exemplo do que já fez a Bélgica.

A Áustria também disponibilizou barcos à Bélgica e a Itália avançou com uma equipa de salvamento, barcos e helicópteros, para ajudar nas buscas e resgate nas zonas inundadas.

"Estão a ser estudadas ofertas de outros Estados-membros para ver se podem juntar-se às equipas que estão já na Bélgica", disse De Keersmaecker.

Na Alemanha, o Presidente Frank-Walter Steinmeier apelou à "unidade nacional" e à solidariedade para com os afetados pelas inundações devastadoras no oeste do país, com pelo menos 103 mortos, enquanto prosseguem as buscas por centenas de pessoas desaparecidas.

"As águas estão a regredir e isso mostrará a verdadeira dimensão da tragédia", disse Steinmeier, numa declaração institucional.

Países Baixos vão retirar 10 700 residentes de cidades próximas do rio Meuse

Pelo menos 10 700 pessoas vão ser retiradas esta sexta-feira na cidade de Venlo e arredores, na província holandesa de Limburg, como medida de precaução devido aos elevados níveis de água atingidos pelo rio Meuse.

As áreas a serem evacuadas são as mais baixas ao longo do rio, como é o caso da cidade de Arcen, que vai ficar completamente vazia porque toda a população será retirada.

Um hospital de Venlo também está a ser evacuado, incluindo os 200 pacientes que estão nas urgências, dos quais 40 encontram-se debilitados, e todos os pacientes vão ser transferidos para outros hospitais da região.

IJsbrand Schouten, da direção do hospital, frisou que a possibilidade de desabamento do centro hospitalar é "relativamente baixa", mas destacou ser "um risco que não pode ser corrido" e destacou que todo o hospital deve ser totalmente evacuado antes das 03:00 locais (02:00 em Lisboa), horário em que o Meuse deve atingir o pico.

Por outro lado, o dique de Meerssen, cidade próxima à fronteira holandesa com a Bélgica, está a ser reforçado pelo Exército com sacos de areia, depois de parte da estrutura ter desabado esta manhã, mas a água continua a entrar pela rutura, ameaçando cidades próximas.

As corporações de bombeiros de 13 regiões de segurança mudaram-se para Limburg para ajudar os colegas, fornecendo bombas de água e máquinas para levar sacos de areia, enquanto as diferentes entidades de água enviam inspetores para os diques da província.

Em mensagem de alerta na rede social Twitter, o comité de segurança de Limburgo garantiu também que o alto nível de água do rio Meuse, a passagem por Roermond e Venlo no norte da província é esperada mais cedo do que o previsto, entre a tarde de hoje e a manhã de sábado.

Além disso, os habitantes de várias aldeias foram incentivados a deixarem as casas o mais rápido possível à procura de porto seguro, "o mais tardar, antes do pôr do sol", porque essas populações podem ficar inacessíveis aos serviços de emergência se o nível do rio aumentar.

"Se decidir ficar em casa, está por sua própria conta e risco", alertou a presidente da Câmara de Bergen, Manon Pelzer.


PISCINA ILEGAL EM COBERTURA PÕE EM CAUSA SEGURANÇA DE MORADORES DE PRÉDIO EM LEIRIA


A piscina colocada à margem da lei na cobertura do lote nº 4 do Condomínio Portas do Sol, no centro de Leiria, motivando queixas dos moradores por danos causados no edifício, não aparenta ter provocado uma sobrecarga na estrutura do imóvel.

“O relatório da vistoria efetuada (pelo município) não refere o risco de punçoamento (força aplicada numa pequena área de uma superfície) sendo, no entanto, referido que “a situação poderá pôr em risco a segurança e salubridade de pessoas e bens”, explicou ao início da tarde desta quinta-feira, dia 15, a câmara de Leiria.

A autarquia adianta, em resposta a questões colocadas pelo REGIÃO DE LEIRIA, que, “na sequência de uma queixa, foi efetuada uma vistoria ao local, tendo sido identificadas diversas patologias, bem como obras executadas em desacordo com o projeto aprovado onde se inclui uma piscina na cobertura”.

“Nessa sequência, foi efetuada a respetiva notificação à administração do condomínio no sentido de proceder à reparação das referidas patologias, tendo sido também notificada a proprietária da fração”, adianta.

Mais tarde, “foi ainda comunicado à proprietária da referida fração no sentido do esvaziamento imediato da piscina, dado que poderia encontrar-se em causa a segurança de pessoas e bens”.

Entretanto, “encontram-se a decorrer os procedimentos tendentes à verificação do cumprimento das notificações efetuadas e respetivas medidas de tutela para efeitos de reposição da legalidade urbanística”.

O advogado mandatário da proprietária da fração enviou na terça-feira, dia 13, um requerimento à câmara municipal em que “refere que se procedeu ao esvaziamento da piscina”.

Este caso foi revelado nas edições desta quinta-feira do Jornal de Leiria e do Correio da Manhã. Segundo o semanário editado em Leiria, “o resultado de duas vistorias técnicas confirmam que o edifício sofre de diversas patologias, agravadas pela instalação de uma piscina ilegal na cobertura de um dos lotes, ameaçando a segurança de pessoas e bens”.

“Num dos relatórios, feito por um engenheiro a pedido dos condóminos, é mesmo referido que, face à sobrecarga exercida na laje onde a piscina está aplicada, corre-se o risco de poder desencadear o mecanismo de punçoamento e provocar o colapso da estrutura”, refere o jornal, embora a vistoria efetuada por técnicos do município não refira esta hipótese.

Um morador no lote nº 4, Ricardo Vieira, contou ao Jornal de Leiria que “os problemas começaram a sentir-se a partir de 2012, após a construção da piscina, com o surgimento de infiltrações nos apartamentos”, registando-se também “quedas de lajes e de ladrilhos nas paredes exteriores, que foram substituídas e aparafusadas, e queda de reboco e esmagamento de tijolo nas garagens e em alguns apartamentos”.

Já o Correio da Manhã adianta que “o somatório da estrutura e a água necessária para a piscina ronda as 50 toneladas” e está instalada paredes meias com “uma das casas do guarda-redes de futebol Rui Patrício no edifício”. “A casa dele está encostadíssima à piscina”, explicou ao jornal Manuel Pereira, residente no prédio há onze anos.

VIDEO: TVI APANHA MINISTRO DO AMBIENTE A 200 KM/H NA A2


Segunda-feira, 5 de julho, 15:30. Este é um dos casos em que as imagens falam por si. Num BMW Série 5 de 2021 seguia o ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, quase a 160 km/h na estrada nacional, com o piso em mau estado, que dá acesso à A2, à saída de Beja.

O limite máximo permitido nesta estrada, por estar fora das localidades, é de 90 km/h. Significa isto que estamos perante uma contraordenação grave, perda de dois pontos na carta de condução e uma coima entre os 120 e os 600 euros.

Mais à frente, e já na auto-estrada, a aceleração é evidente. Primeiro, nos 170, depois nos 190 e, finalmente, o carro que leva o ministro do Ambiente atinge os 200 km/h e assim permanece durante vários quilómetros.

Numa situação normal, esta infração muito grave prevê a perda da carta de condução por um período mínimo de dois meses e máximo de dois anos, a perda de 4 pontos da carta e ainda uma coima entre os 300 e os 1.500 euros.

Só depois de quase uma hora a infringir o código da estrada, e já a 200 km/h, é que o motorista liga as luzes para assinalar marcha de urgência, sem qualquer justificação. Afinal, é apenas um ministro a sair de um evento e a regressar a Lisboa onde já não tinha qualquer agenda. Ou seja, Matos Fernandes não ia em qualquer serviço urgente de interesse público, como prevê a lei para casos excecionais.

Marcou presença num evento para assinalar a reabilitação da Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Roxo, em Aljustrel, nessa segunda-feira. O BMW Série 5 deste ano, cuja versão mais básica começa nos 60 mil euros, é conduzido pelo motorista do gabinete do ministro.

Contactado pela TVI, o Matos Fernandes disse que não tem memória de ter andado a 200 km/h na auto-estrada e a 160 na nacional.

Não tenho qualquer memória de os factos relatados terem sucedido. Se forem verdade, não deveriam ter acontecido e nunca deles me apercebi. Reconheço que, por vezes, e com a sinalização de emergência ligada, sei que os limites de velocidade são ultrapassados, apenas por razões de trabalho e para não chegar tarde a compromissos profissionais. Comprometo-me a estar mais atento em situações futuras."

João Pedro Matos Fernandes disse ainda que tem um excelente motorista profissional, que já vem de outros governos.

quinta-feira, 15 de julho de 2021

FRANÇA PEDE TESTE COM MENOS DE 24 HORAS A QUEM REGRESSA DE PORTUGAL


A França anunciou, esta quinta-feira, que todas as pessoas não vacinadas contra a covid-19 chegadas de Portugal ou Espanha que queiram entrar no país terão de apresentar um teste com menos de 24 horas, em vez das 48 horas atuais.

"As pessoas podem ir a Espanha e a Portugal, especialmente quando estão vacinadas. Quando não estão vacinadas, quando vêm desses dois países onde a situação é difícil, é preciso apresentar um teste com menos de 24 horas", anunciou esta manhã o secretário de Estado de Assuntos Europeus, Clément Beaune, na rádio "Franceinfo".

A medida vai entrar em vigor já a partir deste fim de semana.

Até agora, um teste PCR ou antigénio de menos de 48 horas era suficiente para voltar a entrar em França.

Questionado se há isolamento para os passageiros provenientes de Portugal ou de Espanha, o secretário de Estado disse que não, já que se trata de países da União Europeia.

Na semana passada, este mesmo governante "desaconselhou" os franceses a viajarem para Portugal e Espanha, tendo sido depois corrigido por diversos membros do Governo francês que esclareceram que não havia qualquer interdição de deslocação para os dois países.

VIEIRA DEMITE-SE DO BENFICA E DA SAD


Luís Filipe Vieira demitiu-se esta quinta-feira dos cargos de presidente do Benfica e da SAD.


Fim da linha de Vieira no Benfica. O líder do clube e da SAD, renunciou aos dois cargos em missivas enviadas na tarde desta quinta-feira ao emblema da Luz.

A decisão surge depois de o Conselho Fiscal ter, ainda ontem, concedido um ultimato ao responsável no sentido de se demitir, uma vez que declararia o termo de funções em trinta dias.

A única chance de Vieira seria usufruir de uma alteração das medidas de coação, decretadas no processo "cartão vermelho" proibição de falar com os restantes administradores da SAD, facto que não se perspetivava possível naquele período.

Por outro lado, o dirigente havia suspendido as funções no clube e pedido essa prorrogativa até outubro. Esta quinta-feira colocou um ponto final na ligação formal ao Benfica, onde assumiu a liderança em 2003.

RECOLHER OBRIGATÓRIO PASSA A VIGORAR EM 90 CONSELHOS E 70% DA POPULAÇÃO


O Governo voltou, esta semana, a incluir mais concelhos na lista dos municípios em risco elevado e muito elevado de incidência da covid-19. Medidas como o recolher obrigatório a partir das 23 horas alargam-se a 90 concelhos.

Quase 70% da população de Portugal continental, cerca de 6,6 milhões de pessoas, reside nos 90 concelhos sob risco elevado ou muito elevado de incidência de covid-19, estando sujeita às medidas mais restritivas no âmbito da pandemia.

A lista de municípios em risco muito elevado subiu de 33 para 47, onde residem 4.463.869 pessoas, segundo dados da Pordata relativos às estimativas da população residente em 2020, consultados pela Lusa.

Quanto aos concelhos de risco elevado, subiram de 27 para 43, abrangendo uma população de 2.190.419 residentes, segundo a mesma fonte.

Assim, nos 90 concelhos de maior risco residem 6.654.288 pessoas, o que corresponde a 67,8% do total de 9.802.128 residentes em Portugal continental.

Risco muito elevado

Há 47 concelhos que, por terem tido duas vezes seguidas mais de 240 casos por 100 mil habitantes (ou 480 casos nos concelhos de baixa densidade populacional), estão em risco muito elevado.

Concelhos: Albergaria-a-Velha; Albufeira; Alcochete; Almada; Amadora; Arruda dos Vinhos; Aveiro; Avis; Barreiro; Benavente; Cascais; Elvas; Faro; Ílhavo; Lagoa; Lagos; Lisboa; Loulé; Loures; Lourinhã; Mafra; Matosinhos; Mira; Moita; Montijo; Nazaré; Odivelas; Oeiras; Olhão; Oliveira do Bairro; Palmela; Peniche; Portimão; Porto; Santo Tirso; São Brás de Alportel; Seixal; Sesimbra; Setúbal; Silves; Sines; Sintra; Sobral de Monte Agraço; Vagos; Vila Franca de Xira; Vila Nova de Gaia; Viseu.

Regras:

-Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam;

- Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22.30 horas (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);

- Espetáculos culturais até às 22.30 horas;

- Casamentos e batizados com 25% da lotação;

- Ginásios sem aulas de grupo e permitidas modalidades desportivas de baixo e médio risco;

- Comércio a retalho até às 21 horas durante a semana. Aos fins de semana e feriados, retalho alimentar até às 19 horas e não-alimentar até às 15.30 horas;

- Limitação da circulação na via pública a partir das 23 horas.

Risco elevado

Há 43 concelhos que, por terem tido duas vezes seguidas mais de 120 casos por 100 mil habitantes (ou 240 casos nos concelhos de baixa densidade populacional), estão em risco elevado. Aplicam-se medidas como teletrabalho obrigatório e proibição de circulação a partir das 23 horas.

Concelhos: Alcobaça; Alenquer; Arouca; Arraiolos; Azambuja; Barcelos; Batalha; Bombarral; Braga; Cantanhede; Cartaxo; Castro Marim; Chaves; Coimbra; Constância; Espinho; Figueira da Foz; Gondomar; Guimarães; Leiria; Lousada; Maia; Monchique; Montemor-o-Novo; Óbidos; Paredes; Paredes de Coura; Pedrógão Grande; Porto de Mós; Póvoa de Varzim; Rio Maior; Salvaterra de Magos; Santarém; Santiago do Cacém; Tavira; Torres Vedras; Trancoso; Trofa; Valongo; Viana do Alentejo; Vila do Bispo; Vila Nova de Famalicão; Vila Real de Santo António.

Regras:

-Teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam;

- Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22.30 horas (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);

- Espetáculos culturais até às 22.30 horas;

- Comércio a retalho até às 21 horas;

- Limitação da circulação na via pública a partir das 23 horas.

Concelhos em alerta e resto do país

No resto do país incluindo os 30 concelhos em alerta (que tiveram mais de 120 casos por 100 mil habitantes) mantêm-se as regras que entraram em vigor a 14 de junho.

Concelhos em alerta: Águeda; Alcoutim; Aljustrel; Amarante; Anadia; Cadaval; Caldas da Rainha; Castelo de Paiva; Estarreja; Fafe;
Felgueiras; Guarda; Marco de Canaveses; Marinha Grande; Mogadouro; Montemor-o-Velho; Murtosa; Ourém; Ovar; Paços de Ferreira; Penafiel; Santa Maria da Feira; São João da Madeira; Serpa; Valpaços; Viana do Castelo; Vila do Conde; Vila Real; Vila Viçosa; Vizela.

Regras:

- Teletrabalho recomendado nas atividades que o permitam;

- Restaurantes, cafés e pastelarias (máximo de 6 pessoas no interior ou 10 pessoas em esplanadas) até à meia-noite para admissão e 1h00 para encerramento;

- Comércio com horário do respetivo licenciamento;

- Transportes públicos com lotação de dois terços ou com a totalidade da lotação nos transportes que funcionem exclusivamente com lugares sentados;

- Espetáculos culturais até à meia-noite;

- Salas de espetáculos com lotação a 50%;

- Fora das salas de espetáculo, com lugares marcados e com regras a definir pela DGS;

- Escalões de formação e modalidades amadoras com lugares marcados e regras de acesso definidas pela DGS;

- Recintos desportivos com 33% da lotação;

- Fora de recintos aplicam-se regras a definir pela DGS.

MAIS COCAÍNA NO AVIÃO ONDE EM FEVEREIRO FORAM APREENDIDOS 500 QUILOS DE DROGA

 


Funcionários do aeródromo de Tires, em Cascais, encontraram esta quarta-feira mais cocaína dentro do avião da empresa portuguesa OMNI onde em fevereiro as autoridades brasileiras detetaram 500 quilos daquela droga, disse à Lusa fonte da infraestrutura aeroportuária.

A mesma fonte não conseguiu precisar a quantidade de droga encontrada na aeronave, que pertence à empresa privada OMNI - Aviação e Tecnologia, com sede em Porto Salvo (Oeiras).

A Polícia Federal do Brasil apreendeu no início de fevereiro meia tonelada de cocaína escondida neste avião particular que já tinha recebido autorização para descolar da cidade de Salvador com destino a Portugal.

A droga foi encontrada durante uma inspeção de agentes da Polícia Federal quando o avião se encontrava na pista do Aeroporto Internacional de Salvador.

Em 23 de fevereiro, o Departamento Central de Investigação e Ação Penal confirmou que já estava a investigar o caso da apreensão da cocaína encontrada no Brasil dentro da fuselagem deste avião que tinha como destino Tires.

A agência Lusa contactou entretanto as autoridades policiais para obter mais esclarecimentos, mas até ao momento ainda não obteve resposta.

quarta-feira, 14 de julho de 2021

EXIGÊNCIA DE POLÍTICOS DECLARAREM MAÇONARIA CAI POR TERRA


A proposta do PSD, aprovada esta quarta-feira na Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados, que estabelece que os titulares de cargos políticos devem declarar as associações a que pertencem, tem diferentes entendimentos por parte dos partidos, especialmente no caso da maçonaria.

A iniciativa reforça que a menção acontece, desde que "não seja suscetível de revelar dados constitucionalmente protegidos" como a saúde, a orientação sexual, a filiação sindical ou as convicções religiosas ou políticas.

Nelson Silva, deputado do PAN, afirma que a proposta corre o risco de se tornar "inócua". "Alguns dos direitos constitucionalmente protegidos são a liberdade de associação, de religião e de prática de culto. No caso da maçonaria, alguém pode considerar que está englobada".

Por outro lado, André Coelho Lima, do PSD, adianta que o partido não quer fazer "juízos de valor" quanto às associações, nem pretende que a iniciativa seja "persecutória". O deputado esclarece que a Opus Dei vai entrar nas exceções pela questão da liberdade religiosa, mas defende que o mesmo pode não acontecer com a maçonaria.

Em dezembro de 2019, o PAN deu entrada na Assembleia da República de um projeto de lei que previa que a declaração dos titulares de cargos políticos tivesse "um campo de preenchimento facultativo" para indicação de pertença a organizações como a Maçonaria e a Opus Dei.

O partido prescindiu da proposta a favor da iniciativa do PSD, que se aplica aos "titulares de cargos políticos ou altos cargos públicos", que "iniciem, renovem ou terminem funções a partir da entrada em vigor", cinco dias após a publicação do diploma.

A proposta aprovada esta quarta-feira na especialidade, com os votos a favor do PSD, BE, PCP, CDS-PP e PAN e contra do PS, segue agora para a votação em plenário.

GRAVAÇÃO: FLORENTINO DIZ QUE JORGE MENDES E PINTO DA COSTA USARAM CONTAS NA SUIÇA PARA RECEBER TRANSFERÊNCIAS DE JOGADORES


Segundo ficheiros áudio de conversas telefónicas mantidas em 2007 pelo presidente do Real Madrid a que o "El Confidencial" teve acesso, Florentino Pérez revelou que, na altura da transferência de Pepe para os merengues, Pinto da Costa e Jorge Mendes tinham uma parceria que faria com que o dinheiro pago tivesse de passar por uma conta na Suíça. Na altura, Jorge Mendes era considerado "estranho". Em declarações, Pérez insistiu na relação de amizade que mantém com ambos.

Primeiro Iker Casillas e Raúl González. Depois, Cristiano Ronaldo e José Mourinho. E agora, Pinto da Costa, Jorge Mendes, Pepe e Fábio Coentrão: o dirigente portista, o agente de futebol e os jogadores são os mais recentes visados nas revelações do "El Confidencial", que tem divulgado, nos últimos dias, conversas telefónicas antigas mantidas por Florentino Pérez.

Os áudios em causa remontam a agosto de 2007, um ano depois de ter saído da presidência do Real Madrid. De acordo com o jornal espanhol, Florentino terá levantado suspeitas em torno da contratação de Pepe ao F. C. Porto, por 30 milhões de euros, nesse mesmo ano, ainda no mandato do presidente Ramón Calderón. O atual dirigente merengue, que voltou ao comando do Real em 2009, terá referido que Pinto da Costa e Jorge Mendes levavam, alegadamente, o dinheiro para a Suíça.

"Eu conheço o presidente do F. C. Porto. Que os 30 milhões saíram daqui e foram para lá, de certeza. Ele faz isto com o Jorge Mendes, que é o representante dele, é o que engana todos. Com ele, tudo é estranho. O Mendes e o presidente do F. C. Porto conseguiram o dinheiro do russo (Roman Abramovich, dono do Chelsea), com Mourinho, (Ricardo) Carvalho e (Paulo) Ferreira, e levaram-no para a Suíça", ouve-se no som divulgado pelo jornal espanhol.

Além das duras críticas a Casillas e Ronaldo a quem chamou de "doente" e acusou de arrogância e má educação Fábio Coentrão é outro dos jogadores que surgem nos áudios a que o "El Confidencial" teve acesso. "Esse é tolo. É outro que não tem cabeça e o Real Madrid engole esses tipos. É um pouco idiota. Conduz sem carta", terá dito Florentino Pérez.

Relação de amizade com Jorge Mendes e Pinto da Costa

 Florentino Pérez reagiu às notícias que têm por base os ficheiros divulgados pelo "El Confidencial", afirmando que as "gravações foram produzidas ilegalmente" e "estão fora de contexto para provocar uma interpretação que não corresponde à realidade".

O dirigente madrileno dirigiu ainda várias palavras elogiosas tanto a Mendes como a Pinto da Costa. "Tenho uma relação fantástica com Jorge Mendes há mais de 15 anos. Uma relação sempre baseada na amizade e no respeito. O seu trabalho no Real Madrid sempre foi muito profissional, completo e transparente. Muito especial. Também mantenho uma grande amizade com o presidente do F. C. Porto, Pinto da Costa, com quem tivemos oportunidade de celebrar vários acordos sempre baseados na máxima transparência", assegurou.

PAIS ABANDONAM FILHA DE 13 ANOS EM ILHA DESERTA PARA DAR-LHE UMA LIÇÃO


Os pais de uma jovem de 13 anos, na China, decidiram abandoná-la, à sua conta, numa ilha deserta.

A jovem, segundo os seus pais, era demasiado "rebelde", e esta foi a forma que arranjaram para lhe dar uma lição sobre trabalho e adversidades.

A decisão foi tomada após a jovem ter decidido sair da escola e passar os dias em casa.

Segundo o Mirror, a ilha em causa fica a um quilómetro da costa da cidade de Rushan e estaria deserta há vários anos. Os pais deixaram a filha apenas com bolachas e água.

A jovem conseguiu salvar-se quando avistou uma embarcação de pesca e fez sinal aos seus tripulantes. Um dos pescadores acabou por alertar a polícia, que entrou em contacto com os pais e os obrigou a ir buscar a filha.

VÍDEO: TURISTAS CAEM DE FALÉSIA APÓS BALOIÇO EM QUE ANDAVAM SE TER PARTIDO


As duas mulheres sobreviveram ao caírem numa plataforma uns metros abaixo.

As duas jovem experimentava a atração Extreme Swing, semelhante a um banco, a 2 mil metros de altura e com vista para o desfiladeiro Sulak, na região do Daguestão, na Rússia, quando o acidente ocorreu.

Num vídeo publicado nas redes sociais é possível ver o momento em que a corrente do baloiço se parte e as mulheres caem da falésia.

As duas mulheres sobreviveram à queda ao caírem numa pequena plataforma de madeira poucos metros abaixo da falésia. Após a queda, foram retiradas da plataforma por familiares e amigos, tendo sofrido apenas alguns hematomas e arranhões.

O Ministério do Turismo do Daguestão afirmou que o baloiço "não atendia aos padrões oficiais de segurança". As autoridades decidiram retirar todos os baloiços na beira de penhascos na zona, para maior segurança dos visitantes. Uma investigação está em andamento sobre os organizadores e os padrões de segurança que foram incrementados na época.

SUPREMO TRIBUNAL ESPANHOL DIZ QUE NOVO BANCO TEM DE DEVOLVER INVESTIMENTO A CLIENTE DO BES

O tribunal espanhol considera a decisão do Banco de Portugal, que passou a responsabilidade do Novo Banco para o BES, é "contrária aos ...