Translate

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

ERUPÇÃO DO CUMBRE VIEJA FOI O PIOR PERÍODO DA ILHA


O presidente da ilha de La Palma, Mariano Hernández Zapata, reconheceu esta quarta-feira que os 60 dias de erupção do vulcão Cumbre Vieja foram "os piores" na história recente da ilha.

Num encontro com jornalistas para fazer um balanço das ações das autoridades, Zapata agradeceu também a atitude da população da ilha, sublinhando que tem agido "com tenacidade apesar de, por vezes, ter perdido tudo".

Hernández Zapata destacou ainda as numerosas manifestações de apoio, somando mais de sete milhões de euros em donativos solidários, "que nos fizeram sentir o carinho de muitas pessoas de fora da ilha".

Estas doações estão a ser distribuídas, em valores que variam entre dois mil e três mil euros por unidade familiar, através do registo único instituído pelo governo das Canárias, que permite a distribuição das ajudas com a contribuição mínima de documentos por parte das vítimas.

Zapata está ciente de que a população atingida exige mais celeridade na distribuição das ajudas diretas e tem referido a comunicação "fluida e positiva" que mantém com as diferentes associações de vítimas existentes, com vários encontros semanais.

O presidente da ilha de La Palma realçou as diversas ações em setores como a agricultura, o turismo, as infraestruturas e os serviços sociais, nos quais "depois de 60 dias de trabalho conjunto de todas as administrações, será necessário agora enfrentar um futuro que não será fácil".

Zapata agradeceu às numerosas organizações, tanto estatais como organizações não governamentais como a Caritas ou a Cruz Vermelh que prestaram ajuda e serviço à população da ilha.

Embora Zapata reconheça a dificuldade de atuar perante "esta situação extraordinária", destacou a unidade de ação de todas as administrações públicas, tanto a nível local como estadual, e a constante colaboração entre elas.

A erupção do vulcão Cumbre Vieja já causou a devastação de 866,1 hectares e a destruição de mais de dois mil edifícios na ilha, onde continuam a registar-se muito frequentemente sismos.

MEDICAMENTOS QUE NUNCA (MAS MESMO NUNCA) DEVE MISTURAR COM ÁLCOOL


Não tome medicamentos e álcool ao mesmo tempo. Esta mistura explosiva pode comportar riscos para a saúde. Os fármacos e o álcool viajam pelo sangue em caminhos paralelos que, quando se cruzam, podem originar efeitos secundários indesejados, pôr em causa o efeito terapêutico de alguma medicação e resultar em toxicidade para o nosso organismo.

Com isso em mente, o farmacêutico Scott McDougall, co-fundador da The Independent Pharmacy, disse ao jornal britânico The Sun os medicamentos que não devem, em circunstância alguma, ser misturados com álcool. Ei-los:  

Propranolol

É um medicamento usado para tratar problemas cardiovasculares, como a angina do peito, para controlar a hipertensão, a ansiedade e até aliviar enxaquecas. "O álcool também pode baixar a pressão arterial, pelo que misturar propranolol e álcool não é aconselhado, uma vez que pode causar uma queda súbita na pressão arterial, tonturas, náuseas, tonturas e até desmaios", avisa o farmacêutico. 

Antibióticos

Scott explica: "Existem alguns antibióticos que exigem que corte completamente no álcool enquanto os toma". É o caso do "metronidazol, normalmente prescrito para tratar os dentes ou para eliminar úlceras, e o Tinidazol, usado no tratamento de infeções e no combate de bactérias intestinais indesejadas", diz. "A combinação de álcool com estes dois antibióticos pode ter efeitos secundários dolorosos, incluindo dores de estômago, vómitos, afrontamentos e batimento cardíaco rápido ou irregular", avisa, acrescentando que também é necessário ter atenção à toma de álcool e Linezolid e Doxiciclina. 

Segundo o portal da CUF, "não é verdade que o álcool anule o efeito dos antibióticos". No entanto, pode reduzir o tempo que o antibiótico permanece na corrente sanguínea em níveis adequados e competir, a nível do fígado, com a eliminação dos antibióticos, aumentando a sua toxicidade bem como a dos antibióticos e de outras substâncias.

Fármacos para constipações e gripes

Sonolência e tonturas intensas são apenas duas das muitas complicações que podem surgir com a mistura destes medicamento com bebidas alcoólicas. 

Medicamentos para a azia

É o caso do Zantac. Quando misturados com álcool, os fármacos indicados para a azia, úlcera duodenal ou gástrico e refluxo gastroesofágico podem causar taquicardia e alterações súbitas na pressão sanguínea.

terça-feira, 16 de novembro de 2021

RÚSSIA TESTA MÍSSIL EM SATÉLITE E AMEAÇA ESTAÇÃO ESPACIAL INTERNACIONAL


A Rússia destruiu um satélite com o teste de um míssil. Os destroços, espalhados a alta velocidade, ameaçaram os astronautas da Estação Espacial Internacional, que se refugiaram nos "salva-vidas" espaciais.

A Rússia testou um míssil e apontou a um satélite antigo a vaguear em desuso pelo espaço. O sucesso da experiência resultou na destruição do engenho, espalhando milhares de pedaços e obrigando os astronautas da Estação Espacial Internacional (EEI) a procurar refúgio.

A velocidade as que os estilhaços viajam pode destruir as paredes da EEI. Confrontados com o teste russo, os astronautas refugiaram-se nas cápsulas que os transportaram até à estação, que funcionam como um "bote salva-vidas" cósmico atracado à EEI, que orbita atualmente a cerca de 260 quilómetros da Terra, com sete astronautas: quatro americanos, um alemão e dois russos.

"Com um longa e documentada história na exploração espacial, é impensável que a Rússia tenho colocado em risco a vida não só de americanos e parceiros internacionais da EEI, mas também os próprios cosmonautas russos", disse Bill Nelson, administrador da agência espacial norte-americana, NASA.

A Roscosmos, agência espacial russa, minimizou o incidente. "A órbita dos objetos, que forçaram a tripulação a refugiar-se no interior da nave espacial, de acordo com procedimentos normais, deslocou-se para lá da EEI. A estação está livre de perigo".

A experiência deixou também em risco os astronautas a bordo da estação especial chinesa, Tiangong3, ou "Palácio Celeste 3", que recebeu, em julho, os primeiros "taikonautas", termo com origem na palavra chinesa "taikong", que significa cosmos ou espaço, usado para definir os cosmonautas chineses.

O Departamento de Estado dos EUA considerou "imprudente" o teste russo, que destruiu o Kosmos-1408. O satélite espião, de uma tonelada, foi lançado em 1982 e estava desativado há muitos anos.

"O teste gerou, até ao momento, 1500 pedaços de destroços orbitais rastreáveis e centenas de milhares de partículas mais pequenas que agora ameaçam os interesses de todas as nações", disse o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price.

"Os destroços resultantes deste teste vão manter-se em órbita, deixando satélites e voos espaciais tripulados em risco anos a fio", observou o secretário da Defesa do Reino Unido, Ben Wallace. A Rússia "demonstrou um completo desrespeito pela segurança e sustentabilidade do espaço", acrescentou aquele governante britânico, citado pela BBC.

"Um atitude "irresponsável e perigosa" que expõe as "enganosas e hipócritas afirmações da Rússia quando diz opor-se à presença de armas no espaço", consideram os americanos. "Vamos trabalhar com os nossos aliados para encontrar uma resposta à irresponsabilidade dos russos", acrescentou Ned Price.

MULHER TERÁ CONSEGUIDO ELIMINAR O VIH DO ORGANISMO SEM FAZER TRATAMENTO


O caso foi identificado na Argentina e traz esperança aos investigadores sobre a possibilidade de desenvolver um cura para a sida.

Uma mulher argentina terá conseguido eliminar o VIH do seu organismo. Esta situação é extremamente rara: até agora apenas duas pessoas no mundo tinham conseguido alcançar o que os investigadores chamam de "cura por esterilização". No entanto, neste caso, a paciente não foi submetida a qualquer tratamento. Esta descoberta traz esperança aos investigadores sobre a possibilidade de vir a desenvolver uma cura para a sida.

Consideram a paciente como uma rara “controladora elite” do VIH. Depois de oito anos com a doença, o organismo da mulher de 30 anos conseguiu derrotar o vírus sem ter sido submetido a qualquer tratamento regular para a infeção. As análise realizadas pelos investigadores a milhares de milhões de células da paciente mostram que não existe qualquer vestígio do vírus ativo no seu organismo.

O caso aconteceu na cidade de Esperanza, na Argentina, e foi reportado na revista científica Annals of Internal Medicine. A mulher terá conseguido uma “cura por esterilização” da infeção VIH, ou seja, o vírus foi eliminado sem que houvesse transplantação de células estaminais ou tenha sido aplicado qualquer outro tratamento.

Uma cura por esterilização de VIH foi observada anteriormente em apenas dois pacientes que receberam um transplante de medula óssea altamente tóxico”, explica Xu Yu, autora do estudo e investigadora no Ragon Institute of Massachusetts General Hospital, no MIT e em Harvard, à CNN. “O nosso estudo mostra que este tipo de cura pode ser atingida durante a infeção natural na ausência do transplante de medula óssea (ou qualquer outro tipo de tratamento).”

A paciente argentina foi diagnosticada com VIH em março de 2013, tendo começado um tratamento antirretroviral em 2019, quando engravidou. Este tratamento foi mantido durante o segundo e terceiro trimestres, no entanto, depois de o bebé nascer sem o vírus a mãe parou a terapêutica.

As análises feitas às células da paciente mostram que houve uma infeção por VIH antes, mas agora não foram encontrados vírus intactos e capazes de se replicarem. Os investigadores identificaram sete provírus uma forma de vírus que se integra no material genético da célula hospedeira que estavam defeituosos.

“Exemplos de curas deste tipo que se desenvolvem naturalmente sugerem que os esforços atuais para encontrar uma cura para a infeção por VIH não são inatingíveis, e que as perspetivas de ter uma ‘geração livre da sida’ pode acabar por ter sucesso”, escreveu Yu, em resposta à CNN.

Os investigadores ainda não sabem de que forma o organismo da paciente conseguiu eliminar o vírus, mas acreditam que resulta de “uma combinação de diferentes mecanismos imunológicos”.

“Expandir o número de indivíduos com a possibilidade de cura por esterilização iria facilitar nossas descobertas sobre como os fatores imunológicos podem levar a esta cura por esterilização em populações mais amplas de indivíduos infetados por VIH”, acrescenta a investigadora.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, em 2020 37,7 milhões de pessoas viviam com VIH a nível mundial. Quando não tratado, o vírus pode provocar síndrome de imunodeficiência, também conhecido como sida, causando a morte ao paciente. No ano passado, perto de 690 mil pessoas morreram devido a esta doença.

segunda-feira, 15 de novembro de 2021

VÍDEO: O MOMENTO DA EXPLOSÃO DE UMA BOMBA NUM TÁXI EM LIVERPOOL


Imagens de uma câmara de vigilância mostram o momento em que uma bomba explodiu dentro de um táxi em Liverpool, Inglaterra.

O motorista ter-se-á apercebido das intenções terroristas do passageiro e trancou a viatura.

O condutor, que conseguiu fugir pelo próprio pé antes de o carro se incendiar, foi levado para o hospital e o alegado autor do atentado morreu.

A polícia deteve três suspeitos no âmbito da investigação.


BANDEIRA DE FRANÇA MUDOU DE COR PARA "REAVIVAR O SÍMBOLO DA REVOLUÇÃO FRANCESA"


A alteração não foi anunciada oficialmente pelo Governo de Macron, mas a decisão foi tomada há mais de um ano.

A cor da bandeira de França mudou no último ano. A decisão não foi anunciada oficialmente, no entanto, o gabinete do Presidente Emmanuel Macron admitiu que a decisão de voltar a colocar o azul num tom mais escuro foi tomada em julho de 2020.

Um elemento do Governo francês admitiu aos sites Europe1 e CNews que existem várias razões para se ter realizado a mudança. Uma delas é estética “este azul é mais elegante” e a outra “muito política”. Segundo o representante governamental, regressar ao tom azul marinho tem como objetivo “reavivar o símbolo da Revolução Francesa”.

A faixa azul da bandeira francesa já teve duas tonalidades de azul: o azul marinho e o azul vivo. O segundo foi introduzido pelo antigo Presidente Giscard d’Estaing, em 1976, para combinar com o azul da bandeira da União Europeia (UE).

O gabinete de Macron recusa que a alteração da cor da bandeira tenha qualquer interpretação anti-UE.

A discussão sobre o tom de azul da bandeira francesa tem dois lados: se há quem defenda que o azul mais escuro não combina com a bandeira europeia, principalmente quando estão lado a lado, outros há que sentem a nostalgia das cores que representavam o país durante a sua infância.

A decisão de alterar a cor foi tomada a 13 de julho de 2020, mas, até agora, nenhuma instituição francesa recebeu ordem para mudar a bandeira.


domingo, 14 de novembro de 2021

TENTOU CORROMPER GNR COM 500 EUROS E FOI DETIDO


A GNR da Feira deteve um homem de 50 anos por tentar corromper um militar da patrulha com 500 euros.

Durante uma operação de fiscalização de trânsito, em Mosteiró, foi solicitado a fazer o teste de alcoolemia, mas terá tentado entregar o dinheiro a um elemento da GNR para, desta forma, evitar ter de o fazer.

Acabou detido e transportado para o posto da GNR da Feira para identificação. Sujeito ao teste de alcoolemia, acusou uma taxa de mais de 1,3 g/l.

Foi notificado para se apresentar no tribunal da Feira, esta segunda-feira, e está indiciado pelos crimes de corrupção ativa e condução sob o efeito do álcool.

A quantia com a qual tentou subornar os guardas foi apreendida.

BRITNEY SPEARS ESTÁ LIVRE. TUTORIA TERMINA AO FIM DE 14 ANOS


A artista, Britney Spears, recuperou esta sexta-feira a sua independência depois de lhe ter sido negado o direito de tomar decisões sobre a sua vida, há quase 14 anos.

A decisão da juíza Brenda Penny, do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles, marca uma vitória extraordinária para a cantora e um ponto final no acordo legal que foi estabelecido e supervisionado pelo seu pai, em 2008, depois de Britney ter tido um colapso nervoso e ter estado internada.

Na época, Jamie Spears pediu aos tribunais a tutela temporária de emergência, alegando que o estado mental da filha a impedia de administrar os negócios, cuidar da saúde ou tomar decisões.

O fim da tutoria aconteceu cinco meses depois de Britney Spears, com 39 anos, ter falado pela primeira vez sobre o acordo em tribunal. A cantora revelou que tinha sido obrigada a tomar medicamentos, a atuar contra a sua vontade e ainda que o pai tinha sido "abusivo" no controlo da sua vida. O tribunal suspendeu a tutoria do pai em setembro. Desde então, Jamie Spears deixou de ter voz na gestão da vida privada ou nas finanças da filha, que ficou a cargo de profissionais.

A decisão desta sexta-feira significa que Britney Spears vai poder retomar o controlo dos seus bens e vai deixar de pagar a uma equipa de profissionais e advogados para supervisionar os seus assuntos.

Movimento #FreeBritney

O caso suscitou protestos internacionais e levou a um escrutínio generalizado do tratamento mediático das estrelas pop femininas e do sistema de tutoria dos EUA que afeta milhões de pessoas. Os fãs, que têm organizado manifestações #FreeBritney durante anos, fecharam a rua à porta do tribunal no centro de Los Angeles esta sexta-feira para se reunirem em apoio à rescisão e planearam uma "festa da liberdade".

Em fevereiro, a vida de Britney Spears voltou à esfera pública com o lançamento do documentário "Framing Britney Spears", focado na trajetória da cantora norte-americana, incluindo os momentos de maior popularidade e os acontecimentos que levaram a que a sua vida passasse a ser controlada pelo pai.

Aos 39 anos, Britney Spears "não pode dispor livremente do seu dinheiro ou assinar nenhum documento sem autorização prévia, o que a levou a uma árdua batalha judicial contra o pai". O trabalho do The New York Times "explora a base legal da tutela, assim como os requisitos que devem cumprir tanto Spears como os tutores designados pelo tribunal".

Britney Spears estreou-se oficialmente em 1999 quando editou o álbum "...Baby One More Time", que vendeu mais de cem milhões de exemplares em todo o mundo.

Na sequência do documentário "Framing Britney Spears", tornaram-se virais movimentos para pedir a "libertação" da artista do controlo do pai ("#FreeBritney") e para levar a que quem a criticou e julgou, na altura, viesse agora pedir desculpa.

Sendo uma das artistas que mais venderam no virar do século, a norte-americana é a intérprete de temas como "Oops!... I Did It Again", "Toxic" e "Womanizer".

PIRATAS INFORMÁTICOS ENVIAM MILHARES DE EMAILS DE CONTA DO FBI


Ataque informático confirmado pelo FBI.

Piratas informáticos comprometeram no sábado o sistema de correio eletrónico externo do FBI e enviaram milhares de emails de uma conta do serviço de inteligência norte-americano a alertar para um possível ciberataque.

O ataque informático foi confirmado pela própria agência e por especialistas de segurança.

Num comunicado, citado pela agência Reuters, o FBI esclareceu que os emails falsos terão sido enviados por um endereço eletrónico oficial do FBI, que terminava em @ic.fbi.gov.

Apesar de o sistema afetado pelo incidente "ter sido colocado offline rapidamente, após a descoberta do problema", o FBI reconheceu que "esta é uma situação recorrente".

Foram enviados dezenas de milhares de emails a alertar para um possível ataque informático, confirmou a organização Spamhaus Project, no Twitter, onde mostrou também uma cópia da mensagem que está "assinada" pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos.

sábado, 13 de novembro de 2021

PRODUTORES DE LEITE ENTREGAM FARDO DE PALHA À PORTA DE PINGO DOCE


A ação de protesto visou chamar a atenção para "os preços baixos" do leite que as indústrias pagam aos produtores e para o aumento dos fatores de produção.

Produtores de leite entregaram esta sexta-feira de manhã um fardo de palha à porta do supermercado Pingo Doce, em Barcelos, em protesto contra os preços baixos do leite. A iniciativa visou também desafiar a insígnia do grupo Jerónimo Martins a parar com a desvalorização do leite e a pagar um preço justo aos agricultores.

Os produtores estão "a suportar desde o ano passado aumentos entre 20 a 30% no preço da ração e mais recentemente nos restantes fatores de produção como a eletricidade, os combustíveis e os adubos", mas só em outubro conseguiram "um pequeno aumento de 1,5 cêntimos por litro de leite das principais indústrias", diz a Associação dos Produtores de Leite de Portugal (APROLEP) em comunicado.

A associação diz que o aumento é "insuficiente" e que necessitam "de mais 5 cêntimos de aumento com urgência, com o objetivo de atingir 40 cêntimos por litro de leite pago ao agricultor".

Segundo avança em comunicado a APROLEP, os agricultores que fornecem o Pingo Doce tiveram um aumento de apenas "1 cêntimo, apesar de o grupo Jerónimo Martins ter uma fábrica onde transforma o leite e embala as suas marcas próprias, o que lhe permite controlar todo o percurso "do prado à prateleira do supermercado"".

"É um preço injusto que não permite pagar os atuais custos de produção", sublinha a associação na nota enviada às redações.

Esta ação "simbólica" visa "desafiar o Pingo Doce a dar o exemplo, parar com as promoções que desvalorizam o leite e ser o primeiro a pagar um preço justo aos agricultores".

PUTIN ADVERTE LUKASHENKO CONTRA POSSÍVEL ENCERRAMENTO DE GÁS À EUROPA


O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu esta sexta-feira o Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, contra um possível encerramento do fornecimento de gás russo à Europa, referindo o impacto negativo da medida.

"Isso prejudicaria gravemente o setor energético da Europa e não ajudaria ao desenvolvimento das nossas relações com a Bielorrússia", disse o Presidente da Rússia numa entrevista divulgada pela televisão estatal russa, citada pela agência Efe.

Esta quinta-feira Lukashenko ameaçou fechar a passagem do gás russo pelo gasoduto Yamal-Europa se Bruxelas adotar "sanções inaceitáveis" contra o seu regime.

Vários milhares de migrantes, com a intenção de entrar no espaço da União Europeia (UE), estão bloqueados há vários dias junto à fronteira da Bielorrússia com a Polónia.

Na sexta-feira, o porta-voz da Presidência russa (Kremlin), Dmitri Peskov assegurou que o fornecimento e gás russo à Europa vai continuar, apesar das ameaças da Bielorrússia de fechar as válvulas de um grande gasoduto que passa pelo seu território em caso de sanções europeias.

A Rússia "é e continuará a ser um país que cumpre todas as suas obrigações de fornecimento de gás aos consumidores europeus", declarou Dmitri Peskov.

sexta-feira, 12 de novembro de 2021

AMAZÓNIA PRESTES A ENTRAR NUM PONTO CATASTRÓFICO E SEM RETORNO


A Amazónia está em "alerta vermelho" e apenas ações concretas evitarão que a maior floresta tropical do mundo atinja um ponto catastrófico sem retorno nos próximos anos, disseram centenas de cientistas na conferência do clima COP26.

Se as altas taxas de desflorestação, degradação do solo e queimadas registadas nos últimos anos forem mantidas, a maior floresta tropical do planeta poderá chegar a esse ponto de inflexão antes de 2050, perder até 70% da sua vegetação nativa e se tornar praticamente uma área deserta.

O alarme foi dado pelo Painel Científico da Amazónia (SPA, na sigla em inglês), formado por mais de 200 especialistas de todo o mundo, que apresentaram resultados de uma ampla avaliação sobre a floresta.

Segundo o cientista brasileiro Carlos Nobre, co-presidente da SPA, as áreas mais sensíveis para se chegar ao ponto sem retorno neste bioma estão localizadas ao sul da Amazónia, da Bolívia ao Oceano Atlântico, passando pelos estados brasileiros de Rondónia, Mato Grosso e Pará.

Conforme o cientista brasileiro explicou, esta é uma área de mais de dois milhões de quilómetros quadrados quase um terço de toda a Amazónia e uma área equivalente ao tamanho do México onde grandes partes da selva se tornaram uma fonte de emissões de dióxido de carbono (CO2) nos últimos 10 anos, ao contrário do que acontece na maior parte desse bioma, que tem capacidade de o absorver.

Isso porque, naquela região do ecossistema, o período de seca se estendeu quase um mês nas últimas duas décadas, causando aumento da temperatura e consequente diminuição das chuvas.

Para o especialista em aquecimento global, as mudanças climáticas têm enfraquecido a floresta tropical, que está a perder a sua capacidade de reciclar água, aumentando incêndios e matando a vegetação típica de clima húmido, processo que se não for interrompido pode se transformar numa "catástrofe".

"A floresta armazena, abaixo e acima do solo, entre 150 mil e 200 mil milhões de toneladas de carbono. Se o ponto de inflexão for ultrapassado, e isso pode ocorrer entre 20 ou 30 anos, é provável que entre 60% e 70% da floresta se torne um ecossistema degradado", alertou Carlos Nobre.

A bacia amazónica e seu bioma ocupam o norte da América do Sul e estendem-se por oito países (Brasil, Colômbia, Bolívia, Equador, Peru, Venezuela, Guiana e Suriname), além da Guiana Francesa, que é um departamento francês ultramarino.

A devastação da selva, aliada às alterações climáticas, colocou em causa esse ecossistema, que abriga 10% da flora e da fauna mundial e desempenha um papel fundamental na regulação do clima e abriga cerca de 47 milhões de pessoas, entre elas 2,2 milhões de indígenas.

Para os especialistas que estão na 26.ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26), em Glasgow, na Escócia, é imprescindível agir agora para deter imediatamente a devastação da floresta, estabelecer a meta de desflorestação zero até 2030 e implementar políticas eficazes de controlo dos crimes ambientais que fomentam esse problema, como comércio ilícito de madeira e mineração ilegal.

É urgente também estimular o desenvolvimento desse ecossistema por meio da promoção de ações de bioeconomia, como a exploração sustentável de frutas e plantas medicinais típicas da Amazónia que mantêm o bioma em pé e das quais participam as comunidades que habitam a região.

A COP26 decorre seis anos após o Acordo de Paris, que estabeleceu como meta limitar o aumento da temperatura média global do planeta a entre 1,5 e 2 graus celsius acima dos valores da época pré-industrial.

Apesar dos compromissos assumidos, as concentrações de gases com efeito de estufa atingiram níveis recorde em 2020, mesmo com a desaceleração económica provocada pela pandemia de covid-19, segundo a ONU, que estima que, ao atual ritmo de emissões, as temperaturas serão no final do século superiores em 2,7ºC.

MARTA TEMIDO: "TODOS OS CENÁRIOS ESTÃO EM ABERTO" NA QUINTA VAGA


A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu esta sexta-feira que "todos os cenários" estão em aberto, em relação à quinta vaga da pandemia de covid-19, apelando à toma da terceira dose da vacina para os maiores de 65 anos.

"Os cenários têm de estar todos em aberto. Não o desejamos. Desejamos que não tenhamos de ter essa conversa (novos confinamentos), desejamos que numa próxima reunião de peritos possamos ter informação que evidencie que estamos a conseguir controlar a situação", afirmou a governante.

A ministra falava aos jornalistas após a visita que realizou ao hospital de Penafiel, no distrito do Porto, onde inaugurou a nova unidade de hemodiálise e serviços de pneumologia.

Sobre a nova fase da vacinação, Marta Temido admitiu que haverá "momentos de constrangimento no acesso", sublinhando que o país vai ter "casa aberta novamente e autoatendimentos locais".

"Para a semana vamos ter muita pressão, como já tivemos no passado. É natural que se formem algumas filas, procuraremos melhorar as condições de espera para as pessoas e provavelmente não vai correr tudo bem", reforçou.

Questionada se o país está preparado para responder à quinta vaga, respondeu: "Estamos a assistir à situação da Europa, onde países muito robustos estão debaixo de uma quinta vaga muito evidente. É o caso da Alemanha. Nós temos de fazer a nossa parte, estamos preparados para responder o melhor possível".

Apesar disso, observou a governante, "há sempre uma capacidade", que se tem "vindo a reforçar, mas que não é infinita".

"Está tudo nas nossas mãos, se não formos surpreendidos por mais uma variante. Se fizermos tudo ao nosso alcance, estaremos seguramente mais protegidos", indicou aos jornalistas.

Marta Temido assinalou, por outro lado, que no contexto português "aquilo que está mesmo em cima da mesa é olhar para as medidas não farmacológicas, apelar ao seu cumprimento, apelar à vacinação da população elegível, o quanto antes, de forma a estarmos o mais protegidos possível".

quinta-feira, 11 de novembro de 2021

GUINESS: BEBÉ MAIS PREMATURO DO MUNDO A SOBREVIVER NASCEU COM 420 GRAMAS


Curtis Means nasceu com apenas 420 gramas.

A vida de Curtis Means ainda há pouco tempo começou e o norte-americano já entrou para o Guiness World Records. Nascido a 5 de julho de 2020, no Estado do Alabama, ao fim de 21 semanas de gestação, Curtis é o bebé mais prematuro do mundo a sobreviver (de acordo com o Serviço Nacional de Saúde português, considera-se prematuridade extrema o nascimento de um recém-nascido com idade gestacional inferior a 28 semanas).

O bebé, que deixou a marca na maior autoridade em conquistas recordistas do mundo depois de ter completado um ano, nasceu com apenas 420 gramas. Os médicos apontavam para 1% de probabilidade de sobrevivência, mas Curtis provou ser a exceção à regra. Passou 275 dias no hospital e ficou três meses ligado a aparelhos para poder respirar. A irmã gémea não sobreviveu ao nascimento prematuro e morreu no dia seguinte ao parto.

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

BULGÁRIA BATE RECORDE DIÁRIO DE MORTES POR COVID-19 DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA


Bulgária registou o maior número de mortes diárias de covid-19 desde o início da pandemia.

Na passada terça-feira, a Bulgária registou 5282 novas infeções, menos do que no pico no final do mês de outubro, e 334 mortes em apenas 24 horas.

A Bulgária é o país com a menor taxa de vacinação da Europa, com apenas 30% dos adultos totalmente vacinados. Desde 21 de outubro, introduziu um passe de vacinação obrigatória para a maioria dos espaços fechados.

Muitos búlgaros continuam céticos quanto à vacinação devido à desconfiança difundida pelas instituições do governo, desinformação e a mensagens contraditórias de políticos e especialistas.

EUROPA PODE SOMAR MAIS MEIO MILHÃO DE MORTOS ATÉ FEVEREIRO, ADVERTE OMS


A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu, esta quarta-feira, que a Europa poderá somar mais meio milhão de mortos por covid-19 até ao início de fevereiro se a tendência de crescimento da pandemia continuar no continente.

"Segundo uma projeção muito fiável, a continuar esta trajetória, poderemos ter mais meio milhão de mortos por covid-19 na Europa e na Ásia Central antes de 1 de fevereiro do próximo ano", disse o diretor-regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, numa iniciativa em Barcelona, Espanha.

Hans Kluge realçou que os países da região europeia da OMS, que inclui Estados da Europa e Ásia Central, nomeadamente a Rússia e antigas repúblicas soviéticas, vão "enfrentar uma pressão elevada ou extrema" da capacidade hospitalar até fevereiro.

Em dezembro de 2020, a Europa tornou-se a primeira região do mundo a registar meio milhão de mortos por covid-19.

De acordo com Kluge, a região europeia volta a estar no epicentro da pandemia, uma vez que o número de infeções acumuladas "está a aproximar-se rapidamente dos 80 milhões", tendo na semana passada se verificado dois milhões de novos casos.

Na terça-feira, o médico já tinha alertado para o aumento dos contágios, hospitalizações e mortes por covid-19 na Europa, apelando à intensificação da vacinação da população, em especial dos profissionais de saúde.

segunda-feira, 8 de novembro de 2021

PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS BAIXA ESTA SEGUNDA-FEIRA


É a maior queda em vários meses.

O preço dos combustíveis desceu esta segunda-feira. A gasolina sofreu a maior queda em oito meses, uma semana depois do barril do petróleo desvalorizar nos mercados internacionais.

A gasolina simples 95 ficou um cêntimo e meio mais barata. Relativamente ao gasóleo simples, desceu dois cêntimos, em média está ainda acima do euro e meio por litro. Esta é a maior queda semanal do preço do gasóleo desde maio.

No portal Preço dos Combustíveis Online é possível saber o preço atual nos diversos postos de combustível. O utilizador pode escolher o combustível, marca, tipo de posto, distrito e município e fica assim a saber os preços em vigor.

A alteração dos preços acontece uma semana depois do barril do petróleo desvalorizar nos mercados e depois do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ter pressionado os produtores mundiais sobre a escalada de preços.

Avisos que até agora parecem não surtir grande efeito, dado o aumento da procura. Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) mantêm o plano que passa por aumentar em 400 mil barris por dia a produção até ao início de 2022.

domingo, 7 de novembro de 2021

GOL DEIXARÁ DE SER FABRICADO NO BRASIL DEPOIS DE 41 ANOS E TERÁ SUBSTITUTO MAIS CARO


Um dos maiores ícones da Volkswagen junto com o Fusca e a Kombi, o Gol deixará de ser produzido no Brasil no fim do próximo ano. Assim como os dois modelos históricos da Volkswagen, o Gol também sai de linha por não ter condição de acompanhar as renovações exigidas pelo mercado automotivo e pelas novas legislações que determinam carros cada vez mais seguros e menos poluentes.

O modelo produzido no Brasil há 41 anos em diferentes versões será substituído, a partir de 2023, pelo Polo Track uma versão diferente do Polo atual que passará a ser o carro de entrada (o mais barato) da marca. Com novas tecnologias agregadas, contudo, o preço será superior ao do Gol quando sair de linha.

Em sua trajetória, o Gol foi líder de vendas por quase 30 anos e o modelo mais exportado pela fabricante.

O Gol hoje custa de R$ 67,8 mil a R$ 83,4 mil e a maior parte das vendas é direcionada a frotistas e locadoras. “As novas legislações exigem carros cada vez mais seguros e com menor emissão de CO2”, afirma o presidente da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si.

Um dos equipamentos que passará a ser obrigatório em todos os novos carros, a partir de janeiro de 2024, é o controle de estabilidade (ESC). A Kombi saiu de linha porque não tinha condições de receber airbags.

O fim da produção do modelo já vinha sendo alardeada pelo mercado, mas a confirmação e a data foram confirmadas nesta sexta-feira, 5, por Di Si durante a apresentação do novo plano de investimento da marca na região, de R$ 7 bilhões entre 2022 e 2026.

A empresa não informa, porém, se poderá usar o nome Gol para outro modelo da nova família que se inicia com o Polo Track, a ser produzido na fábrica de Taubaté (SP), onde hoje são feitos o hatch Gol e o sedã Voyage.

De janeiro a outubro foram vendidas 51.035 unidades do Gol, volume que o coloca como o oitavo automóvel mais comercializado no País e o mais bem colocado da Volkswagen no ranking. Logo na sequência vem o TCross, com 51.008 unidades.

Segmento em queda

O segmento de carros compactos de entrada é um dos que mais perdeu participação em vendas no mercado brasileiro nos últimos anos. Em parte porque a maioria das empresas deixou de lançar produtos nesse segmento, por ser de baixa rentabilidade, e passou a focar principalmente nos utilitários-esportivos (SUV), hoje líderes em venda.

A própria Volkswagen lançou cinco SUVs no ciclo anterior de investimentos, também de R$ 7 bilhões, dos quais dois Nivus e TCross são produzidos no Brasil e o Taos, na Argentina.

"É verdade que o gosto do consumidor está indo mais para os SUVs, o que não significa que o segmento de entrada vai desaparecer”, afirma Di Si. “Vai ter uma participação menor, mas ainda assim interessante.”

O segmento de SUVs, com bem mais retorno financeiro às fabricantes, teve vendas de 540,9 mil unidades neste ano (até outubro), o equivalente a 42,4% de todos os automóveis vendidos no País. Já o segmento de entrada vendeu 178,4 mil unidades, ou 14% do total.

sábado, 6 de novembro de 2021

FICARAM COM CARROS A CUSTO ZERO E STAND LUCROU 1,3 MILHÕES DE EUROS EM BURLA A BANCOS


A PSP do Porto deteve dois homens, com 43 e 44 anos, por burla qualificada, burla tributária e falsificação de documentos e apreendeu 11 automóveis. Os prejuízos provocados pelas burlas a diversos bancos e ao Estado ascendem a cerca de 1,5 milhões de euros.

A operação policial foi coordenada pela Divisão de Investigação Criminal, em colaboração com o dispositivo do Comando Distrital de Braga e com o apoio da Divisão Policial de Vila do Conde, da Divisão de Trânsito e da Autoridade Tributária e Aduaneira e contemplou a realização de seis buscas domiciliárias e não domiciliárias e no cumprimento de diversos mandados de apreensão de automóveis nas áreas do Porto, Braga, Guimarães, Maia, Matosinhos, Famalicão, Trofa e Santo Tirso.

Os detidos, um empresário (com formação na área da gestão e da consultoria) e um vendedor (economista de formação), de 44 e 43 anos, respetivamente, criaram um stand, que servia de fachada, e importavam carros da gama média-alta, em especial da Alemanha.

As viaturas já tinham sido previamente encomendadas por pessoas que não dispunham de rendimentos para as adquirir e nalguns casos até estavam em situação de desemprego.

O stand falsificava recibos de vencimentos, declarações de IRS e, nalguns casos, até a carreira contributiva, por forma a obter financiamento bancário para a aquisição dos automóveis.

Os carros eram entregues aos "clientes", que ficavam com eles a custo zero, pois não tinham condições para pagar o financiamento.

O stand ganhava com o dinheiro dos empréstimos e dos bónus que os bancos dão a quem intermedeia este tipo de créditos.

Foram ainda​​​​​ identificados e constituídos arguidos sete homens e seis mulheres, tendo sido apreendidos 11 automóveis, diversa documentação, material informático, uma espingarda e diversas munições e duas botijas de gás pimenta.

Segundo a PSP do Porto, das "práticas ilícitas referenciadas resultaram prejuízos superiores a 1,5 milhões de euros".

sexta-feira, 5 de novembro de 2021

MARÍLIA MENDONÇA MORRE APÓS QUEDA DE AVIÃO EM MINAS GERAIS




Marília Mendonça, de 26 anos, morreu nesta sexta-feira (5) após a  queda de um aviãona Serra de Caratinga, em Minas Gerais. A cantora viajava a trabalho e faria shows pelo estado. A notícia da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista.

"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento", informou em nota. 

O avião que levava Marília decolou de Goiânia com destino a Caratinga, MG, onde ela teria uma apresentação esta noite.

O Corpo de Bombeiros informou que a aeronave caiu próximo à Pousada Rodrigo Godinho, na zona rural Piedade de Caratinga, MG. Eles foram chamados para atender a ocorrência por volta das 15h30 desta sexta. A princípio, a assessoria de imprensa de Marília divulgou que ela estava bem e teria sido levada ao hospital. Horas depois, a notícia da morte foi confirmada.

Antes de embarcar, a sertaneja falou sobre a viagem no Twitter e brincou ao comentar sobre as delícias da culinária mineira que não poderia comer por causa de uma dieta restrita que estava fazendo. "Essa é a realidade meu povo! Me conta aqui nos comentários mais delícias desse estado maravilhoso que é Minas Gerais!", escreveu ela na postagem.

Trajetória

Nascida em Cristianópolis, município do estado de Goiás, Marília teve seu primeiro contato com a música através da igreja e começou a compor quando tinha 12 anos, escrevendo canções para outros artistas.

A cantora ganhou destaque nacional após lançar seu primeiro DVD, em 2016, e virou um dos maiores nomes do sertanejo com Infiel.

No ano seguinte, em 2017, Marília foi indicada ao Grammy Latino com o álbum Realidade

Em 2017, Marília foi indicada ao Grammy Latino com o álbum Realidade na categoria Melhor Álbum de Música Sertaneja. Dois anos depois, em 2019, lançou Todos os Cantos, um projeto roterizado com shows gravados pela cantora em todas as capitais do país. O álbum rendeu uma certificação de disco de tripla platina pelas 240 mil cópias vendidas.

Em 2020, junto com as cantoras e irmãs Maiara e Maraisa, Marília lançava o álbum intitulado Patroas. O projeto foi gravado como live no YouTube. No trabalho, destaque para a música Uma Vida A Mais, composição de Marília Mendonça, Maraisa, Juliano Tchula e Elcio di Carvalho, uma versão da música Listen To Your Heart, da dupla de pop rock sueca Roxette.

O projeto, que era originalmente uma live acabou virou um disco, no qual o primeiro EP foi lançado em 10 de julho de 2020 com sucessos de outros artistas.

ESCASSEZ DE MAGNÉSIO: A CRISE NA CHINA QUE AMEAÇA A INDÚSTRIA AUTOMÓVEL MUNDIAL


Uma crise nunca vem só. Além da escassez dos semicondutores, os maiores fabricantes de automóveis do Mundo podem também ter de lidar com a falta de magnésio, componente-chave usado para fazer alumínio.

A crise de energia na China, que quase detém o monopólio da produção de magnésio, está a afetar as cadeias de abastecimento globais, elevando o preço dos principais matérias-primas industriais e alimentando preocupações sobre a inflação. Embora a escassez de semicondutores tenha sido o principal problema da indústria automóvel este ano, o foco está agora a inclinar-se para este metal.

O magnésio é uma matéria-prima essencial para a produção de ligas de alumínio, que são utilizadas em tudo, desde caixas de velocidades, colunas de direção, estruturas dos bancos e tampas de tanques de combustível. Porém, os stocks do metal estão perigosamente baixos em toda a Europa, revela o "Financial Times".

Na semana passada, a empresa canadiana de metais Matalco alertou os clientes de que a disponibilidade de magnésio "secou" e que, se a escassez persistir, será necessário reduzir a produção de alumínio no próximo ano. Segundo o analista do Barclays Amos Fletcher, 35% da procura de magnésio é para a produção de painéis para automóveis. "Não há substitutos para o magnésio na produção de chapas e barras de alumínio. Se o fornecimento de magnésio parar, toda a indústria automóvel será potencialmente forçada a parar", avisou.

Preços disparam e alarmes soam na Europa

Cerca de 85% da produção mundial de magnésio vem da China e grande parte dela vem de Yulin, uma cidade na província de Shaanxi. No mês passado, o Governo local ordenou que 35 das suas 50 fundições de magnésio fechassem até ao final do ano e que as restantes cortassem a produção em 50% para atingir as metas de consumo de energia. Para produzir uma tonelada de magnésio, são necessários entre 35 e 40 megawatts por hora de energia.

Como o metal é difícil de armazenar, já que começa a oxidar três meses depois de produzido, os stocks podem cair criticamente antes do final do ano. A crise está já a refletir-se nos preços: o preço do magnésio importado na Europa aumentou 75% no mês passado, atingindo um recorde de nove mil dólares por tonelada (cerca de 7772 euros).

Os alarmes soam já em todo o Velho Continente. A WV Metalle, associação comercial de metais não ferrosos da Alemanha, pediu ao Governo que iniciasse negociações diplomáticas com urgência com a China. "Espera-se que as reservas atuais de magnésio na Alemanha e em toda a Europa se esgotem em algumas semanas, no final de novembro de 2021, o mais tardar", lê-se num comunicado.

Já a European Aluminium, associação que inclui a Norsk Hydro, Rio Tinto e Alcoa, pediu à União Europeia e aos Governos que trabalhem urgentemente em ações imediatas com as suas contrapartes chinesas. "A atual escassez no fornecimento de magnésio é um exemplo claro do risco que a UE está a assumir ao tornar a sua economia doméstica dependente das importações chinesas. A estratégia de metais industriais da UE deve ser fortalecida".

As empresas europeias, incluindo a Norsk Hydro, costumavam produzir magnésio, mas pararam porque não conseguiam competir com os produtores chineses.

COSTA ACEITA PEDIDO DE DEMISSÃO DE CABRITA: "RESPEITOU O TEMPO DA JUSTIÇA"

António Costa aceitou a demissão de Eduardo Cabrita e aponta para os próximos dias a indicação de um substituto. O primeiro-ministro aceitou...